Início / Economia / Exportações fecham 2017 a crescer 0,1%. Importações diminuíram 0,8%

Exportações fecham 2017 a crescer 0,1%. Importações diminuíram 0,8%

As exportações e as importações de bens, em Dezembro de 2017, registaram variações homólogas nominais de, respectivamente, +0,1% e -0,8%, desacelerando ambas face ao mês anterior (+11,6% e +10,4% em Novembro de 2017, pela mesma ordem).

Divulga hoje, 9 de Fevereiro, o Instituto Nacional de Estatística (INE) que, excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as exportações diminuíram 0,5% e as importações cresceram 1,3% (respectivamente +12,5% e +7,8% em Novembro de 2017).

O défice da balança comercial de bens foi de 1.382 milhões de euros em Dezembro de 2017, o que representa um decréscimo de 51 milhões de euros face ao mês homólogo de 2016. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes a balança comercial atingiu um saldo negativo de 1.088 milhões de euros, correspondente a um aumento do défice de 79 milhões de euros em relação ao mesmo mês de 2016.

4º trimestre de 2017

No quarto trimestre de 2017, as exportações e as importações de bens aumentaram respectivamente 8,3% e 10,0% face ao período homólogo.

No conjunto do ano de 2017 as exportações de bens aumentaram 10,1% (+0,8% em 2016) e as importações de bens cresceram 12,5% (+1,5% em 2016), relativamente ao ano anterior, tendo o défice da balança comercial de bens aumentado 2 622 milhões de euros. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as exportações e as importações cresceram respectivamente 9,1% e 10,7% em 2017 (+2,3% e +5,1% em 2016).

Resultados globais

Em Dezembro de 2017, em termos das variações homólogas mensais, as exportações cresceram 0,1% (+11,6% em Novembro de 2017), devido ao aumento de 2,3% registado nas exportações para os países Intra-UE (+15,8% em Novembro de 2017), dado que no Comércio Extra-UE se verificou uma diminuição de 5,0% (+0,2% em Novembro de 2017).

As importações diminuíram 0,8% (+10,4% em Novembro de 2017), em resultado da redução de 11,1% registada nas importações provenientes de países Extra-UE, uma vez que as importações Intra-UE aumentaram 2,6% (respectivamente +18,1% e +8,5% em Novembro de 2017).

Excluindo os Combustíveis e lubrificantes e em termos homólogos, em Dezembro de 2017 as exportações decresceram 0,5% e as importações aumentaram 1,3% (respetivamente +12,5% e +7,8% em novembro de 2017).

A desaceleração das exportações e das importações reflecte, em parte, o efeito de calendário, com menos dois dias úteis em relação ao período homólogo e menos três dias úteis em relação a Novembro de 2017.

Em Dezembro de 2017, em relação às variações face ao mês anterior, as exportações diminuíram 21,9% e as importações decresceram 10,5%, sobretudo devido ao comportamento do Comércio Intra-UE em ambos os fluxos.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Jorge Tomás Henriques reeleito para novo mandato à frente da FIPA

Jorge Tomás Henriques foi reeleito presidente da FIPA – Federação das Indústrias Portuguesas Agro-alimentares nas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *