Início / Agricultura / Fialho & Irmão leva novo sachador mecânico à Feira Nacional de Agricultura

Fialho & Irmão leva novo sachador mecânico à Feira Nacional de Agricultura

A Fialho & Irmão – Fábrica de Máquinas e Alfaias Agrícolas está na 54ª Feira Nacional de Agricultura/64ª Feira do Ribatejo, em Santarém, com o seu novo sachador mecânico para culturas de cenouras, salsa, coentros e culturas da 4ª Gama em geral. Trata-se do modelo Colibri, da marca Oliver Agro. A empresa de Évora está no stand BN12 – Pav. B.

Pode ver o vídeo de apresentação da máquina aqui.

“A Feira está a correr de vento em popa, muito melhor do que no ano passado. Já conseguimos vários contactos no mercado interno e de exportação. Contactos nacionais e internacionais”, diz à Agricultura e Mar Actual o CEO da Fialho & Irmão, José Fialho.

Em Évora desde 1958

A constituição da Fialho & Irmão resultou da experiência acumulada ao longo de vários anos pelos seus sócios fundadores, no domínio das máquinas agrícolas. A empresa foi constituída em 1958 para a reparação de máquinas agrícolas, com uma pequena oficina na Rua do Muro em Évora. A empresa começou por se dedicar à reparação de máquinas agrícolas e industriais e ao fabrico de acessórios.

Como as máquinas agrícolas reparadas eram, na maioria, importadas, havia dificuldade em utilizá-las nas condições específicas de trabalho do Alentejo. Por essa razão, a empresa começou então a dedicar-se à adaptação dessas máquinas, comercializadas então já com a marca Fialho.

Numa segunda fase, iniciou o fabrico de grades de discos, escarificadores, charruas e outras máquinas de fabrico simples. Posteriormente constituiu as actuais instalações na Horta de Barreiros, ocupando actualmente 8.400 m2 de área coberta e 33.460 m2 de área descoberta.

A Fialho & Irmão procedeu no final da década de 90 à instalação na sua área fabril de mais duas naves industriais com 2.000 metros quadrados de área total e no ano de 2003 finalizou mais uma nave de mais 2.000m2.

Actualmente, exporta grande parte da sua produção para países da Europa e também para o mercado africano, nomeadamente angolano, argelino e moçambicano. “As máquinas de grande porte feitas sob encomenda assim como máquinas para a agricultura em geral são exportadas todos os anos para estes mercados”, refere fonte institucional da empresa.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

João Ponte: Jovens são imprescindíveis para uma agricultura mais forte e competitiva

O secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou, em Angra do Heroísmo, a importância dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.