Início / Agricultura / Depois de ler este artigo, a adubação verde será a sua nova melhor amiga! Não acredita? Comprove!

Depois de ler este artigo, a adubação verde será a sua nova melhor amiga! Não acredita? Comprove!

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

O que é adubação verde?

Não sei se já ouviu falou de adubação verde, provavelmente até já. No entanto, para quem ainda não ouviu ou quer saber mais sobre este assunto este é uma boa oportunidade para conhecer outras perspectivas sobre este tema.

Em primeiro lugar, devemos deixar bem esclarecido em que consiste esta prática agronómica.  A adubação verde é uma prática agrícola bastante antiga que tem como objectivo incrementar a capacidade produtiva do solo, melhorando a sua estrutura e composição.

Como podemos implementar a adubação verde?

Essa melhoria do solo pode ser conseguida através da adição de material orgânico não decomposto de plantas cultivadas exclusivamente para este fim e que são posteriormente cortadas mesmo antes de completarem o  seu ciclo produtivo.

A adubação verde pode ser realizada utilizando várias espécies vegetais, no entanto são as leguminosas  o tipo de culturas que mais é utilizadas devido às suas várias vantagens, destacando-se a
sua capacidade de fixar azoto atmosférico.

É importante também salientar que, no caso das leguminosas, estas associam-se a bactérias fixadoras de
azoto que estabelecem também relações de simbiose, transferindo também este elemento para o solo, sendo também posteriormente transferido para as plantas.

Tal como abordei anteriormente no início do artigo, o adubo verde consiste no aproveitamento de características de certas plantas para captar o azoto da atmosfera e fixá-lo posteriormente no solo. O azoto caracteriza-se por ser  um dos principais  componentes da maioria dos fertilizantes industriais.  Para quem tem uma horta, verifica-se que muitas vezes durante o Inverno a horta fica normalmente com pouca actividade, devido às condições climáticas adversas que impedem o bom desenvolvimento das culturas.  Por essa razão é importante aproveitar esta época do ano para  produzir uma cultura de inverno capaz de adubar, impedir o desenvolvimento de plantas infestantes e aproveitar os nutrientes das camadas mais profundas do terreno agrícola.

A importância de utilizar adubo verde na horta

A maior parte das hortas  são cultivadas de forma intensa e verifica-se por essa razão que depois de ser efectuada a colheitao solo empobrece em termos nutricionais.

O uso  de  adubos verdes permite diminuir a necessidade de adubos industriais e manter a capacidade produtiva da sua horta . Sabe qual a  altura ideal para produção de  adubos verdes? Eu respondo: No Inverno. É nesta altura em que não existem muitas produções agrícolas em desenvolvimento  que a adubação verde deve ser feita.

Sabia que pode utilizar certas culturas para fixar o azoto na terra?  Sim é verdade! De forma a conseguir obter uma boa produtividade, manter a concentração de azoto no solo é fundamental.Por essa razão, a utilização de certas plantas que têm a capacidade de captar o azoto da atmosfera e fixá-lo no solo revela-se  consciente e economicamente viável  a opção mais viável para para conseguir fixar azoto na terra.

adubação verde
adubação verde é um  processo de fertilização do solo realizado através do  enterramento de plantas herbáceas verdes, normalmente  leguminosas  com espécies de outras famílias, normalmente semeadas propositadamente para o efeito. As espécies que são utilizadas no processo de adubação verde designam-se adubos verdes.

Principais vantagens da utilização da adubação verde para a fertilidade do solo

  • Diminuir a probabilidade de ocorrer lixiviação de nutrientes:
  • Aumenta a  capacidade de armazenamento de água no solo;
  • Contribui para a  descompactação do solo assim como melhoria da sua estrutura favorecendo o arejamento.
  • Fornece azoto ao solo de forma natural;
  • Contribui para a intensificação da actividade biológica do solo;
  • Melhora a capacidade de aproveitar a eficiência dos adubos e correctivos do solo;
  • Ajuda a recuperar os solos com fertilidade baixa;
  • Diminui o aparecimento de plantas infestantes;
  • Diminui a incidência de pragas e doenças nas culturas agrícolas;
  • e muitas mais vantagens (…)

Como produzir adubo verde?

A melhor forma para produzir adubo verde e incorporar azoto na terra  é através de plantas fixadoras de azoto. Estas, após atingirem posteriormente a maturação, efectua-se o seu corte e enterra-se  as mesmas de  modo a fixar também o azoto contido da planta.

Culturas que podem ser usadas para a adubação verde: chagas, cereais, colza, linho, mostrada, sarraceno, trevo, alfafa e soja por exemplo.

No que diz respeito ao uso de alfafa ou trevo para a produção de adubo verde, deve ter em atenção que deve cortar a cultura antes de formar sementes uma vez que são espécies infestantes.

Calendário de sementeira dos adubos verdes

calendário adubação verde
Fonte: Planfor

Condições de eficácia da adubação verde

No momento de instalação das culturas(adubação verde), a fertilização pode ser uma prática cultural necessária em alguns adubos verdes (fosfatos, especificamente), no momento antes ou durante a sementeira. No caso da sementeira de leguminosas, é necessário efectuar a inoculação das sementes com o Rhyzobium
específico ( no meu ensaio com a cultura da soja, procedi também à inoculação das sementes).

A % de humidade deve ser um factor que deve ter também em consideração e deve  ser suficiente para assegurar germinação das sementes. Caso o solo esteja muito compactado, deve também ponderar fazer uma subsolagem.
Antes de  3 a 4 semanas antes de instalar  a cultura principal, e antes de proceder ao enterramento dos adubos verdes, deve destroçar (esmiuçar) as plantas usadas como adubo verde.

É importante salientar que se as plantas forem simplesmente cortadas, sendo destroçadas ou não e ficarem a cobrir o terreno como mulching, podem actuar de forma benéfica minimizando o crescimento de plantas infestantes.

adubação verde
O reviramento da terra para enterrar os ramos cortados das plantas usadas como adubo verde é uma excelente prática. No caso de não enterrar na totalidade estas plantas, os ramos irão sofrer o processo de decomposição da mesma forma desde que tenham sido bem despedaçados.A Cientista Agrícola

Verifique também

Lancha hidrográfica da Marinha em missão de caracterização do fundo do mar na costa algarvia

A lancha hidrográfica Andrómeda encontra-se desde o dia 7 de Outubro a navegar ao longo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.