Início / Agricultura / Comer diferentes frutos secos regularmente diminui risco de doença cardíaca

Comer diferentes frutos secos regularmente diminui risco de doença cardíaca

Tudo indica que a doença cardíaca pode ser combatida com frutos de casca rija. As pessoas que comem regularmente frutos secos, como amendoim (leguminosa), nozes e avelãs, têm um risco menor de desenvolver doenças cardiovasculares ou doenças coronárias em comparação com pessoas que nunca ou quase nunca os comem. Esta é a conclusão do estudo, liderado pela Harvard T.H. Chan School of Public Health e publicado no Journal of the American College of Cardiology, considerado o mais importante, até à data, que analisa a frequência de consumo de frutos secos e a sua relação com incidentes de doença cardiovascular.

Os amendoins foram incluídos, embora sejam na verdade uma leguminosa, porque têm um perfil de ácido gordo e nutriente semelhante ao dos frutos secos, explicam os autores do estudo.

Saliente-se que as mais recentes recomendações dietéticas avançam para dietas que incluem maiores quantidades de alimentos à base de plantas em detrimento de alimentos de origem animal, incluindo sempre os frutos secos, de casca rija.

O estudo analisou mais de 210 mil pessoas, incluindo mulheres do Nurses’ Health Study e do Nurses’ Health Study II e homens do Health Professionals Follow-up Study, com até 32 anos de acompanhamento. Em todos os três grupos, informações sobre história médica, estilo de vida e condições de saúde foram recolhidas por questionário a cada dois anos.

Enfarte do miocárdio

O principal objectivo do estudo foi saber qual a incidência de doenças cardiovasculares, como enfarte do miocárdio, acidente vascular cerebral ou doença cardiovascular fatal. Em segundo lugar, o estudo focou-se na doença cardíaca coronária total, como o enfarte do miocárdio fatal ou não fatal, e AVC total, que incluía todos os AVC fatais e não fatais. Os pesquisadores documentaram 14.136 casos de doenças cardiovasculares, incluindo 8.390 casos de doença cardíaca coronária e 5.910 casos de acidente vascular cerebral.

O estudo encontrou uma associação consistente entre o consumo de frutos de casca rija e a diminuição de doenças cardiovasculares. Segundo a análise dos dados, quem come frutos secos uma ou mais vezes por semana foi associado a um risco 19% menor de doença cardiovascular e 21% com menor risco de doença cardíaca coronária.

Os participantes no estudo que comeram amendoim ou frutos de casca rija duas ou mais vezes por semana tiveram um risco de 13% e 15% menor de doença cardiovascular, respectivamente, e 15% e 23% menor risco de doença coronária, respectivamente, em comparação com aqueles que nunca consumiram aqueles frutos.

“As nossas descobertas apoiam as recomendações de aumento da ingestão de uma variedade de frutos de casca rija, como parte de padrões alimentares saudáveis, para reduzir o risco de doenças crónicas nas populações em geral”, disse a professora Marta Guasch-Ferre, autora principal do estudo e investigadora no departamento de nutrição da Harvard T.H. Chan School of Public Health.

Para saber mais sobre o estudo clique aqui.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

CEPAAL mostra Azeite do Alentejo a bloggers e jornalistas estrangeiros

O Azeite do Alentejo vai estar em destaque esta semana durante uma visita de bloggers …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *