Início / Mar / Ambiente / Degelo do Ártico faz aumentar precipitação

Degelo do Ártico faz aumentar precipitação

O gelo do mar Árctico está a derreter, levando o planeta a absorver mais calor, com uma influência directa no clima, mas há mais uma consequência grave. Cientistas da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos da América publicaram esta semana as suas conclusões sobre a influência do gelo do mar sobre a precipitação, que sugerem que o degelo marinho está a afectar o tempo de várias maneiras.

O impacto sobre o ambiente será semelhante ao de duplicar a quantidade de dióxido de carbomo na atmosfera global, diz Ben Kopec, do Dartmouth College’s Department of Earth Sciences e co-autor do estudo, citado pelo The Huffington Post.

“À medida que o gelo no mar derrete, mais água do oceano está exposta à atmosfera, levando a um aumento da evaporação e, em última instância, a mais precipitação”, com impactos “significativos” sobre o clima do planeta, frisa Kopec.

Os investigadores descobriram que o gelo do mar encolheu 38.610 milhas quadradas entre 1990 e 2012, enquanto a percentagem de humidade no ar aumentou 18,2% no Árctico canadiano e 10,8% nas regiões marinhas da Gronelândia.

A pesquisa confirma a ligação entre degelo e precipitação, mas indica também que o ambiente pode estar a adaptar-se às alterações climáticas causadas pela emissão de gases com efeito de estufa.

Se esta humidade se precipitar em forma de chuva e não de neve, porém, o resultado seria um aceleramento do degelo, numa espiral de aquecimento global, avisa Kopec.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Vasco Cordeiro: Porto do Topo tem condições para servir pescas e turismo em São Jorge

O presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, visitou hoje, 23 de Janeiro, as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.