AGRICULTURA E MAR ACTUAL http://agriculturaemar.com Portal do mundo rural e da economia do mar Sun, 21 Jul 2019 13:27:07 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.2.2 Golegã: Feira Internacional do Cavalo tem inscrições abertas para expositores http://agriculturaemar.com/golega-feira-internacional-do-cavalo-tem-inscricoes-abertas-para-expositores/ http://agriculturaemar.com/golega-feira-internacional-do-cavalo-tem-inscricoes-abertas-para-expositores/#respond Sun, 21 Jul 2019 12:01:22 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42510 A XXI Feira Internacional do Cavalo, XLIV Feira Nacional do Cavalo, realiza-se de 1 a 11 de Novembro de 2019, na Golegã. E as inscrições para expositores estão já abertas (aqui), terminando a 15 de Setembro. Pode consultar o regulamento da Feira aqui. O evento, organizado pela Câmara Municipal da Golegã, contará com ralies, raids, jogos …

O post Golegã: Feira Internacional do Cavalo tem inscrições abertas para expositores aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A XXI Feira Internacional do Cavalo, XLIV Feira Nacional do Cavalo, realiza-se de 1 a 11 de Novembro de 2019, na Golegã. E as inscrições para expositores estão já abertas (aqui), terminando a 15 de Setembro.

Pode consultar o regulamento da Feira aqui.

O evento, organizado pela Câmara Municipal da Golegã, contará com ralies, raids, jogos equestres, campeonatos, maratona de carruagens, exibições.

Estes “são alguns dos espectáculos que na Golegã se realizam na sua apresentação do “mais belo animal do Mundo que é o cavalo. E para complemento da festa justificando o adágio popular que, “Pelo S. Martinho prova o Vinho”, não faltarão a água-pé e as sempre apetecidas castanhas assadas”, garante a organização.

Golegã, a Capital do Cavalo

“É a Feira Nacional do Cavalo a mais importante e mais castiça de todas as feiras que no seu género se realizam em Portugal e no Mundo”, garante fonte institucional da autarquia.

E explica que ali se apresentam todos os criadores, com os seus belos exemplares, razão pela qual, se transaccionam na Golegã, os melhores puro-sangue, criados no País, que são vendidos para vários pontos do globo.

A Golegã há muito que passou a ser a Capital do Cavalo. O dia de S. Martinho, de feira que foi, passou ao “mais belo e único espectáculo equestre público que se realiza a nível gratuito entre nós”, realça a autarquia da Golegã.

Saiba tudo sobre a Feira aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post Golegã: Feira Internacional do Cavalo tem inscrições abertas para expositores aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/golega-feira-internacional-do-cavalo-tem-inscricoes-abertas-para-expositores/feed/ 0
NRP Viana do Castelo abre ao público na ilha do Faial antes de terminar missão http://agriculturaemar.com/nrp-viana-do-castelo-abre-ao-publico-na-ilha-do-faial-antes-de-terminar-missao/ http://agriculturaemar.com/nrp-viana-do-castelo-abre-ao-publico-na-ilha-do-faial-antes-de-terminar-missao/#respond Fri, 19 Jul 2019 15:50:19 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42484 A Marinha informa que o Navio da República Portuguesa (NRP) Viana do Castelo estará aberto ao público para visitas no próximo domingo, 21 de Julho de 2019, no período das 10 às 12 e das 14 às 17 horas horas, no cais comercial na Horta, Ilha do Faial, nos Açores. Durante a permanência nos Açores, …

O post NRP Viana do Castelo abre ao público na ilha do Faial antes de terminar missão aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Marinha informa que o Navio da República Portuguesa (NRP) Viana do Castelo estará aberto ao público para visitas no próximo domingo, 21 de Julho de 2019, no período das 10 às 12 e das 14 às 17 horas horas, no cais comercial na Horta, Ilha do Faial, nos Açores.

Durante a permanência nos Açores, o navio foi visitado por mais de um milhar de​ pessoas e esta é a última oportunidade de visitar o navio da Marinha durante a presente missão, que termina no dia 24 de Julho.

Navio de patrulha oceânico

O NRP Viana do Castelo é um navio de patrulha oceânico e foi o primeiro navio da classe “Viana do Castelo”.

