Início / Agricultura / Forestis leva debate da Reforma da Floresta ao Porto

Forestis leva debate da Reforma da Floresta ao Porto

A Forestis – Associação Florestal de Portugal promove amanhã, 9 de Novembro, a Conferência “Reforma da Floresta – Capacitação dos Agentes e Dinâmicas Institucionais”, a ter lugar no Salão Nobre da Alfândega do Porto, a partir das 9 horas.

O secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, preside à Sessão de Abertura da Conferência.

Em 2017 foi aprovada a Reforma das Florestas e ocorreu a catástrofe dos incêndios. Tendo isto em conta, a Forestis considerou oportuno lançar o debate sobre “que capacidades institucionais e dos agentes florestais devem emergir para se alcançar um sistema mais organizado e eficaz na resolução dos diferentes objectivos que nos são colectivamente colocados no sentido de termos uma floresta mais resiliente e produtiva”, refere Luís Braga da Cruz, presidente da Forestis.

Apresentação do livro “Colectânea de Legislação Florestal”

Neste evento vai ser feita a apresentação do livro “Colectânea de Legislação Florestal”, obra de caracter inédito, editada pela Forestis e coordenada pelo Prof. António Cândido de Oliveira, que reúne a mais importante legislação florestal, é uma “tentativa de sistematizar a larga e diversa legislação florestal que existe no nosso ordenamento jurídico. Não é uma tarefa fácil, nem acabada, mas um contributo para um melhor conhecimento e apreciação crítica do Direito Florestal que vigora no nosso país”, referem os autores.

ICNF presente

Esta conferência, conta com a participação do presidente do ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, da Estrutura de Missão para instalação do Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais, e do Prof. Luís Valente de Oliveira, da Fundação AEP.

“No momento em que se prepara o orçamento de estado para 2019, pretende-se debater que medidas devem ser implementadas para ajudar as pessoas e instituições do sector florestal a ultrapassar constrangimentos como a falta de informação, a acessibilidade a mercados, a dimensão, a escala, a dispersão do tecido empresarial e a melhorar a capacidade organizacional.” afirma Luís Braga da Cruz.

Movimento associativo

A Forestis – Associação Florestal de Portugal, é um movimento associativo de âmbito nacional, sem fins lucrativos e de utilidade pública, fundado em 1992, com o intuito de apoiar activamente a gestão, a defesa e o associativismo na floresta privada e comunitária. Agrega 31 Associações Sub-Regionais, que apoiam 17.500 proprietários florestais.

Programa

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Governo dos Açores desafia agricultores a diminuir a dependência dos apoios

O director Regional da Agricultura afirmou, na ilha Terceira, que os agricultores devem apostar, cada …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.