Início / Agricultura / Estados Unidos, Canadá e China, as apostas estratégicas dos vinhos portugueses em 2018
Photo by Messe Duesseldorf

Estados Unidos, Canadá e China, as apostas estratégicas dos vinhos portugueses em 2018

A fileira do vinho de Portugal irá investir 13 milhões de euros, em 2018, na promoção internacional, cabendo à ViniPortugal cerca de 6,5 milhões de euros, dos quais 24 por cento serão destinados aos Estados Unidos, principal destino das exportações dos vinhos portugueses. Canadá, China, Rússia, Suíça e Polónia são outros dos 14 mercados prioritários em foco na estratégia promocional, que tem a marca “Wines of Portugal” como chancela.

A realização pela primeira vez de uma prova “Wines of Portugal” na Rússia é uma das novidades da estratégia promocional para o próximo ano. A ViniPortugal vai dinamizar 21 provas de vinhos, havendo um alargamento a novas cidades da Polónia e da Suíça, bem como a Macau comparativamente ao plano desenvolvido em 2017.

O “Plano Sectorial de Marketing e Promoção” para 2018, dado a conhecer no Fórum Anual dos Vinhos Portugueses, que decorreu no dia 29 de Novembro na Curia, inclui diferentes iniciativas: eventos B2B; provas de vinho adaptadas a cada mercado; realização de feiras e festivais para consumidores no Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e Suécia; acções de formação e educação para profissionais do sector da hotelaria e restauração; comunicação digital; publicidade; patrocínios; e iniciativas de relações públicas dirigidas a decisores e influenciadores.

EUA na mira

Os Estados Unidos constituem um dos principais mercados importadores de vinhos portugueses, registando um crescimento composto anual de 9,2% em volume das importações de vinho português no período entre 2011 e 2016. O top 10 dos principais mercados de destino dos vinhos portugueses inclui países como França, Reino Unido, Alemanha, Canadá, Bélgica, Países Baixos, Angola e Suíça. Estes mercados representam 63,5 por cento das exportações totais em volume e 73% em valor.

Analisando os dados disponibilizados pelo Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) durante o Fórum Anual dos Vinhos de Portugal 2017, destaca-se a recuperação em 2017 do desempenho dos mercados de Angola e do Brasil face ao ano transacto. Angola registou em 2017 um crescimento de 102,2% em volume e de 99,4% em valor, enquanto o Brasil cresceu 55,2% em volume e 60,2% em valor no mesmo período.

Destaque ainda para o desempenho do Canadá, que se tem vindo a consolidar como um destino em afirmação para os vinhos portugueses, atingindo no período em análise um crescimento de 6,6% em volume e de 10,7% em valor.

Uma nota final para a procura dos vinhos portugueses por parte da China, em linha com as alterações das tendências de consumo de vinho neste país asiático. Em 2016 a China representou 2,6% em volume e 2,5% em valor das exportações nacionais. Tanto o Canadá como a China apresentam perspectivas de crescimento animadoras para os vinhos portugueses em volume, valor, preço médio e consumo per capita.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

CEPAAL mostra Azeite do Alentejo a bloggers e jornalistas estrangeiros

O Azeite do Alentejo vai estar em destaque esta semana durante uma visita de bloggers …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *