Início / Agenda / Galucho apresenta duas novas linhas de reboques e cisternas na Agroglobal

Galucho apresenta duas novas linhas de reboques e cisternas na Agroglobal

A Galucho, empresa produtora de maquinaria agrícola e transporte, vai apresenta na AgroGlobal duas novas linhas de reboques e de cisternas, com maior capacidade, bem como um up-grade das suas charruas de ferros.

Os equipamentos e alfaias da marca, nomeadamente reboques, charruas e grades de discos, executarão trabalhos nos campos de demonstração da feira, tal como nas edições anteriores. A Galucho levará à Agroglobal alguns dos seus clientes internacionais, que aproveitarão a vinda a Portugal para visitar a fábrica da marca.

Relembre-se que a 6ª edição da AgroGlobal – Feira das Grandes Culturas realiza-se de 5 a 7 de Setembro de 2018, em Valada do Ribatejo. E ainda há inscrições para expositores.

Acompanhar tendências e exigências da agricultura

Fabricante de alfaias e equipamentos agrícolas com quase um século de história em Portugal, a Galucho possui um Departamento de Engenharia que acompanha as tendências e exigências da agricultura, reflectindo-as no fabrico de novos modelos e actualização das gamas da marca.

“Cada vez menos há uma linha de conduta de fabrico em grandes séries, a Galucho acredita que o futuro passa por ter uma gama (de equipamentos) diversificada, conseguindo actualizá-la, mantendo-a viva, e indo ao encontro das necessidades dos clientes nacionais e internacionais”, afirma José Justino, presidente conselho administração Galucho, à comunicação da AgroGlobal.

“A nossa estratégia de diversificação e marca global é uma estratégia vencedora, acreditamos que continuaremos a progredir nos mercados nacional e internacional depois dos 100 anos que estamos perto de celebrar”, acrescenta aquele responsável.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Bivalves contaminados são perigosos. Antes de os apanhar consulte a página do IPMA

O IPMA — Instituto Português do Mar e da Atmosfera alerta: a ingestão de bivalves contaminados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.