Restaurantes – AGRICULTURA E MAR ACTUAL http://agriculturaemar.com Portal do mundo rural e da economia do mar Mon, 03 Feb 2020 22:16:10 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.3.2 Restaurantes da Sertã oferecem degustação grátis de Maranho e Bucho da Sertã http://agriculturaemar.com/restaurantes-da-serta-oferecem-degustacao-gratis-de-maranho-e-bucho-da-serta/ http://agriculturaemar.com/restaurantes-da-serta-oferecem-degustacao-gratis-de-maranho-e-bucho-da-serta/#respond Fri, 31 Jan 2020 08:28:47 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=47469 São vários os restaurantes no concelho da Sertã que vão oferecer, durante os fins-de-semana do mês de Fevereiro, uma degustação grátis de Maranho e Bucho a todos os seus clientes. A iniciativa deste ano traz novidades com inclusão dos Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim. A campanha, destinada a todos aqueles que fizerem as …

O post Restaurantes da Sertã oferecem degustação grátis de Maranho e Bucho da Sertã aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
São vários os restaurantes no concelho da Sertã que vão oferecer, durante os fins-de-semana do mês de Fevereiro, uma degustação grátis de Maranho e Bucho a todos os seus clientes. A iniciativa deste ano traz novidades com inclusão dos Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim.

A campanha, destinada a todos aqueles que fizerem as suas refeições num dos restaurantes aderentes, tem como objectivo promover e divulgar os dois principais pratos da gastronomia sertaginense, além de mostrar que os empresários da restauração, a Aproser — Associação de Produtores do Concelho da Sertã e o Município da Sertã “estão unidos no importante desígnio que é o de potenciar o turismo no concelho”.

Restaurantes aderentes

Os restaurantes que aderiram a esta iniciativa na Sertã são:

  • Ponte Velha
  • Ponte Romana
  • Rotunda Doce
  • Palheiro
  • Santo Amaro
  • Regional
  • Pic-Nic
  • Lagar
  • Vilaça

Já em Cernache do Bonjardim aderiram os restaurantes:

  • Rotunda
  • Lampião 2
  • Centro Náutico do Zêzere (Trízio)

E por fim, em Pedrogão Pequeno aderiram os restaurantes:

  • Sabores da Montanha
  • Gerações.

Talhos com desconto

Ainda neste âmbito, durante o mesmo período, os Talhos Casel, Talhos Coelho e Silva e Carnes Simões vão oferecer um desconto de 5% na compra de Maranho e Bucho da Sertã.

Este ano a novidade será a inclusão das pastelarias (Império, Docinhos de S.Nuno e Rotunda) na degustação, assim quem se dirigir a estes estabelecimentos, na compra de 5 Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim, será oferecido 1.

Para os seus responsáveis pela organização do evento, esta “é uma iniciativa que dá visibilidade ao trabalho que, anualmente, todos eles desenvolvem em prol da gastronomia, dando a conhecer e provar o que de melhor se faz na Sertã”.

“As entidades organizadoras e empresários da restauração acreditam que esta é uma campanha que trará retornos consideráveis, visibilidade ao seu trabalho, e sobretudo porque permite afirmar as potencialidades do concelho”, refere fonte institucional da Aproser.

Mas que iguarias são estas que tem a Sertã? Pois saiba nas linhas abaixo.

Maranhos

Iguaria que terá aparecido há mais de duzentos anos, por alturas das Invasões Francesas. A base deste prato é a carne de cabra e/ou ovelha, animais cuja criação é muito frequente por todo o concelho da Sertã. Além deste ingrediente, entram na sua confecção o presunto, chouriço, hortelã, arroz, sal e vinho branco.

Os Maranhos ganharam fama, sobretudo durante o século XX, e eram um prato habitual nos dias de festa, fosse a família pobre ou rica. Hoje em dia, é possível encontrar esta iguaria diariamente nos restaurantes de toda a região.

Bucho Recheado

O bucho recheado parece ter origem na região do Alentejo, tendo a receita sido trazida para as zonas da Beira Alta e Beira Baixa pelos inúmeros jornaleiros que trabalhavam, naquela região do País, durante a época das colheitas.

Cada região deu ao bucho recheado uma identidade própria. No concelho da Sertã, o consumo desta iguaria foi, durante as primeiras décadas do século XX, um exclusivo da altura do Carnaval, generalizando-se depois a outras festividades ao longo do ano.

À semelhança do que se passou com o maranho, a introdução deste prato na ementa dos restaurantes do concelho conferiu-lhe um maior protagonismo e visibilidade, sendo hoje presença assídua nas mesas dos sertaginenses.

Os ingredientes utilizados na confecção do bucho recheado à moda da Sertã são, além do bucho de porco, o lombo do porco, galinha, presunto, ovos, chouriço magro, pão caseiro e vinho branco.

Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim

Os Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim são um produto de referência no concelho da Sertã, tendo a sua fama crescido nos últimos anos no panorama nacional, com publicações como o “Guia de Compras – Produtos Tradicionais” e “Guia dos Bons Produtos Tradicionais”.

A sua origem remonta a finais do século XIX, início do século XX, desconfiando-se no entanto que foram introduzidos em Cernache do Bonjardim por via conventual, pelo facto de terem existido seminários. colégios e conventos religiosos na vila e também por dois dos principais ingredientes (a gema de ovo e a amêndoa) que fazem parte da receita dos Cartuchos de Amêndoa de Cernache do Bonjardim serem tipicamente usados nos doces conventuais.

Concelho da Sertã

O concelho da Sertã está situado no centro de Portugal, com ligações rodoviárias às cidades de Lisboa e do Porto (a 1h40) e a muitos outros locais como Coimbra, Tomar e Conimbriga (a 45m) e à Batalha, Monsanto ou Fátima (a 1h).

Este concelho possui um “deslumbrante património natural e histórico”, além de uma gastronomia variada. Foi também ali que nasceram dois grandes vultos da História de Portugal: Nuno Alvares Pereira e o Pe. Manuel Antunes.

Agricultura e Mar Actual

O post Restaurantes da Sertã oferecem degustação grátis de Maranho e Bucho da Sertã aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/restaurantes-da-serta-oferecem-degustacao-gratis-de-maranho-e-bucho-da-serta/feed/ 0
Enoteca 17.56 e Cigar Collectors Club promovem jantar de charutos http://agriculturaemar.com/enoteca-17-56-e-cigar-collectors-club-promovem-jantar-de-charutos/ http://agriculturaemar.com/enoteca-17-56-e-cigar-collectors-club-promovem-jantar-de-charutos/#respond Tue, 14 Jan 2020 10:00:18 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=46991 A Enoteca 17•56 começa o novo ano com uma estreia, ao promover um jantar de charutos, numa iniciativa conjunta com o Cigar Collectors Club (CCC), cuja “casa” no Porto é no Cigar Lounge deste espaço da Real Companhia Velha. É já este Sábado, dia 18 de Janeiro, pelas 20h00, sendo que este momento celebra o …

O post Enoteca 17.56 e Cigar Collectors Club promovem jantar de charutos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Enoteca 17•56 começa o novo ano com uma estreia, ao promover um jantar de charutos, numa iniciativa conjunta com o Cigar Collectors Club (CCC), cuja “casa” no Porto é no Cigar Lounge deste espaço da Real Companhia Velha. É já este Sábado, dia 18 de Janeiro, pelas 20h00, sendo que este momento celebra o lançamento oficial no mercado nacional do charuto ‘La Quimera Double Robusto’.

Pretende-se com este momento promover o Cigar Collectors Club e o Cigar Lounge da Enoteca 17•56, na medida em que, no Grande Porto, este é um espaço único onde se podem fumar charutos em harmonização com vinhos do Porto, assim como desenvolver a cultura do fumo e o ambiente em que se pratica.

Anfitriões

São anfitriões do jantar, Stefan Heym, presidente do Cigar Collectors Club, e Pedro O. Silva Reis, Fine Wine Manager da Real Companhia Velha.

“A cultura do charuto vive-se de forma muito discreta. A ideia deste Clube é quebrar barreiras, promovendo acções num contexto descontraído e sem fins lucrativos, para que os aficcionados se possam reunir para criar ligações, partilhar emoções e experiências à volta dos charutos. Escolhemos o Cigar Lounge da Enoteca 17•56 para ser a casa do CCC no Porto, pois reúne as condições perfeitas. Nos últimos anos temos promovido sinergias com outros locais, em Lisboa, Viseu, Havana, Paris, Londres, Luanda, Zurique, Vancouver e Hong Kong”, afirma Stefan Heym a propósito do evento.

Já Pedro O. Silva Reis remonta à década de 90, ou seja, aos anos em que a Real Companhia Velha, pelas mãos do seu pai, o actual presidente da Companhia, promoveu vários eventos de provas e cartas de degustação em Cuba. “Foi numa altura em que o meu pai viajava com alguma frequência para Cuba, onde trabalhávamos com um importador exclusivo chamado Enrico Garzaroli, proprietário do Graycliff Hotel, nas Bahamas, e da marca de charutos Graycliff.”, remata, afirmando que “os charutos e o Vinho do Porto sempre se deram bem”.

O Cigar Lounge da Enoteca vai ser palco para o fumo de três charutos muito singulares: o ‘Quai d’Orsay 50’ (Cuba), como Welcome Cigar, e os ‘Lá Quimera Double Robusto’ (Nicarágua) e ‘Robusto Custom Hand-rolled for CCC’ (Cuba).

Jantar

No que toca ao jantar, começa-se por uma selecção de queijos com a assinatura da Fromagerie e um flute de espumante ‘Real Companhia Velha branco 2015’.

Segue-se uma ‘sopa rica de peixe’ em maridagem com ‘Quinta dos Aciprestes branco 2018’ e, como prato principal, uma ‘Vazia na brasa com risotto de funcho e tomate seco’ a fazer-se acompanhar de ‘Quinta dos Aciprestes tinto 2017’ e ‘Quinta de Cidrô Marquis tinto 2007’ (cortesia da Real Companhia Velha).

Para a sobremesa, a cozinha da Enoteca 17•56 propõe um ‘folhado de mação caramelizada com molho cremoso de toffee & rum’ com dois Portos, o ‘Quinta das Carvalhas Reserva Tawny’ e o ‘Real Companhia Velha Tawny 20 Anos’ (cortesia).

O valor do jantar é de €85,00, com tudo incluído, estando reservado a 22 lugares. Os charutos servidos no evento estão disponíveis na loja Cigar World, que está a apoiar o evento.

Para mais informações,contacte a Enoteca 17•56 através do telefone 222 448 501 ou do email reservas@enoteca1756.pt.

Agricultura e Mar Actual

O post Enoteca 17.56 e Cigar Collectors Club promovem jantar de charutos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/enoteca-17-56-e-cigar-collectors-club-promovem-jantar-de-charutos/feed/ 0
Boticas: XXII Feira Gastronómica do Porco aberta até 12 de Janeiro http://agriculturaemar.com/boticas-xxii-feira-gastronomica-do-porco-aberta-ate-12-de-janeiro/ http://agriculturaemar.com/boticas-xxii-feira-gastronomica-do-porco-aberta-ate-12-de-janeiro/#respond Thu, 09 Jan 2020 10:00:21 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=46873 A 22.ª edição da Feira Gastronómica do Porco arranca esta quinta-feira, dia 9 de Janeiro, em Boticas, e prolonga-se até ao próximo domingo, dia 12. O presidente da Câmara Municipal de Boticas, o social-democrata Fernando Queiroga, referiu, durante a apresentação da Feira, na passada segunda-feira, “o impacto económico que o certame tem para o Concelho …

O post Boticas: XXII Feira Gastronómica do Porco aberta até 12 de Janeiro aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A 22.ª edição da Feira Gastronómica do Porco arranca esta quinta-feira, dia 9 de Janeiro, em Boticas, e prolonga-se até ao próximo domingo, dia 12.

O presidente da Câmara Municipal de Boticas, o social-democrata Fernando Queiroga, referiu, durante a apresentação da Feira, na passada segunda-feira, “o impacto económico que o certame tem para o Concelho de Boticas, por ser um importante complemento para muitas famílias, mas também para o Alto Tâmega, por ser a primeira feira do fumeiro a realizar-se nesta região”.

