Início / Agricultura / Cevada alinha tendência de redução com restantes superfícies de cereais de Outono-Inverno

Cevada alinha tendência de redução com restantes superfícies de cereais de Outono-Inverno

As sementeiras dos cereais de Inverno terminaram em Fevereiro, sendo que na cevada, tal como nos restantes
cereais praganosos, também se verificou um decréscimo da área instalada (-5%, face a 2018), revela o Instituto Nacional de Estatística (INE), no seu Boletim Mensal da Agricultura e Pescas – Abril de 2019.

Escassa precipitação prejudica produtividade dos cereais

Acrescentam os técnicos do INE que a germinação, emergência e desenvolvimento inicial dos cereais de Outono-Inverno decorreu bem.

No entanto, a falta de precipitação em Março foi prejudicial para o desenvolvimento vegetativo das plantas, quer pelo agravamento do défice hídrico (com sintomas evidentes de stress nas plantas), quer pela menor eficácia das adubações de cobertura (os baixos teores de humidade do solo não permitiram o normal aporte nutricional).

As searas encontram-se muito rasteiras e estão em fase de espigamento. Prevêem-se diminuições generalizadas nos rendimentos unitários dos cereais, face à campanha anterior, de 20% no trigo duro e triticale, 15% no trigo mole e aveia e de 5% no centeio.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

DGAV promove Concurso de Fotografia sobre a actividade veterinária

A DGAV — Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária promove, até 30 de Setembro 2019 um …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.