Início / Agricultura / Concurso de azeites. Portugal ganha todos os prémios da categoria Frutado Verde Ligeiro

Concurso de azeites. Portugal ganha todos os prémios da categoria Frutado Verde Ligeiro

O 8º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, Portugal já anunciou os vencedores. Portugal arrecadou, sozinho, os três primeiros prémios e as três menções honrosas na categoria de Frutado Verde Ligeiro.

Com quatro categorias em escrutínio, esta foi a única com todos os prémios para um único país revelando uma tendência da qualidade dos azeites nacionais. Os resultados, conhecidos hoje, 13 de Abril, à hora do almoço, dão conta de 9 prémios para Portugal e 11 para Espanha. A concurso estiveram azeites de 13 nacionalidades.

Os vencedores já foram anunciados ao Conselho Oleícola Internacional (COI). Os prémios serão entregues durante a Ovibeja, no dia 28 de Abril que decorre entre 27 de Abril e 1 de Maio de 2018.

37% dos prémios para Portugal

O director-geral da ACOS – Associação de Agricultores do Sul, Claudino Matos, em declarações à agriculturaemar.com, diz que “o resultado é bastante positivo. Os azeites portugueses arrecadaram 37% dos prémios. Medalhas de ouro, prata e bronze, revelam que os nossos azeites ombreiam com os azeites internacionais”.

Claudino Matos acrescenta que “o Concurso correu muito bem para Portugal. Em primeiro lugar, promoveu o azeite português e em segundo lugar mostrou que estamos ao nível dos outros países produtores. Somos auto-suficientes em termos de produção de azeite. Estes prémios podem ser uma oportunidade para Portugal em termos de preços nas exportações“.

40 peritos de 12 países

O Júri do Concurso, constituído por cerca de 40 peritos de 12 países, esteve reunido durante todo o dia de ontem e hoje até à hora do almoço para apreciação das 150 amostras concorrentes.

A concurso estiveram azeites das categorias Frutado Maduro, Frutado Verde Ligeiro, Frutado Verde Médio e Frutado Verde Intenso. Espanha ganhou os três primeiros prémios na categoria de Frutado Maduro, enquanto que Portugal obteve duas menções honrosas. Nas categorias de Frutado Verde Médio e Frutado Verde Intenso os prémios dividem-se entre Espanha, Portugal, Itália e França.

Entre o rigor das normas observadas pelo único concurso português de âmbito internacional, destaca-se a autenticação das amostras por uma entidade idónea independente, o uso de recipiente de vidro escuro, sem rótulo e com sistema de abertura inviolável, o uso de um código de identificação anónimo, sendo os azeites ainda acompanhados de uma análise química e de uma análise organoléptica emitida por um painel de provadores reconhecido pelo Conselho Oleícola Internacional (COI).

A par com Mario Solinas

O 8º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, com o patrocínio exclusivo do Crédito Agrícola, é, juntamente com o Mario Solinas, do COI, exemplo internacional dos critérios de autenticidade no ranking “World’s Best Olive Oils”.

Com base neste reconhecimento, os três primeiros classificados, bem como as três menções honrosas em cada categoria a escrutínio na edição deste ano do Prémio CA Ovibeja beneficiam de 10 pontos extra, comparativamente aos premiados nos restantes concursos internacionais realizados em todo o mundo.

O Concurso Prémio CA Ovibeja é organizado pela ACOS – Associação de Agricultores do Sul, em colaboração com a Casa do Azeite e conta com o Patrocínio exclusivo do Crédito Agrícola.

Veja aqui a lista de todos os premiados.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Director Regional da Agricultura: sector da carne cresce significativamente nos Açores

O director Regional da Agricultura destacou o crescimento significativo que se regista na fileira da …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.