Início / Agricultura / Detentores de galinhas poedeiras têm de as declarar em Fevereiro
galinha 002

Detentores de galinhas poedeiras têm de as declarar em Fevereiro

Este mês de Fevereiro, decorre mais um período obrigatório de Declarações de Existências de Galinhas Poedeiras, conforme Aviso da Direcção Geral de Alimentação e Veterinária. Todos os detentores de galinhas poedeiras ficam obrigados a declarar os efectivos que possuam, referidos ao dia 1 de Fevereiro.

A declaração de existências poderá ser efectuada directamente pelo produtor através do seguinte endereço de internet https://avidec.dgav.pt, ou em alternativa em qualquer departamento dos Serviços de Alimentação e Veterinária Regionais (DSAVR).

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Wood-Technology Conference

14ª Wood-Technology Conference junta indústria da transformação da madeira na Croácia

A 14ª Wood-Technology Conference, principal evento ligado à indústria de transformação de madeira na região …

39 comentários

  1. Fernando Ramos

    Digam-me que é uma brincadeira…
    É que se não for, a seguir estão a pedir uma declaração de quantidade de ovos que as galinhas metem, para dedução no IRS… Afinal de contas uma pessoa que tenha galinhas poedeiras em casa está a fazer concorrência aos hipermercados e possivelmente a vender sem passar recibos…

    A sério que as pessoas não vão fazer nada?
    Olha, fica aqui a ideia, espalhem-na nos vossos faces, lançar esse ovos ao Primeiro Ministro e ao Ministro da Agricultura… Se possível injectem tinta dentro deles…

    • CarlosCaldeira

      Bom dia. Sim, segundo a lei em vigor o mesmo se passa com os bovinos, ovinos e caprinos, mesmo que seja para auto-consumo. Este processo iniciou-se em 2006 e tem como objectivo prevenir tanto a doença das vacas loucas como a gripe das aves.

      • Sim sim… por acaso, de que género é essa prevenção??? Tens não sei quantas galinhas, pagas um x por cada uma “com o objectivo de prevenir a gripe das aves como diz” e depois ninguem aparece para verificar se realmente os animais estão doentes ou não, o que conta é que o dinheiro já está do outro lado e alguem já o meteu ao bolso… cambada de chulos, vão mas é combater a cambada de galos e galinhas loucas que estão no poleiro da assembleia da república! CHULOS, CORRUPTOS……… AI COSTA, A VIDA COSTA!!! Nunca me enganaste!!!!!!

        • CarlosCaldeira

          A lei já vem de 2006, do governo de José Sócrates. Pode verificar o manual do utilizador aqui: https://avidec.dgav.pt/DEA.pdf
          Tudo começou com o Decreto-Lei 142/2006.

        • Nuno Ferreira

          Oh Fernando, não seja parvo!

        • O mal deste país são pessoas deste calibre, que não fazem a mais pequena ideia do que estão a falar e mesmo assim não se inibem. Que, na realidade, só precisa de um motivo para dizer mal do que é da praxe, sem qualquer intervenção activa e útil na sociedade a esse respeito.
          “Muitos se preocupam em falar de boca cheia mas poucos se preocupam em fazê-lo de cabeça vazia”.
          Não polua as hipóteses de outras pessoas se informarem com frases de bolso que nem fundo de verdade têm.

      • Portugal é uma pais condenado a Miséria,está acção é um atentado a Humanidade ,Sempre criamos Galinhas e agora …! Uma lei que BASTARDA sem bases Humanas. Os Governos Europeus estão falidos e obsoletos já não vão mais a lado algum …..Os Europeus abandonaram a lógica do desenvolvimento Humano …e estão a contribuir para mais fome e miséria no Mundo.

        Agora com está lei podemos esperar para o futuro um Portugal mais dependente de outros países ,Eu como Brasileiro acho se os Portugueses estão a perseguir Miséria que Persiga a Miséria só , O Brasil deve impor taxas mais altas a exportação a produtos alimentares enviados para Europa .

        A Europa com está lógica vai conduzir o Produtor a desistir de criar galinhas e tudo mais , e depois a conta da Inflação das Brincadeiras e os devaneios europeus vão para os Países Pobre do Mundo . Volta a reafirmar os países produtores de carne e aves mediante a tal atentado contra a Humanidade devem taxar as exportações e deixar as carnes mais caro para o Mercado Europeu ….

        Se Os Portugueses gostam de serem BURROS que paguem o preso da Burrice interna sozinhos e não transfiram a vossas burrice para o Mundo …..Portugal Pode ter certeza que ira pagar mais caro pelos ovos pela carne ……

    • Acho muito bem pois temos que levar em contra que ha gente que fica milionario a vender ovos, como foi o caso da filha do presidente de Angola.E com tantos Ricos que foram para o governo sem uma quinhenta, quem sabe se com os ovos tambem ficaram ricos, temos que parar com o enriquecimento ilicito.

    • Meu caro não sei qual é a admiração de ter que declarar o que tem de animais a direcção geral de veterinária sempre se fez e sempre se fará serve o propósito de em caso de pandemia se saber o que se têm para prevenir como declarar os poços e furos para se saber o regime de aguas mas como não percebe nada ou não tem necessidade de saber sabe bem dizer mal do que se ignora

      • Manuel Mesquita

        A pandemia está na tua cabeça e na de quem te manipula, abre a pestana. Só queres a cabeça para enfeite.

    • Carlos Ferreira

      Meter-lhes mas era os ovos pelo buraco do _ú acima…

    • Manuela Martins

      Também eu estou incrédula, mas permita-me uma correção: esta lei já vem de governos anteriores, suponho que desde 2012 ( Direção Geral da Alimentação e Veterinária, suponho, Despacho N.º 2031 / 2012) . Portanto, os autores desta ideia brilhante foram os senhores que estiveram no poleiro antes dos que por lá agora cantam de galo…
      Dizem que é para controlar a doença das aves….huuummmmm…que estranho…E porquê só as poedeiras? O resto da bicharada da capoeira está imune à gripe das aves? Isto tem água no bico, ai tem, tem.

  2. jose luis campos

    quando vim para portugal pensava que era um pais facil de viver agora vejo que e um pais muito complicado mesmo para ter uma galinha é preciso declara-la qualquer dia para mijar e cagar tem que se pedir autorisaçao onde esta a democracia????????? isto é os lobis dos fabricantes de ovos por isso digo a todos os portuguese que nao se deichem levar na brincadeira eles nao teem direito de proibir uma pessoa de deter galinhas o melhor e dar queixa a Bruxelles

  3. Cada vez que for ao galinheiro tem de declarar quantos ovos as galinhas puseram na pagina das finanças e pagar logo o iva

  4. maria matias

    Ora bem se a intenção fosse efectivamente prevenir doenças ainda vá lá,c’um raio ! Mas é isso, querem saber se as pessoas vão vender uma duziazita de ovos à vizinha do lado e recebeu 2 E !Eh ,pá,mas então a ti Maria não aplicou o Iva ? Ali a minha vizinha ti Maria tem realmente três galinhas e 2 galos ….e todos pôem ovos, uns com casca outros sem casca …como raio vai a ti Maria fazer? Aqui há uns anos também se lembraram que toda a gente que tivesse um pocito no quintal ou na horta o teria de declarar não sei aonde !! que me conste se algum foi declarado, nesta altura já deve estar entulhado de terra e ervas… atão! quem é que hoje cultiva? limpa o poço para quê? !!!

  5. Só se aplica às poedeiras? As outras estão imunes a gripe?

  6. Que cambada, onde irá parar este paízinho, será que não há um politico que veja que é com trabalho que isto vai para a frente. Deixem trabalhar quem quer…só se querem governar às custas de quem trabalhar e encher os bolsos com os nossos impostos… Que gentinha sem caracter

  7. Ide cagar longe para não cheirar mal

    • Manuel Vitorino

      A minha galinha poedeira morreu! E agora, alguém me poderá ajudar, não sei onde me dirigir para arranjar a declaração de óbito e provar ao Ministério da Agricultura.

      • É fácil, troca se a galinha eu galinhas, em janeiro vão para o tacho, em março vão se buscar mais umas quantas… E assim legalmente em fevereiro não existiam galinhas no galinheiro

  8. O problema não declarar as galinhas, o pior é que se queremos fazer uma canja de galinha caseira que é uma maravilha, não a podemos matar e temos que comprar galinha de plastico no talho

  9. É preciso saber o que consideram galinhas poedeiras. Há outras galinhas que não sendo dessa raça tambem produzem ovos. Por mim que se danem as poedeiras, ovos não faltam, nrem que seja de gambuzinos.

  10. Nunca meti o dedo.no cu da galinha!…,brincadeira de muito mau gosto,creio que o imposto do ovo vai entrar nos cofres antes de sair pelo dito…

  11. E os tomates, também devem ser declarados? Triste pais. Politicos de pacotilha

  12. Carlos Ferreira

    _Não queria mais nada, este povão (que está podre de rico), do que ter produção de ovos em casa, só para não os terem que comprar aos monopólios…!!!???
    _Comprem os ovos nos continentes, intermarchês, lidls e no raio que os parta…
    _Xiça…. Ainda ninguém percebeu que é isso que os gosmas querem…???
    https://www.facebook.com/carlos.ferreira.5095/videos/vb.100002125986325/839001142847411/?type=3&theater

  13. As minhas cagam cada ovo!Será que declaro a dobrar, obrigado.

  14. Ora bem…
    O registo é obrigatório para quem possui +50 galinhas e, mesmo assim só se periodicamente mandar para abate para fornecimento de qualquer estabelecimento de venda ou restaurante fazendo a sua reposição por criação ou se comercializar os ovos na mercearia da esquina.
    Resumindo só se tiver um mini aviário com 50 ou + galinhas e disso fizer algum comercio…
    Foi a informação obtido junto dos serviços de veterinária.

  15. Penas piu piu

    eu tenho 3 galinhas poedeiras….também tenho de declarar???

  16. Luís Montado

    E porque não colocar um chip em cada uma com contador de ovos

  17. Um péssimo titulo que originou uma uma reacção sem fundamento.
    Segundo a tal lei /qualquer coisa, é considerado exploração comercial ter mais de 50 animais (galinhas, patos…). Assim tem que ser registado o seu comercio. Ou seja deixa de ser de subsistência a manutenção de mais de 50 animais.

  18. Nas raças autóctones de galináceos Preta lusitana; Pedrês Portuguesa; Branca e Amarela como se processam as ajudas nas sustentação e protecção? Em termos veterinários e ajudas monetários por cabeça /ano? e qual a quantidade mínima de aves e área por ave?

    • Ana Cordeiro de Sá

      Para esclarecimentos adicionais poderá contactar o IFAP, através do endereço de correio electrónico ifap@ifap.pt ou pelo Atendimento Telefónico, através do 217 513 999.

  19. joaquim pereira

    tenho um galo uma garnisa duas galinhas um peru uma perua dois cães um gato e uma gata todos se dão bem tenho 1200 de quintal para viverem e,
    assim tenho o quintal limpo de erva
    estou nos 79 já fui operado 8 vezes não posso pagar para limpar o quintal foi a unica ideia para não ter bicharada no

  20. joaquim pereira

    tenho um galo uma garnisa duas galinhas um peru uma perua dois cães um gato e uma gata todos se dão bem tenho 1200 de quintal para viverem e,
    assim tenho o quintal limpo de erva
    estou nos 79 já fui operado 8 vezes não posso pagar para limpar o quintal foi a unica ideia para não ter bicharada no

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *