Início / Agricultura / Cotações – Frutos Secos – Informação Semanal – 1 a 7 Outubro 2018

Cotações – Frutos Secos – Informação Semanal – 1 a 7 Outubro 2018

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Mercados de produção

Alfarroba – Na região do Algarve, as cotações da alfarroba “inteira” não se alteraram. Oferta baixa e procura média pela alfarroba “grainha”. Cotações estáveis. Escoamento regular. A procura de alfarroba “triturado grosso” equilibrou a oferta baixa. Escoamento “aos poucos”. As cotações não se alteraram.

Amêndoa – Na Região Norte, na área de mercado Douro, iniciou-se a campanha de comercialização de amêndoa douro, com transacções pouco significativas. Nos contactos mantidos junto de agricultores e agentes económicos da região, calcula-se que a produção de amêndoa seja inferior em cerca de 40% a 50% . Oferta e procura equilibradas e médias. A amêndoa importada de Espanha, Estados Unidos e Turquia, começa a exercer alguma influência no funcionamento do mercado.

No Algarve, a oferta e a procura continuaram baixas. Escoamento fraco. Cotações estáveis. Concorrência de miolo americano que se encontra mais barato.

Figo secado – Na Região Norte, na área de mercado Mirandela, iniciou-se a campanha de comercialização do figo seco, com um volume de transacções bastante acentuada para a época do ano. A oferta foi média/alta devido às boas condições do clima para a secagem. Escoamento sem dificuldades. O produto tem como destino os armazenistas dos grandes centros consumidores.

Pinhão – No Alentejo, na área de mercado do Alentejo Litoral, as cotações mantiveram-se estáveis. Oferta baixa e procura ligeiramente superior.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Crédito Agrícola apoia exportação nacional na Fruit Attraction em Madrid

O Grupo Crédito Agrícola volta a participar na maior feira internacional destinada aos profissionais do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.