O navio teve projecto português e foi concebido como navio não combatente nos Estaleiros de Navais de Viana do Castelo, tendo sido entregue à Marinha Portuguesa no dia 30 de Dezembro de 2010.

Segurança marítima

O navio patrulha oceânico realiza missões no âmbito da segurança marítima e salvaguarda da vida humana no mar; patrulha e vigilância no espaço marítimo sob soberania e jurisdição nacional a fim de garantir a protecção dos recursos naturais; apoio aos órgãos de protecção civil regionais em caso de calamidade ou catástrofe natural; missões e exercícios de combate à poluição; missões de prevenção e combate a actividade de narcotráfico, migração irregular, tráfico de armas e outros ilícitos, em apoio às autoridades policiais e judiciárias competentes.

Comandado pela capitão-tenente Vân​ia Carvalho e com 51 militares embarcados, o NRP Viana do Castelo estará em missão no mar dos Açores até 24 de Julho.

A marinha alerta que “o período de visitas poderá ser cancelado em caso de empenhamento do navio em missões de busca e salvamento no mar”.

Agricultura e Mar Actual

O post NRP Viana do Castelo abre ao público na ilha do Faial antes de terminar missão aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/nrp-viana-do-castelo-abre-ao-publico-na-ilha-do-faial-antes-de-terminar-missao/feed/ 0
STEF: receita trimestral subiu 8,3% para 863,4 milhões de euros http://agriculturaemar.com/stef-receita-trimestral-subiu-83-para-8634-milhoes-de-euros/ http://agriculturaemar.com/stef-receita-trimestral-subiu-83-para-8634-milhoes-de-euros/#respond Fri, 19 Jul 2019 15:35:43 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42493 A STEF, líder europeia em serviços de transporte e logística para produtos alimentares com temperatura controlada, anunciou um volume de negócios para o segundo trimestre de 2019 de 863,4 milhões de euros, um aumento de 8,3% em comparação com 2018 (+ 5,7% no perímetro constante). Em 30 de Junho de 2019, as receitas acumuladas do …

O post STEF: receita trimestral subiu 8,3% para 863,4 milhões de euros aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A STEF, líder europeia em serviços de transporte e logística para produtos alimentares com temperatura controlada, anunciou um volume de negócios para o segundo trimestre de 2019 de 863,4 milhões de euros, um aumento de 8,3% em comparação com 2018 (+ 5,7% no perímetro constante).

Em 30 de Junho de 2019, as receitas acumuladas do Grupo ascendiam a 1.665,9 milhões de euros, um aumento de + 7% (+ 4% no perímetro constante).

Para o presidente e CEO da STEF, Stanislas Lemor, “este bom desempenho é parte de um consumo alimentar que se mantém positivo na Europa e o posicionamento das férias da Páscoa no segundo trimestre. É apoiado pelas nossas recentes aquisições em França e nos países europeus em que estamos presentes”.

Evolução do volume de negócios

Informações por actividade

STEF França

• As vendas no segundo trimestre beneficiaram da contribuição das férias da Páscoa e do bom momento de todas as actividades, incluindo um aumento de 3% das toneladas transportada.
• A nova organização do Grupo em torno da especialização das suas actividades está a produzir os seus primeiros efeitos, particularmente com os clientes de retalho, indústria agro-alimentar, produtos refrigerados e restauração.
• As mais recentes aquisições da Grégoire Galliard (Janeiro de 2019), especializada no transporte de alimentos frescos e congelados, e da Express Marée (Julho de 2018), especializada no transporte e logística de produtos do mar, contribuíram, respectivamente, para 2,8 milhões e 9,8 milhões de euros em receitas trimestrais.

STEF Internacional

• Enquanto as actividades de todos os países em que o Grupo opera estão bem orientadas, Itália e Portugal apresentam um crescimento particularmente forte. As vendas em Itália aumentaram 8,4% em termos comparáveis graças ao segmento mid-market e à incorporação de novos clientes. A actividade em Portugal, que aumentou 15,3%, beneficiou do desenvolvimento da sua rede de transportes e do reforço da sua quota de mercado.
• A empresa holandesa Netko, cujo controlo foi assumido pelo Grupo a 1 de Março de 2019, gerou uma facturação de € 3,3 milhões no período, enquanto as actividades de congelado do grupo italiano Marconi, adquiridas em Maio de 2018, representam 15,7 milhões de euros no segundo trimestre.

Marítimo

• La Méridionale registou vendas de € 27,8 milhões, queda de 3,2%. A Companhia sofreu com um movimento social que levou a uma diminuição no número de travessias e impactou o transporte de carga e passageiros.

Agricultura e Mar Actual

O post STEF: receita trimestral subiu 8,3% para 863,4 milhões de euros aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/stef-receita-trimestral-subiu-83-para-8634-milhoes-de-euros/feed/ 0
Confagri promove Colóquio “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo” http://agriculturaemar.com/confagri-promove-coloquio-o-investimento-agricola-na-regiao-de-torre-de-moncorvo/ http://agriculturaemar.com/confagri-promove-coloquio-o-investimento-agricola-na-regiao-de-torre-de-moncorvo/#respond Fri, 19 Jul 2019 13:50:56 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42504 A Confagri – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal , em colaboração com a Associação dos Agricultores de Trás-os-Montes (AATM) vai realizar um Colóquio subordinado ao tema “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo – Balanço e Perspectivas de Futuro”, no próximo dia 23 de Julho, a partir das 14h30, na Junta …

O post Confagri promove Colóquio “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo” aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Confagri – Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal , em colaboração com a Associação dos Agricultores de Trás-os-Montes (AATM) vai realizar um Colóquio subordinado ao tema “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo – Balanço e Perspectivas de Futuro”, no próximo dia 23 de Julho, a partir das 14h30, na Junta de Freguesia de Torre de Moncorvo, no Largo da Corredoura.

Este Colóquio, que se insere no Programa da II Exposição de Empresas, Emprego e Empreendedorismo, a decorrer de 20 a 23 de Julho, tem como objectivo analisar as analisar as dinâmicas de investimento agrícola naquela região, particularmente nos sectores da olivicultura, viticultura e da amêndoa.

Programa

A sessão tem início às 14h30, com a abertura pelo presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, Nuno Gonçalves, seguindo-se o director da AATM, João Barros e a Directora Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Carla Alves.

Às 15h00 tem lugar o colóquio “O Investimento Agrícola da Região de Torre de Moncorvo – Balanço e Perspectivas de Futuro”, com moderação de Francisco Silva, secretário-geral da Confagri e intervenções de Pedro Ribeiro, presidente do IFAP — Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas; Catarina Dias, coordenadora do GAL Douro Superior; Américo Pereira, advogado e agricultor; e Carlos Duarte, director do IDARN — Instituto para o Desenvolvimento Agrário da Região Norte.

Às 16h30 segue-se um debate e às 17h00 a cerimónia de encerramento com João Barros, director da AATM; Comendador Manuel dos Santos Gomes, presidente da Confagri; e Joaquim Barreto, presidente da Comissão de Agricultura e Mar da Assembleia da República.

II Exposição de Empresas, Emprego e Empreendedorismo

Relembre-se que a autarquia de Torre de Moncorvo organiza, de 20 a 23 de Julho, a II Exposição de Empresas, Emprego e Empreendedorismo.

A feira conta com mais de 70 expositores, entre artesãos, produtores de produtos regionais, restauração, expositores de máquinas e equipamentos, armeiros, produtores agrícolas e pecuários que estarão situados no Pavilhão Municipal e no Largo da Corredoura.

Concursos

Destaque para a realização de concursos de pesca ao Achigã, da Raça Churra, Cabra Serrana, Cão de Gado Transmontano e concurso de matilhas.

Haverá também um workshop de iniciação à prova dos vinhos e uma prova e demonstração de amêndoas e amêndoas cobertas.

Demonstração da equipa cinotécnica da GNR

Integrado no programa está ainda um passeio motard, espetáculo motard FreeeStyle, uma aula de zumba, uma demonstração de Kickboxing e exposição e demonstração da equipa cinotécnica da GNR Comando Territorial de Bragança.

Em complemento decorrerão os colóquios “Potencial Turístico do Lúcio nos Lagos do Sabor” em parceria com a Norbass e Clube de Caça e Pesca de Moncorvo, “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo – Balanço e perspectivas de Futuro”, realizado pela Confagri e “O Futuro do Olival e do Amendoal em Trás-os-Montes” da responsabilidade da APPITAD e do Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos.

Gastronomia

O evento conta ainda com uma parte gastronómica onde está inserido o Festival das Migas e do Peixe do Rio, que decorre de 19 a 21 de Julho.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Torre de Moncorvo, Nuno Gonçalves, “sendo Torre de Moncorvo um concelho onde o sector primário, em especial a agricultura e a pecuária têm sido uma alavanca do empreendedorismo, essencialmente jovem, torna-se importante promover os recursos endógenos da região bem como criar sinergias que permitam a articulação entre os diversos agentes locais”.

A II Exposição de Empresas, Emprego e Empreendedorismo é co-organizada pela Câmara Municipal de Torre de Moncorvo e pelo CLDS Moncorvo 3G.

Agricultura e Mar Actual

O post Confagri promove Colóquio “O Investimento Agrícola na Região de Torre de Moncorvo” aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/confagri-promove-coloquio-o-investimento-agricola-na-regiao-de-torre-de-moncorvo/feed/ 0
Produção de cereja pode chegar às 19 mil toneladas. Crescimento de 10% http://agriculturaemar.com/producao-de-cereja-pode-chegar-as-19-mil-toneladas-crescimento-de-10/ http://agriculturaemar.com/producao-de-cereja-pode-chegar-as-19-mil-toneladas-crescimento-de-10/#respond Fri, 19 Jul 2019 13:04:18 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42478 A produção global de cereja deverá situar-se em redor das 19 mil toneladas (10% acima da campanha anterior), sem registo de dificuldades de comercialização. Estas são as previsões do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgadas hoje, 19 de Julho, no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019. Condições meteorológicas favoráveis Segundo …

O post Produção de cereja pode chegar às 19 mil toneladas. Crescimento de 10% aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A produção global de cereja deverá situar-se em redor das 19 mil toneladas (10% acima da campanha anterior), sem registo de dificuldades de comercialização.

Estas são as previsões do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgadas hoje, 19 de Julho, no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019.

Condições meteorológicas favoráveis

Segundo os técnicos do INE, as condições meteorológicas ao longo do ciclo foram favoráveis ao desenvolvimento da cereja, tendo permitido que a maturação decorresse com normalidade, quer nas variedades precoces, quer nas mais tardias.

A precipitação registada na última semana de Junho na Cova da Beira e em Beira Douro e Távora prejudicou alguma produção, podendo ter potenciado o surgimento de situações de rachamento do fruto.

Junho muito frio

Explica o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019 que o mês de Junho caracterizou-se, em termos meteorológicos, como muito frio.

O valor médio da temperatura média do ar, 18,2ºC, foi inferior à normal 1971-2000 em 1,2ºC, tendo sido o Junho mais frio dos últimos 22 anos.

Quanto à precipitação, o mês classificou-se como normal. O valor médio da quantidade de precipitação (23,8mm) correspondeu a cerca de 74% da normal, ainda que com registos muito inferiores no interior do Baixo Alentejo e Algarve.

No final de Junho, e de acordo com o índice meteorológico de seca PDSI, mantém-se a situação de seca meteorológica do final do mês anterior: cerca de 98% do território encontra-se em seca meteorológica (igual valor em Maio), sendo que nas classes mais intensas (extrema e severa) encontra-se 33,9% do território (30,4% em Maio).

Agricultura e Mar Actual

O post Produção de cereja pode chegar às 19 mil toneladas. Crescimento de 10% aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/producao-de-cereja-pode-chegar-as-19-mil-toneladas-crescimento-de-10/feed/ 0
INE prevê menor produtividade na pêra e tem boas perspectivas para o pêssego http://agriculturaemar.com/ine-preve-menor-produtividade-na-pera-e-tem-boas-perspectivas-para-o-pessego/ http://agriculturaemar.com/ine-preve-menor-produtividade-na-pera-e-tem-boas-perspectivas-para-o-pessego/#respond Fri, 19 Jul 2019 11:55:46 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42475 O vingamento irregular nas pereiras diminui a produtividade desta cultura, refere o Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019. A produtividade deverá diminuir 10%, face a 2018. Quanto às macieiras, de um modo geral, a floração/vingamento decorreu com condições meteorológicas favoráveis. No entanto, nas duas …

O post INE prevê menor produtividade na pêra e tem boas perspectivas para o pêssego aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
O vingamento irregular nas pereiras diminui a produtividade desta cultura, refere o Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019. A produtividade deverá diminuir 10%, face a 2018.

