Início / Agricultura / Espanha. 100.000 caçadores pedem respeito e fim da impunidade nas redes sociais

Espanha. 100.000 caçadores pedem respeito e fim da impunidade nas redes sociais

Os caçadores espanhóis saíram para as ruas no domingo, 15 de Abril. Manifestaram-se em 40 capitais de província para defender o sector cinegético e reclamar ao governo medidas para pôr fim à escalada de insultos, agressões e ataques que dizem sofrer.

As concentrações, convocadas pela Real Federação Espanhola de Caça (RFEC) e todas as federações autonómicas, contaram com o apoio e participação dos principais partidos políticos (PP, C’s, PSOE, VOX) e de todas as organizações do mundo rural (agricultores, pecuários, pesca, florestal).

O grupo, formado por mais de um milhão de caçadores, reivindica o seu direito a praticar uma caça ética e sustentável e pede às Administrações Públicas sensibilidade face aos seus problemas e necessidades.

Conservação das espécies

Fonte da Real Federação frisa que a actividade cinegética é a chave para o desenvolvimento económico e social do mundo rural, da conservação das espécies, do meio ambiente e da biodiversidade, segundo múltiplos organismos internacionais, incluindo a Comissão Europeia.

Na manifestação de Madrid, o presidente da RFEC, Ángel López Maraver, afirmou que “o governo tem que tomar medidas, como a reforma do Código Penal, para acabar com a impunidade nas redes sociais por parte de grupos radicais que se amparam no anonimato e na liberdade de expressão para atacar de forma indiscriminada todo o grupo” e exortou os assistentes a reivindicar o seu direito a caçar, “como actividade legal e regulada”.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

D. Dinis Business School tem Pós-Graduação de Agrobusiness

A D. Dinis Business School está a promover uma  Pós-Graduação de Agrobusiness, com início a 15 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.