Início / Agricultura / FairFruit investe 10 milhões em unidade de transformação de fruta em Beja

FairFruit investe 10 milhões em unidade de transformação de fruta em Beja

A FairFruit Portugal, de origem suíça, vai instalar no concelho de Beja uma unidade agro-industrial de transformação de fruta – desidratação, congelação e corte – e outra de embalamento de fruta de primeira categoria para o mercado fresco. Um investimento superior a 10 milhões de euros que vai criar cerca de 35 postos de trabalho anuais e cerca de 150 postos de trabalho sazonais, numa primeira fase.

O protocolo de cedência de 10.400 m2, na zona de acolhimento empresarial da Horta de São Miguel, foi assinado hoje, 27 de Abril, na Ovibeja, pelo presidente da Câmara Municipal de Beja, João Rocha, e pelo director-geral da FairFruit Portugal, João Serrano. Na cerimónia de assinatura de protocolo esteve também presente o CEO do Grupo FairFruit, Pascal Rene Felley.

Segundo fonte autárquica, está previsto que a laboração da unidade agro-industrial seja alargada a frutos de todas as épocas, através de parcerias com empresas produtoras, de modo a contornar a sazonalidade da produção.

A Câmara Municipal de Beja considera este investimento “prioritário pela criação de emprego e pelo impulso à economia local”.

No Alentejo desde 2013

A FairFruit Portugal está no Alentejo desde 2013, em Serpa, onde tem uma parceria com a Biodamasco para a produção de frutos biológicos. Em 2015, em Beja, entra no plantio de 74 hectares de cultivo integrado de damasco, nectarina e pêssego, que dará as primeiras colheitas em 2018. A empresa produz já cerca de 600 mil litros de azeite por ano.

A FairFruit Portugal foi criada com o objectivo de “harmonizar a listagem dos produtos portugueses”, assegurando a “segurança da fileira de exportação dos produtos portugueses desde os campos aos supermercados”. A filial portuguesa trabalha em colaboração com a sua associada francesa, FairFruit International, no que diz respeito à comercialização de azeite português em França.

Com sede na Suíça, o grupo centraliza todos os dados comerciais, qualidade e logística das suas filiais e novos projectos. Mas, foi na Hungria que tudo começou, em 1997, com o grupo a comercializar frutos sob a marca Balaton Fruit Ltd.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

APDL promove simulacro de colisão entre barco Rabelo e Navio-Hotel no Douro

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) vai realizar o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.