Início / Agricultura / Europeias. Nós, Cidadãos defende mais dinheiro da UE para reforma da política agrícola

Europeias. Nós, Cidadãos defende mais dinheiro da UE para reforma da política agrícola

Paulo Morais é o cabeça de lista do Nós, Cidadãos às eleições europeias de 26 de maio de 2019. O partido, que se diz centrista, defende a alocação de recursos suficientes no orçamento da União para “proteger a natureza, realizar a transição da gestão das pescas para a conservação dos oceanos, reformar radicalmente a sua política agrícola, reverter a desflorestação global e apoiar a restauração dos ecossistemas”. Mas, não explica como.

O objectivo do Nós, Cidadãos é “travar a perda de biodiversidade e acabar com a sobrepesca e a desflorestação”.

Economia azul

No que diz respeito ao mar, a lista liderada por Paulo Morais afirma que, pela sua “localização geo-estratégica privilegiada e pela extensão da plataforma continental portuguesa, Portugal tem de assegurar a oportunidade para o acesso e sucesso de uma economia azul que seja simultaneamente circular e sustentável, através da potenciação do valor económico das actividades relacionadas com o mar e com os seus recursos.

Ao nível da União Europeia, Portugal tem “um papel importante na exploração da plataforma atlântica e deverá a todos os níveis garantir a protecção da biodiversidade marítima, proteger o mar da poluição, acabar com a sobre-exploração de recursos e assegurar a sustentabilidade do sector das pescas”, acrescenta o programa do Nós, Cidadãos.

Economia circular

A lista liderada por Paulo Morais quer garantir que as “medidas ambiciosas já previstas pela União Europeia em medida de economia circular sejam efectivamente implementadas a nível do mercado único e de Portugal”.

“Há que lutar pela defesa dos nossos recursos naturais, pelo fim do desperdício e pela reutilização de bens e serviços passíveis de continuarem a ser activos do mercado único. Continuaremos a pugnar pelo cumprimento rigoroso das metas estabelecidas no protocolo de Paris e na promoção dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável e da Agenda 2030”, refere o programa do partido.

Europa um líder mundial em emissões zero

Para o partido, o próximo Parlamento Europeu deverá ainda regulamentar para eliminar a poluição, ruídos e emissões de CO2, em particular através de uma estratégia que torne a Europa um líder mundial em emissões zero e em transporte partilhado alimentado por electricidade limpa e renovável.

“Refugiado climático/migrante ambiental”

Outra das pretensões do Nós, Cidadãos passa por “lutar pela definição de “refugiado climático/migrante ambiental” e dos direitos destes cidadãos que têm de deslocar a sua residência para sua sobrevivência e sustento, devido aos efeitos de eventos climáticos extremos adversos (seca, cheias, incêndios, desertificação).

Pode ler as linhas programáticas do Nós, Cidadãos aqui.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Ana Paula Vitorino defende Porto de Sines como peça-chave na relação Portugal-China

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, esteve esta quarta-feira, 22 de Maio, na Conferência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.