Alargamento do espaço da Feira

“Esta edição é marcada por duas novidades, nomeadamente o número de dias da feira e o alargamento do espaço, anseios demonstrados pelo sector da restauração presente no recinto. Desta forma, todos aqueles que pretendam vir a Boticas e à Feira do Porco têm mais um dia disponível para o fazerem”, acrescentou o autarca.

Além dos habituais stands de venda de fumeiro, produtos alimentares e artesanato, das tasquinhas tradicionais, da zona de petiscos e da animação, a 22.ª edição da Feira Gastronómica do Porco volta a contar com a realização do Concurso de Melhor Chouriça e Salpicão do certame.

Agricultura e Mar Actual

O post Boticas: XXII Feira Gastronómica do Porco aberta até 12 de Janeiro aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/boticas-xxii-feira-gastronomica-do-porco-aberta-ate-12-de-janeiro/feed/ 0
AHRESP promove workshop em Santarém dedicado à promoção da carne de coelho http://agriculturaemar.com/ahresp-promove-workshop-em-santarem-dedicado-a-promocao-da-carne-de-coelho/ http://agriculturaemar.com/ahresp-promove-workshop-em-santarem-dedicado-a-promocao-da-carne-de-coelho/#respond Wed, 08 Jan 2020 13:10:53 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=46841 Alpiarça, em Santarém, vai receber o Chef Hélio Loureiro no próximo dia 14 de Janeiro para um workshop sobre carne de coelho. Em destaque estarão os benefícios nutricionais da carne de coelho, a sua versatilidade e tradição, bem como cortes e receitas, entre outros aspectos técnicos. Esta acção dedicada à carne de coelho é dirigida …

O post AHRESP promove workshop em Santarém dedicado à promoção da carne de coelho aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Alpiarça, em Santarém, vai receber o Chef Hélio Loureiro no próximo dia 14 de Janeiro para um workshop sobre carne de coelho. Em destaque estarão os benefícios nutricionais da carne de coelho, a sua versatilidade e tradição, bem como cortes e receitas, entre outros aspectos técnicos.

Esta acção dedicada à carne de coelho é dirigida a profissionais de restauração e talhos e é organizada pela AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, através de uma parceria com a ASPOC (Associação Portuguesa de Cunicultura) que conta com o apoio da Associação Portuguesa de Nutrição (APN).

Várias acções pelo País

Várias acções já decorreram no País, estando neste momento marcada mais uma em Lisboa (Odivelas) no dia 31 de Janeiro.

Os workshops são gratuitos mas requerem inscrição obrigatória no site da AHRESP, aqui. A acção decorrerá na Casa dos Patudos, Rua José Relvas, Alpiarça (Santarém).

AHRESP

A AHRESP, associação centenária nasceu em 1896, é a maior associação empresarial na defesa e representação das empresas de restauração, hotéis, cantinas, pastelarias, padarias, casinos, discotecas, indústria e comércio alimentar, parques de campismo, alojamento local, entre outros.

Actualmente, conta com 13 delegações, prevendo-se a existência de uma delegação por distrito, objectivo que deverá ser cumprido entre 2020 e 2021.

Conheça o calendário completo de workshops e formações da AHRESP aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post AHRESP promove workshop em Santarém dedicado à promoção da carne de coelho aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/ahresp-promove-workshop-em-santarem-dedicado-a-promocao-da-carne-de-coelho/feed/ 0
Ahresp leva workshop a Évora dedicado à promoção da carne de coelho na restauração http://agriculturaemar.com/ahresp-leva-workshop-a-evora-dedicado-a-promocao-da-carne-de-coelho-na-restauracao/ http://agriculturaemar.com/ahresp-leva-workshop-a-evora-dedicado-a-promocao-da-carne-de-coelho-na-restauracao/#respond Wed, 27 Nov 2019 13:32:12 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=45881 Évora vai receber o Chef Hélio Loureiro no próximo dia 3 de Dezembro para um workshop sobre carne de coelho. Em destaque estarão os benefícios nutricionais da carne de coelho, a sua versatilidade e tradição, bem como cortes e receitas, entre outros aspectos técnicos. Esta acção dedicada à carne de coelho é dirigida a profissionais …

O post Ahresp leva workshop a Évora dedicado à promoção da carne de coelho na restauração aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Évora vai receber o Chef Hélio Loureiro no próximo dia 3 de Dezembro para um workshop sobre carne de coelho. Em destaque estarão os benefícios nutricionais da carne de coelho, a sua versatilidade e tradição, bem como cortes e receitas, entre outros aspectos técnicos.

Esta acção dedicada à carne de coelho é dirigida a profissionais de restauração e talhos e é organizada pela Ahresp – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, através de uma parceria com a Aspoc — Associação Portuguesa de Cunicultura que conta com o apoio da Associação Portuguesa de Nutrição (APN).

Novas acções marcadas

Várias acções já decorreram no País, estando neste momento marcadas mais duas até ao final do ano, para Évora (3/12) e Santarém (19/12). Novas datas serão entretanto marcadas para 2020.

Os workshops são gratuitos mas requerem inscrição obrigatória no site da Ahresp, aqui.

A acção em Évora ocorrerá no dia 3 de Dezembro, pelas 16h00, na Secção de Cozinha Pedagógica, Serviço de Formação Profissional do Centro de Emprego e Formação Profissional de Évora.

Ahresp

A Ahresp, associação centenária nasceu em 1896, é a maior associação empresarial na defesa e representação das empresas de restauração, hotéis, cantinas, pastelarias, padarias, casinos, discotecas, indústria e comércio alimentar, parques de campismo, alojamento local, entre outros.

Actualmente, conta com 13 delegações, prevendo-se a existência de uma delegação por distrito, objectivo que deverá ser cumprido entre 2020 e 2021.

Agricultura e Mar Actual

O post Ahresp leva workshop a Évora dedicado à promoção da carne de coelho na restauração aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/ahresp-leva-workshop-a-evora-dedicado-a-promocao-da-carne-de-coelho-na-restauracao/feed/ 0
Rui Paula conquista a segunda estrela Michelin para a Casa de Chá da Boa Nova http://agriculturaemar.com/rui-paula-conquista-a-segunda-estrela-michelin-para-a-casa-de-cha-da-boa-nova/ http://agriculturaemar.com/rui-paula-conquista-a-segunda-estrela-michelin-para-a-casa-de-cha-da-boa-nova/#respond Sun, 24 Nov 2019 18:00:22 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=45800 “Uma refeição inesquecível”. É essa a experiência dum repasto na Casa de Chá da Boa Nova, acredita o Guia Michelin, que atribuiu, em Sevilha, a segunda estrela ao chef Rui Paula. Com os pés quase no Atlântico, e o mar sala dentro, trazendo o som das ondas para a mesa, a Casa de Chá da …

O post Rui Paula conquista a segunda estrela Michelin para a Casa de Chá da Boa Nova aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
“Uma refeição inesquecível”. É essa a experiência dum repasto na Casa de Chá da Boa Nova, acredita o Guia Michelin, que atribuiu, em Sevilha, a segunda estrela ao chef Rui Paula. Com os pés quase no Atlântico, e o mar sala dentro, trazendo o som das ondas para a mesa, a Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, no Norte do País, é, mais do que uma simples refeição, uma experiência de deslumbramento de todos os sentidos.

Desde logo, pela envolvente. Edificada mesmo em cima das rochas, a dois metros do mar, a Casa de Chá da Boa Nova representa o mais puro paradigma da inserção da arquitectura na paisagem. Construída entre os anos de 1958 e 1963, foi requalificada sob a orientação do arquitecto Álvaro Siza Vieira, vencedor de um Prémio Pritzer – e declarada Monumento Nacional em 2011. Em 2014, a concessão a longo prazo da Casa de Chá foi entregue ao chef Rui Paula, que ali fez um investimento pessoal e abriu portas em Julho desse ano.

Mar tem sido um compromisso

Desde então, o mar tem sido um compromisso e uma quase obsessão. Sempre à vista – e nos ouvidos dos comensais -, os frutos do Oceano passaram para o prato da Casa de Chá da Boa Nova em exclusivo. Inicialmente, houve ainda algumas propostas de carne nas ementas, mas o peixe e marisco da costa portuguesa – os melhores do Mundo, segundo o chef Ferran Adriá – são agora os únicos a convocar para uma sinfonia dos sentidos.

Essa foi uma das alterações feitas pelo chef Rui Paula entre a primeira estrela Michelin e a segunda, a par de uma evolução para menos pratos, mais ligeiros, de mais fácil digestão e com ementas mais equilibradas. Nos três menus de degustação propostos – com 21, 12 ou 6 momentos -, sabor e apresentação são garante de felicidade pura. A introdução de um menu degustação 100% vegetariano e vegano, de 21 momentos, foi outra das novidades.

Satisfação dos clientes: o objectivo primordial

“A satisfação dos nossos clientes é sempre o meu objectivo primordial. Não trabalho para as estrelas do Guia – apesar destas serem bem-vindas”, partilha o chef Rui Paula. “Mas nos últimos anos apostámos na consistência, a vários níveis. Melhorámos o serviço, a interacção com os clientes, o ‘pairing’ entre pratos e vinhos”. Para este trabalho, foi fundamental a equipa da Casa de Chá: o sommelier Carlos Monteiro nos vinhos, o chef de sala Igor Lima e a chef de restaurante, Catarina Correia. Simpatia, eficiência, ritmo no serviço, e a explicação de cada prato são regras essenciais na Casa de Chá da Boa Nova.

Para o chef Rui Paula, cada prato deve convocar todos os sentidos, a começar pela visão, razão pela qual se utilizam, por exemplo, flores comestíveis. A comida deve ter cor, cheiro, sabor, fazer barulho (ser crocante), ser fresca e poder até ser tacteada e degustada à mão. Mas independentemente das combinações no prato ou da tecnologia na cozinha, o produto tem de prevalecer acima de tudo. Criar para regressar ao básico é a chave-mestra – porque a simplicidade é o último degrau da sofisticação. Criar para criar prazer. Estes são os princípios-chave da cozinha de Rui Paula. E é isso que lhe traz a segunda estrela Michelin em 2019.

Agricultura e Mar Actual

O post Rui Paula conquista a segunda estrela Michelin para a Casa de Chá da Boa Nova aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/rui-paula-conquista-a-segunda-estrela-michelin-para-a-casa-de-cha-da-boa-nova/feed/ 0
Chef Diogo Rocha ganha primeira Estrela Michelin para a Quinta de Lemos http://agriculturaemar.com/chef-diogo-rocha-ganha-primeira-estrela-michelin-para-a-quinta-de-lemos/ http://agriculturaemar.com/chef-diogo-rocha-ganha-primeira-estrela-michelin-para-a-quinta-de-lemos/#respond Sat, 23 Nov 2019 10:00:48 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=45805 A noite foi de festa para o chef Diogo Rocha, que ganhou ontem a sua primeira estrela Michelin para o Mesa de Lemos, o restaurante na Quinta de Lemos, em Viseu. A aguardada distinção – que nos últimos anos era aposta regular nos vaticínios pré-gala Michelin – é uma homenagem à cuidada proposta gastronómica de …

O post Chef Diogo Rocha ganha primeira Estrela Michelin para a Quinta de Lemos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A noite foi de festa para o chef Diogo Rocha, que ganhou ontem a sua primeira estrela Michelin para o Mesa de Lemos, o restaurante na Quinta de Lemos, em Viseu. A aguardada distinção – que nos últimos anos era aposta regular nos vaticínios pré-gala Michelin – é uma homenagem à cuidada proposta gastronómica de Diogo Rocha, muito assente na qualidade dos produtos regionais e na representação de Portugal à mesa do Mesa de Lemos.

Muito mais do que uma vitória individual, esta Estrela Michelin é também do Dão, de Viseu (região de que Diogo Rocha é embaixador, e que muito tem feito para divulgar) – e do País.

