Início / Agricultura / Fenareg promove workshop sobre uso eficiente da água e da energia em regadio

Fenareg promove workshop sobre uso eficiente da água e da energia em regadio

O primeiro workshop do projecto AGIR- Avaliação da Eficiência do Uso da Água e da Energia em Aproveitamentos Hidroagrícolas, com vista a apresentar os resultados preliminares da sua primeira fase de execução, decorre amanhã, 3 de Outubro, entre as 10 e as 17 horas, no salão nobre do LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil, em Lisboa.

O objectivo principal do projecto AGIR, coordenado pela Fenareg – Federação Nacional de Regantes de Portugal, é criar um sistema de avaliação de desempenho uniformizado que permita quantificar a eficiência do uso da água e da energia nas redes primária e secundária (de transporte e distribuição) dos aproveitamentos hidroagrícolas.

Melhorar a eficiência de uso da água

Este sistema, constituído por um conjunto de métricas específicas, irá permitir melhorar a eficiência de uso da água e da energia e apoiar a tomada de decisão planeada e sustentada das entidades gestoras (Associações de Regantes).

O sistema de avaliação também integra o perfil de consumo dos agricultores, permitindo estimar o impacto que as alterações na eficiência dos sistemas primários e secundários podem ter em termos de investimentos a realizar nas explorações agrícolas ao nível da rede terciária.

“As Associações de Regantes representadas pela Fenareg estão a actuar em várias frentes para transportar a água até às explorações agrícolas com menos perdas, menos gastos de energia e menores custos. Para isso é necessário avaliar e optimizar procedimentos de gestão das redes primárias e secundárias de rega e de apoio à tomada de decisão sobre investimentos a realizar para a sustentabilidade destas infra-estruturas”, afirma o presidente da Fenareg, José Nuncio.

Financiado pelo PDR 2020

O projecto AGIR é coordenado pela Fenareg e teve início em 2017, com duração de 3 anos, sendo financiado pelo PDR 2020, na Operação 1.0.1 – Grupos Operacionais.

A equipa do Projecto AGIR

Da parte da investigação participam neste Grupo Operacional: LNEC, Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Setúbal; Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária; Centro Operativo e de Tecnologia de Regadio. Estão envolvidas 3 entidades gestoras de Aproveitamentos Hidroagrícolas: ABORO – Associação de Beneficiários da Obra de Rega de Odivelas; ARBVS – Associação de Regantes e Beneficiários do Vale do Sorraia e ABOVIGIA – Associação de Beneficiários da Obra da Vigia – e 3 agricultores: Sociedade Agrícola Bico da Vela II; Agro-Vale Longo, e Mencoca Agricultura.

Fenareg é uma associação de utilidade pública, sem fins lucrativos, de âmbito nacional, fundada em 2005, que agrupa entidades dedicadas à gestão da água para rega, tanto superficial como subterrânea, com o objectivo de unir esforços e vontades na defesa dos seus legítimos interesses e na promoção do desenvolvimento sustentável e da competitividade do regadio.

Actualmente conta com 27 associados que representam mais de 25 mil agricultores regantes e cerca de 126.000 hectares, que significa mais de 90% do regadio organizado, 76% do regadio colectivo público e cerca de 20% do regadio nacional.

Ver também:

José Núncio, Fenareg: “Em Portugal não existe um Plano Nacional de Regadios”

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Capoulas: Vai ser feito estudo. Investimento em olival em Alqueva não está proibido

O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, garante que “não está proibida, nem existe base …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.