Quanto às macieiras, de um modo geral, a floração/vingamento decorreu com condições meteorológicas favoráveis. No entanto, nas duas principais zonas produtoras, a evolução tem sido díspar.

Na Beira Douro e Távora prevê-se um aumento significativo da produtividade face à anterior campanha, estando a decorrer a monda manual de frutos (após a monda química) para obter frutos de maior calibre.

No Alto Oeste, o rendimento unitário deverá diminuir 10% face a 2018, com uma menor carga. Globalmente, prevê-se que a produtividade seja próxima das 22 toneladas por hectare, 9% acima da média do último quinquénio.

Pêra com queda de 10%

Quanto à pêra, com cerca de 90% da produção concentrada no Oeste, confirma-se a irregularidade do vingamento, sobretudo devido às baixas temperaturas nocturnas e à precipitação ocorridas em Abril naquela região, que também conduziram à queda de frutos vingados. A produtividade deverá diminuir 10%, face a 2018.

Pêssego

Já nos pessegueiros, a carga de frutos é superior à da campanha anterior, confirmando-se a indicação de que a colheita deverá ser antecipada em, pelo menos, uma semana em relação ao habitual. A produtividade estimada ultrapassa as 13 toneladas por hectare, o que, a verificar-se, será a maior dos últimos trinta e três anos.

Agricultura e Mar Actual

O post INE prevê menor produtividade na pêra e tem boas perspectivas para o pêssego aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/ine-preve-menor-produtividade-na-pera-e-tem-boas-perspectivas-para-o-pessego/feed/ 0
INE: Campanha do tomate para a indústria decorre com normalidade http://agriculturaemar.com/ine-campanha-do-tomate-para-a-industria-decorre-com-normalidade/ http://agriculturaemar.com/ine-campanha-do-tomate-para-a-industria-decorre-com-normalidade/#comments Fri, 19 Jul 2019 11:30:58 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42468 Os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) dizem que a plantação do tomate para a indústria concluiu-se no início de Junho, tendo decorrido sem incidentes. Oídio Segundo o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, o desenvolvimento vegetativo tem sido regular, sendo que as condições meteorológicas têm obrigado a uma intensificação dos …

O post INE: Campanha do tomate para a indústria decorre com normalidade aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) dizem que a plantação do tomate para a indústria concluiu-se no início de Junho, tendo decorrido sem incidentes.

Oídio

Segundo o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, o desenvolvimento vegetativo tem sido regular, sendo que as condições meteorológicas têm obrigado a uma intensificação dos tratamentos antifúngicos, nomeadamente para a prevenção do oídio.

Tal como na campanha anterior, registam-se focos localizados de Fusarium sp. e Pythium sp., fungos responsáveis por doenças vasculares e radiculares.

Manutenção da produtividade

As previsões do INE apontam para a manutenção da produtividade da campanha anterior (semelhante à média dos últimos cinco anos).

Também para o girassol se prevê um rendimento unitário próximo do alcançado em 2018 que, recorde-se, foi o mais elevado da série 1986-2018.

Junho muito frio

Explica o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019 que o mês de Junho caracterizou-se, em termos meteorológicos, como muito frio.

O valor médio da temperatura média do ar, 18,2ºC, foi inferior à normal 1971-2000 em 1,2ºC, tendo sido o Junho mais frio dos últimos 22 anos.

Quanto à precipitação, o mês classificou-se como normal. O valor médio da quantidade de precipitação (23,8mm) correspondeu a cerca de 74% da normal, ainda que com registos muito inferiores no interior do Baixo Alentejo e Algarve.

No final de Junho, e de acordo com o índice meteorológico de seca PDSI, mantém-se a situação de seca meteorológica do final do mês anterior: cerca de 98% do território encontra-se em seca meteorológica (igual valor em Maio), sendo que nas classes mais intensas (extrema e severa) encontra-se 33,9% do território (30,4% em Maio).

