Início / Agricultura / CNA e lesados pelos javalis reúnem-se com presidente do ICNF

CNA e lesados pelos javalis reúnem-se com presidente do ICNF

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma delegação da CNA — Confederação Nacional da Agricultura, suas filiadas e lesados pelos javalis e outros animais selvagens da zona centro do País, vão reunir amanhã, dia 8 de Janeiro de 2020, pelas 14h30, com o presidente do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, na sede do Instituto, em Coimbra, situada na Mata do Choupal.

Em agenda está o problema dos javalis e de outros animais selvagens, designadamente dos prejuízos causados à agricultura familiar, explica a direcção da Confederação.

Petição em curso

Relembre-se que a Confederação Nacional da Agricultura está a lançar uma petição dirigida à Assembleia da República e com conhecimento ao Governo, intitulada “Agricultores e outros Rurais devem ser ressarcidos dos prejuízos na agricultura provocados por javalis e outros animais selvagens”. Uma petição que pretende promover o “controlo sanitário e a densidade das populações destes animais”.

Um objectivos principais da petição passa pelo pagamento, pelo ICNF e pelo Governo, de indemnizações aos agricultores lesados pelos javalis e outros animais selvagens.

A CNA está a contactar outras entidades, designadamente autarquias, para que colaborem na recolha de assinaturas. Esta petição deverá encerrar até finais de Março do próximo ano de 2020, seguindo depois os trâmites normais de apreciação pela Assembleia da República.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Maria do Céu Albuquerque: “cultura do milho assume importância reconhecida pelo País e pelo Governo”

Partilhar            A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, marcou presença na sessão de encerramento do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.