Início / Pecuária / Aves e Ovos / Exportações de ovos nacionais aumentaram com contaminação com fipronil

Exportações de ovos nacionais aumentaram com contaminação com fipronil

A detecção de ovos com fipronil, noutros Estados-membros, favoreceu a exportação de ovos nacionais, o que originou uma subida do preço à produção. Consequentemente, o valor da produção deverá aumentar 24,0%, avança a primeira estimativa das Contas Económicas da Agricultura (CEA) para 2017 do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Para 2017, os analistas do INE estimam um ligeiro aumento da produção de ovos em volume (+0,9%), parcialmente devido ao acréscimo na produção de ovos de galinhas criados no solo (em vez de pavilhão).

Os preços de base deverão aumentar substancialmente (+22,9%), após uma diminuição de 14,8% em 2016.

Contaminação com fipronil

Relembre-se que a Comissão Europeia confirmou a 11 de Agosto, que ovos contaminados com fipronil foram detectados em 15 países da União Europeia, na Suíça e em Hong Kong. Portugal não foi afectado.

Na UE, as detecções ocorreram na Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, França, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Polónia, Reino Unido, Roménia e Suécia, precisou um porta-voz da Comissão.

O fipronil está autorizado em explorações agropecuárias para eliminar piolhos e pulgas em galinheiros, entre outras aplicações. Segundo as investigações, tudo indica que o uso deste insecticida, por si só ou em combinação com outros produtos para melhorar a sua eficácia, terá causado esta contaminação. O pesticida deverá ter penetrado no interior dos ovos devido à porosidade natural da sua casca.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Ana Paula Vitorino: nova ligação por ferry entre Funchal e Portimão assegura “princípio da continuidade territorial”

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, esteve esta terça-feira, 17 de Julho, no Porto …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.