Ver também:

Falta de humidade do solo leva a produção forrageira inferior ao habitual

Previsões agrícolas do INE: quedas de 10% no trigo e cevada. Arroz e batata crescem 5%

Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo

Colheita da batata confirma aumentos de produtividade de 5%

Agricultura e Mar Actual

O post INE: Campanha do tomate para a indústria decorre com normalidade aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/ine-campanha-do-tomate-para-a-industria-decorre-com-normalidade/feed/ 1
Colheita da batata confirma aumentos de produtividade de 5% http://agriculturaemar.com/colheita-da-batata-confirma-aumentos-de-produtividade-de-5/ http://agriculturaemar.com/colheita-da-batata-confirma-aumentos-de-produtividade-de-5/#respond Fri, 19 Jul 2019 11:01:25 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42465 O início da apanha da batata de regadio vem confirmar um aumento na produtividade (+5%, face à campanha anterior), que ocorreu também na batata de sequeiro, com a colheita já terminada em alguma regiões. Quem o diz são os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – …

O post Colheita da batata confirma aumentos de produtividade de 5% aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
O início da apanha da batata de regadio vem confirmar um aumento na produtividade (+5%, face à campanha anterior), que ocorreu também na batata de sequeiro, com a colheita já terminada em alguma regiões.

Quem o diz são os técnicos do Instituto Nacional de Estatística (INE) no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019.

A incidência de doenças baixou consideravelmente com a realização dos tratamentos fitossanitários preventivos, principalmente anti-míldios. O calibre é regular, ainda que em algumas zonas de produção (principalmente no interior Norte) se tenham colhido tubérculos com menor calibre.

Rendimento unitário do arroz semelhante ao da campanha anterior

No arroz as sementeiras iniciaram-se na segunda quinzena de Abril e já se encontram concluídas, tendo decorrido sem problemas assinaláveis.

As germinações foram regulares, com bons povoamentos e ausência de infestantes, tendo a falta de temperatura impedido um desenvolvimento mais rápido e sustentado.

As primeiras previsões do INE apontam para a manutenção da produtividade da campanha anterior, quando a maioria das searas ainda se encontra na fase de início de afilhamento.

Agricultura e Mar Actual

O post Colheita da batata confirma aumentos de produtividade de 5% aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/colheita-da-batata-confirma-aumentos-de-produtividade-de-5/feed/ 0
Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo http://agriculturaemar.com/superficie-de-milho-diminui-pelo-quinto-ano-consecutivo/ http://agriculturaemar.com/superficie-de-milho-diminui-pelo-quinto-ano-consecutivo/#respond Fri, 19 Jul 2019 10:21:19 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42461 As sementeiras de milho iniciaram-se em meados de Abril e estão praticamente concluídas, revela hoje, 19 de Julho, o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, do  Instituto Nacional de Estatística (INE). A superfície desta cultura deverá diminuir 5% face à instalada em 2018, mantendo a tendência de diminuição dos últimos cinco …

O post Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
As sementeiras de milho iniciaram-se em meados de Abril e estão praticamente concluídas, revela hoje, 19 de Julho, o Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Julho de 2019, do  Instituto Nacional de Estatística (INE).

A superfície desta cultura deverá diminuir 5% face à instalada em 2018, mantendo a tendência de diminuição dos últimos cinco anos (período que registou uma variação anual média de -5,7%).

Acrescentam os técnicos do INE que, exceptuando algumas zonas do Baixo Vouga, onde houve a necessidade de ressemear devido a ataques de alfinete, a germinação e o desenvolvimento inicial decorreram sem problemas.

No entanto, as baixas temperaturas de Junho atrasaram o desenvolvimento vegetativo das searas, que actualmente apresentam pouco vigor, situação perfeitamente reversível com o expectável aumento das temperaturas e insolação nos próximos meses.

Reduções generalizadas na produtividade dos cereais de Inverno

Quanto às culturas cerealíferas de Outono-Inverno encontram-se em plena maturação, tendo-se já iniciado a colheita.

As searas de sequeiro encontram-se rasteiras devido às elevadas temperaturas e escassa precipitação do mês de Março, que interromperam os processos de desenvolvimento vegetativo e induziram um espigamento precoce, com reflexos nas produtividades potenciais.

Prevêem-se reduções generalizadas nos rendimentos unitários destas culturas (excepto no centeio que, sendo produzido maioritariamente no interior Norte e Centro, não foi sujeito a condições meteorológicas tão adversas).

Estimam-se diminuições de 10% no trigo e cevada e de 15% no triticale e aveia.

De referir que, face à menor produção forrageira, algumas áreas de aveia inicialmente destinadas à produção de grão foram desviadas para feno ou fenossilagem.

