Início / Agricultura / Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica aprovada em Conselho de Ministros

Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica aprovada em Conselho de Ministros

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica e o Plano de Acção para a produção e promoção de produtos agrícolas e géneros alimentícios biológicos foi hoje, 8 de Junho, aprovada em Conselho de Ministros.

Segundo o Executivo, com esta medida dá-se assim “cumprimento ao previsto no Programa de Governo”. A Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica e o Plano de Acção para a produção e promoção de produtos agrícolas e géneros alimentícios biológicos visam “reforçar a dimensão económica e competitividade da actividade de produção agrícola biológica, estimulando a oferta e o consumo de produtos biológicos a nível nacional e fomentando a sua exportação”, refere o comunicado do Conselho de Ministros.

É ainda criado o Observatório Nacional da Produção Biológica que tem como principais funções avaliar e apresentar propostas de revisão da Estratégia Nacional para a Agricultura Biológica.

Espécies em perigo de extinção

O Conselho de Ministros aprovou também o diploma que estabelece novas regras que permitem tornar mais eficaz a aplicação em território nacional da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies de Fauna e Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção. Este, reforça também os poderes de fiscalização das entidades envolvidas no cumprimento da Convenção, além de rever o quadro sancionatório aplicável.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Nuno Russo: “a informação permitirá valorizar o que produzimos”

Partilhar            O secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo, participou, ontem, 26 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.