Início / Agricultura / Diminuição da área instalada leva a menor produção de tomate para indústria e girassol

Diminuição da área instalada leva a menor produção de tomate para indústria e girassol

A colheita de tomate para a indústria iniciou-se apenas na segunda quinzena de Agosto (cerca de um mês mais tarde face à campanha anterior), tendo-se concluído na primeira semana de Outubro. A produção deverá rondar as 1,23 milhões de toneladas, -26% do que a de 2017, essencialmente devido à redução da área plantada. Estes são os dados das previsões agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 31 de Outubro.

Tomate com parâmetros de qualidade elevados

O tomate foi entregue nas unidades transformadoras com parâmetros de qualidade elevados (bom estado sanitário, grau Brix elevado e teor de licopenos adequado à transformação industrial).

Girassol com maior produtividade

No girassol a colheita também ficou concluída durante o mês de Outubro. Ao longo do ciclo, os povoamentos, mesmo os de sequeiro, apresentaram bom aspecto vegetativo, registando-se produtividades consideravelmente superiores às da campanha anterior.

No entanto, e face à forte diminuição da área semeada (-20%, essencialmente devido à descida do preço pago pela indústria), a produção deverá fixar-se nas 19 mil toneladas, o que representa uma diminuição de 10% em relação a 2017.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Estenfiliose da pêra rocha: conídios por pomar diminuem em todos os pomares monitorizados pelo INIAV

O INIAV — Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, como coordenador do Grupo de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.