Início / Mar / Ambiente / Governo reforça a protecção de cetáceos e tartarugas marinhas

Governo reforça a protecção de cetáceos e tartarugas marinhas

O Conselho de Ministros aprovou hoje, 10 de Janeiro, duas medidas de apoio à protecção de cetáceos e de tartarugas marinhas.

Foi aprovada a resolução que altera os limites do sítio Costa Sudoeste (PTCON0012), incluído na lista nacional da Rede Natura 2000.

A área do sítio mais do que duplica, com o objectivo de promover a protecção de duas espécies de cetáceos incluídas na Directiva relativa à conservação dos habitats naturais e da flora e fauna selvagens: o roaz e o boto.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros, o alargamento da área do sítio permite, ainda, colocar sob o regime de protecção um maior número de habitats relevantes para a conservação daquelas espécies de cetáceos, como os recifes, os bancos de areia permanentemente cobertos por água do mar pouco profunda e as grutas submersas ou semi-submersas.

Reforço da Rede Natura 2000

Por outro lado, foi aprovada a resolução que inclui a faixa litoral entre Maceda e a Praia da Vieira na lista nacional de sítios da Rede Natura 2000.

A inclusão desta área marinha na lista de sítios permitirá a conservação de habitats marinhos como os bancos de areia permanentemente cobertos por água do mar pouco profunda e os recifes.

A classificação desta área promove também a preservação de fauna marinha bastante diversificada, com especial destaque para espécies de cetáceos e de tartarugas.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Captura de peixes marinhos cresce 14,4% em Julho. Pesca de cavala e carapau lidera

O volume de capturas de pescado em Portugal, em Julho de 2019, aumentou 14,4% (-4,2% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.