Início / Agenda / CPSI, Câmara Municipal de Sines e APS apresentam documentário “Sines e o Mar”

CPSI, Câmara Municipal de Sines e APS apresentam documentário “Sines e o Mar”

A CPSI – Comunidade Portuária de Sines, a Câmara Municipal de Sines e a APS – Administração dos Portos de Sines e do Algarve, apresentam o documentário “Sines e o Mar”, do realizador Francisco Manso. Dia 11 de Julho, a partir das 21 horas, no Auditório da APS.

Quando passam 522 anos da partida da 1.ª Armada de Vasco da Gama à descoberta do caminho marítimo para a Índia, as três entidades uniram-se para avançar com um documentário, que ficará para a história, e que estabelece a ligação entre esta viagem épica e a cidade berço do navegador.

Almirante-Mor dos Mares da Índia

Nascido em Sines, em 1469, filho do Alcaide-Mor Estevão da Gama, Vasco da Gama, o “Almirante-Mor dos Mares da Índia”, recebeu, entre diversas honrarias e bens após o regresso dessa sua primeira viagem à Índia, duas vilas: Sines e Vila Nova de Mil Fontes.

Uma viagem, que deu a Portugal o controle do comércio das especiarias e riquezas do Oriente, que afirmou a supremacia da Rota do Cabo sobre as arriscadas viagens por terra de caravanas de mercadores desde a longínqua Ásia até ao Mediterrâneo e que mudou o mundo de então.

Vasco da Gama tornou-se um mito e as suas viagens marítimas o tema central de “Os Lusíadas”, de Luíz Vaz de Camões.

Ligação por mar entre o Ocidente e o Oriente

Sines tem um enorme significado para a história do nosso País e para o Mundo moderno – o local onde nasceu o homem que foi pioneiro na ligação por mar entre o Ocidente e o Oriente, e que hoje continua a ter no mar a porta para o seu futuro.

Sines acolhe o maior porto português, que é também um dos maiores portos da Península Ibérica e um dos cem maiores do Mundo.

Assim, Sines e o Mar são um binómio natural e indissociável. Terra de navegadores, de pescadores, o mar e as actividades económicas com ele relacionadas marcam o ritmo e a vida da cidade.

Este documentário é um retrato perfeito que une Sines na actualidade, a dimensão e a importância económica do seu Porto e a sua ligação ao mundo global.

Recordar a epopeia marítima de Vasco da Gama é a chave para estabelecer a ligação entre o passado, o presente e o futuro de Sines ao mar.

Francisco Manso, o realizador

O realizador Francisco Manso conta com uma longa e produtiva carreira, iniciada na década de 80, e um vasto currículo que inclui várias produções premiadas internacionalmente.

Além de diversas longas metragens realizadas para cinema, com natural destaque para “O Testamento do Senhor Napumoceno” (1997) e “O Cônsul de Bordéus” (2001) e séries de televisão como é o caso da série “O Nosso Cônsul em Havana”, sobre Eça de Queiroz, actualmente em exibição na RTP1 é, sobretudo, uma figura incontornável no panorama do cinema documental português.

Neste domínio, a sua obra é marcada pelo documentário de carácter social, antropológico ou etnográfico e também por produções dedicadas a episódios marcantes da história de Portugal e a figuras, movimentos e correntes de relevo da cultura lusófona.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

GNR apreende 287 quilos de pescado por fuga à lota em Quarteira. Coima até 44.891 euros

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR — Guarda Nacional Republicana, através do Sub-destacamento de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.