Início / Agricultura / Continente assegura compra de 10 mil toneladas de maçãs a produtores nacionais

Continente assegura compra de 10 mil toneladas de maçãs a produtores nacionais

A cadeia de supermercados Continente, em pleno arranque da campanha de colheita da maçã, adquire 10 mil toneladas de maçã a produtores portugueses, assegurando desde já o escoamento de uma boa parte da produção existente.

Este investimento vai assegurar o abastecimento das lojas Continente nos próximos meses, no que à maçã diz respeito, e resulta de um trabalho feito em conjunto com a produção nacional há 19 anos, desde o início do Clube de Produtores Continente. O acompanhamento durante toda a campanha de produção das frutas, bem como uma programação feita em conjunto com os parceiros-produtores é, aliás, “a chave para o Continente assegurar que a natureza tem a sua marca, de forma a que todo o esplendor do clima e dos solos portugueses seja revelado numa maçã doce, crocante e sumarenta”, revela fonte institucional da cadeia de distribuição do Grupo Sonae.

Além disso, o Clube de Produtores Continente tem vindo a trabalhar com os produtores para que se “tornem especialistas na produção de diferentes variedades de maçãs, no sentido de apresentar uma oferta diferenciadora de Maçãs Gala, Golden, Starking, Fuji, Reineta, Granny Smith e a tão famosa Bravo de Esmolfe, todas produzidas em Portugal”, acrescenta a mesma fonte.

Clube de Produtores Continente

Com este acordo, são vários os produtores parceiros do Clube de Produtores Continente beneficiados com a compra. Um deles é a Frutalvor, uma central fruteira formada por produtores das Caldas da Rainha, que venceu recentemente o Prémio Excelência do Clube de Produtores Continente (CPC).

O CPC é uma iniciativa da insígnia retalhista para promover e incentivar o consumo de produtos nacionais, que conta com 185 produtores-parceiros – entre organizações de produtores e agricultores individuais – das áreas de frutas e legumes, charcutaria, padaria e pastelaria, carne e peixe.

Os parceiros do Clube de Produtores Continente beneficiam de garantias de escoamento da produção, de aconselhamento técnico, de suporte no planeamento das produções e de representatividade junto de entidades oficiais. Para além disso, têm a possibilidade de conhecer melhores práticas agrícolas, através de visitas de trabalho e de um Conselho Cientifico do Clube, constituído por investigadores de referência.

De acordo com a presidente do Clube de Produtores Continente, Ondina Afonso, “este acordo é revelador do trabalho que desenvolvemos no Clube de Produtores Continente, mas, também, do nosso empenho em promover o consumo de frescos e fruta, em particular. Trabalhamos diariamente, e de forma continuada, com vários produtores de diferentes áreas de actividade, para que, em conjunto, possamos oferecer produtos nacionais, autênticos e de qualidade, como é a nossa maça Gala”.

Por sua vez, a directora comercial da Frutalvor, Carla Simões, reforça que “ter uma cadeia de supermercados tão importante como o Continente a dar primazia à produção nacional, como aliás tem vindo a fazer nos últimos anos, e a comunicar isso é de louvar. Para a Frutalvor esta parceria significa confiança, estamos assim a gerir o nosso negócio com um grau de certeza mais elevado, a gerir os lotes e a conservação das maçãs de forma mais adequada às necessidades do cliente”. E acrescenta que “as maças nacionais, actualmente, distinguem-se a nível mundial pela sua qualidade e pelo seu sabor. Nesse sentido, o Continente tem tido um papel muito importante no apoio e no impulso à melhoria da qualidade, bem como na aposta pela fruta nacional no ponto de venda, o que o consumidor final agradece e reconhece”.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Plano de investimentos dos Açores para 2018 afecta 170 M€ à agricultura

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas açoriano, João Ponte, afirmou, em Angra do Heroísmo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *