Início / Apoios e Oportunidades / DGRM faz formação a inspectores de pesca de São Tomé e Príncipe

DGRM faz formação a inspectores de pesca de São Tomé e Príncipe

A Direcção-geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM), no quadro da cooperação bilateral entre Portugal e São Tomé e Príncipe, ministrou uma formação a inspectores das pescas daquele país, numa acção que decorreu durante três semanas no território português.

A formação incidiu sobre uma componente teórica durante uma semana e uma parte prática durante duas semanas. A componente teórica decorreu nas instalações da DGRM e abordou essencialmente os processos de contra-ordenação, instrução e decisão. Já a componente prática decorreu em ambiente real, através de acções de inspecção em mar, com a primeira semana a acontecer no espaço marítimo algarvio e a segunda semana no espaço marítimo ocidental Norte.

“Os formandos enalteceram a qualidade da formação realizada e consideraram os conteúdos ministrados e as acções em ambiente real de grande relevância para a melhoria do exercício de fiscalização das pescas no seu espaço marítimo”, diz fonte da DGRM.

São Tomé e Príncipe é rico em espécies pelágicas

Recorde-se que o mar de São Tomé e Príncipe é rico em espécies pelágicas e também em espécies migratórias, tais como o espadarte e várias espécies de atuns.

A DGRM tem como missão o desenvolvimento da segurança e dos serviços marítimos, incluindo o sector marítimo-portuário, a execução das políticas de pesca, da aquicultura, da indústria transformadora e actividades conexas, a preservação e conhecimento dos recursos marinhos, bem como garantir a regulamentação e o controlo das actividades desenvolvidas nestes âmbitos.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

10 Factos que deve saber sobre um agricultor

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola QUANTOS …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.