Agricultura e Mar Actual

O post Superfície de milho diminui pelo quinto ano consecutivo aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/superficie-de-milho-diminui-pelo-quinto-ano-consecutivo/feed/ 0
InvestBraga assina protocolo com Fundación Semana Verde da Galicia para agropecuária http://agriculturaemar.com/investbraga-assina-protocolo-com-fundacion-semana-verde-da-galicia-para-agropecuaria/ http://agriculturaemar.com/investbraga-assina-protocolo-com-fundacion-semana-verde-da-galicia-para-agropecuaria/#respond Fri, 19 Jul 2019 10:15:28 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=42507 Estreitar laços e alargar a participação da actividade internacional. Estes são os princípios que estão subjacentes ao acordo de colaboração assinado entre a InvestBraga e a Fundación Semana Verde da Galicia, nas instalações do Altice Forum Braga. O objectivo deste protocolo de colaboração é promover as actividades no sector agropecuário nos dois lados da fronteira, …

O post InvestBraga assina protocolo com Fundación Semana Verde da Galicia para agropecuária aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Estreitar laços e alargar a participação da actividade internacional. Estes são os princípios que estão subjacentes ao acordo de colaboração assinado entre a InvestBraga e a Fundación Semana Verde da Galicia, nas instalações do Altice Forum Braga.

O objectivo deste protocolo de colaboração é promover as actividades no sector agropecuário nos dois lados da fronteira, através do estabelecimento de parcerias em feiras, salões e eventos organizados tanto pela InvestBraga como pela Fundación Semana Verde da Galicia.

Objectivos e interesses comuns

Carlos Silva, administrador da InvestBraga, explica os motivos que levaram a instituição bracarense a firmar este acordo com a Fundación Semana Verde da Galicia: “Temos objectivos e interesses comuns. Queremos criar sinergias que nos permitam trazer, para a cidade e para o norte do país, mais empresas espanholas e pessoas às feiras da InvestBraga. O sector da agropecuária é muito forte em ambas regiões e este convénio trará frutos muito interessantes”.

A mesma opinião é partilhada por José Coutinho, director-geral da Área de Feiras e Congressos da InvestBraga: “Este protocolo já teve a sua prática na AGRO e na Feira Internacional Semana Verde de Galicia em Silleda. É o início de uma colaboração que será boa para as duas partes, porque trará mais expositores e mais galegos às nossas feiras”.

Produção de leite

Do lado da Fundación Semana Verde da Galicia, o presidente Alfonso Rueda Valenzuela sublinha que este acordo permite “complementar a relação que já começou na edição deste ano da Agro e da Feira Semana Verde. A experiência que tivemos foi boa, porque nos últimos dois anos da edição desta feria o número de expositores portugueses duplicou. A promoção destas feiras é sobretudo pensada nas relações económicas que se criam. A Galiza é a região com a maior produção de leite em todo o território de Espanha, logo estes espaços são um excelente escaparate para essa produção”.

As vantagens desta parceria são também sublinhadas por Ricardo Rodriguez, director-geral, afirmando que “estes convénios convertem-se normalmente em mais ingressos. Aumentam a internacionalização e a colaboração entre mercados próximos. É um caminho que temos que percorrer, porque sempre que estabelecemos este tipo de convénios, as relações ficam mais próximas. É como assinar com um sócio que se transforma em amigo, que se transforma numa estreita e profícua relação entre o Norte de Portugal e a Galiza”.

AGRO

Recorde-se que o acordo prevê que cada uma das partes ceda espaço e stand ao parceiro na sua feira que, neste caso, são as feiras AGRO – Feira Internacional de Agricultura, Pecuária e Alimentação e a Feira Internacional Semana Verde da Galiza. O acordo de parceria prevê ainda que a Fundación e a InvestBraga possam apresentar-se perante potenciais clientes, expositores e terceiros relacionados com a actividade, assim como perante potenciais entidades e instituições patrocinadoras ou colaboradoras, enquanto colaboradoras uma da outra, com exclusividade para todas as actividades ligadas ao sector agropecuário.

Agricultura e Mar Actual

O post InvestBraga assina protocolo com Fundación Semana Verde da Galicia para agropecuária aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/investbraga-assina-protocolo-com-fundacion-semana-verde-da-galicia-para-agropecuaria/feed/ 0