Início / Agricultura / CEO do SIMAB: Mercado Abastecedor de Lisboa “é bom laboratório para empresas e startups”

CEO do SIMAB: Mercado Abastecedor de Lisboa “é bom laboratório para empresas e startups”

O CEO do Grupo SIMAB, Rui Paulo Figueiredo, considera importante que também as empresas de capitais públicos “não se limitem a cumprir apenas os seus objectivos”, mas “se preocupem com a criação de valor nos concelhos ou regiões onde estão instaladas”, aí contribuindo para o desenvolvimento de novos projectos.

Rui Paulo Figueiredo falava este sábado, 18 de Novembro, durante o acto público de entrega de prémios do programa de aceleração “Agro Up”, nas instalações da incubadora Loures Inova, de que o MARL — Mercado Abastecedor da Região de Lisboa é sócio-promotor.

O MARL, disse, é um bom laboratório para essa interacção entre empresas de capitais públicos e startups: “temos aqui cerca de mil empresas, de grandes exportadoras e importadoras a pequenos produtores; temos aqueles que fazem contratos de um dia ou de um mês e os que têm contratos de 25 anos; temos uma multiplicidade de sinergias que podem ser criadas”.

Loures Inova uma mais-valia

Para Rui Paulo Figueiredo, que felicitou os premiados, a Loures Inova, “que se tem vindo a desenvolver no MARL, agora com novo impulso, pode ser uma mais-valia no sector agro-alimentar, da logística e dos transportes”.

O CEO da SIMAB e presidente do MARL participou de seguida na entrega dos prémios aos projectos Gabe’s Zest, de Sónia Teles (um ano de incubação); Plan-a-Farm, de Daniel Emídio (seis meses); e Beatroot, de Joana Rodrigues (seis meses).

A Loures Inova é um Centro de Negócios instalado no MARL que dispõe de uma incubadora de projectos inovadores nos sectores agro-alimentar, da logística e dos transportes, e o Agro Up, agora concluído, foi o seu primeiro programa de aceleração.

A agriculturaemar.com está também incubada na Loures Inova.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Cereais – Informação Semanal – 14 a 20 Outubro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Milho Grão – Conjuntura semanal Na …

Um comentário

  1. Não sei em Lisboa, mas pesquisas feitas na região de Alqueva, insumos e a agua são tão caras que tornam inviável a cultura como a o milho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.