“Estou obviamente muito feliz com esta distinção. É algo para o qual trabalhei bastante, e que me enche de orgulho”, confidencia Diogo Rocha. “Tenho um agradecimento muito especial a fazer ao Celso de Lemos, proprietário do Grupo Celso de Lemos, que teve na sua origem a Habidecor – juntando a Abyss, Quinta de Lemos e mais tarde o Mesa de Lemos -, homem de visão que acreditou em mim desde a primeira hora e que foi providencial neste objectivo de colocar Viseu no mapa gastronómico do País”.

Aberto ao público desde 2014

Desde Abril de 2014, altura em que o Mesa de Lemos abriu ao público, Diogo Rocha preocupou-se sempre em mostrar os melhores ingredientes das várias regiões de Portugal – dos Açores ao Dão, do Algarve a Sesimbra -, proporcionando ao comensal uma viagem pelos sabores mais genuínos.

“Celso de Lemos sempre me disse que se eu conseguisse servir uma batata, um ovo com um fio de azeite e isso soubesse a céu, o meu objectivo estaria cumprido e essa seria a prova que o cruzamento entre as nossas ideias seria perfeito”, acrescenta. “Sinto que consegui”.

Além de muita criatividade, muita qualidade e muito respeito pelos produtos, há elementos constantes à mesa do Mesa de Lemos: os vinhos da Quinta de Lemos, o azeite Quinta de Lemos e a sua horta, e os atoalhados da Abyss & Habidecor, a empresa têxtil de luxo que tornou a existência da Quinta de Lemos possível.

Vinhas à janela

Na verdade, há outras duas constantes, igualmente importantes: a envolvente do Mesa de Lemos – as vinhas que se avistam dos largos janelões do restaurante e as pedras graníticas que integram a estrutura do restaurante; e as linhas do Edifício de Lemos, desenhado pelo arquitecto Carvalho de Araújo e nomeado, em 2014, para a “short list” dos prémios internacionais do ArchDaily, um dos mais prestigiados sites de arquitectura do Mundo.

As grandes vidraças que acompanham as linhas rectilíneas do Edifício de Lemos e inundam de luz o espaço são um reflexo fiel do que ali se serve: sofisticação, qualidade, beleza.

Prémios

O restaurante Mesa de Lemos conquistou vários prémios desde que abriu. Venceu o prémio Revelação do Ano na edição de 2015 dos prémios do Guia Boa Cama Boa Mesa do Expresso, na categoria Boa Mesa, e, em 2016, 2017, 2018 e 2019, foi distinguido com o prémio Garfo de Ouro pelo mesmo guia. Em Fevereiro de 2017, o Mesa de Lemos foi considerado ainda o Restaurante do Ano pela Revista de Vinhos. Em 2019, finalmente, conquista a sua primeira Estrela do Guia Michelin.

O Chef Diogo Rocha

Diogo Rocha começou a trabalhar na área da cozinha profissional cedo. Estudou no Curso de Cozinha e Pastelaria de Coimbra, licenciou-se em Produção Alimentar e Restauração e tornou-se mestre em Sustentabilidade de Turismo na ESHT do Estoril, tendo-se especializado em produtos da Serra da Estrela.

Passou por projectos como Encontrus (catering), restaurante Terreiro do Paço, Villa Joya e Valle Flor, como estagiário.

Em 2008, entrou para o Dão Sul, onde assume a chefia executiva de todo o grupo com três espaços de restauração: Quinta de Cabriz, Quinta do Encontro e Paço dos Cunhas de Santar.

Desde 2009 faz parte do corpo docente da Escola Superior de Turismo de Seia, onde lecciona a cadeira de Gastronomia.

Em Julho de 2013, entra no universo do grupo de Celso de Lemos, vindo a abrir o Mesa de Lemos como Chef executivo em Abril do ano seguinte. A natureza e a preservação do estado mais puro dos produtos são as premissas que garantem a alta qualidade dos produtos, na linha daquilo em que o chef acredita.

Muitos dos ingredientes utilizados no restaurante Mesa de Lemos são produzidos na propriedade e todo o conceito apela à selecção de produtos de elevada qualidade.

Embaixador da marca de bacalhau Lugrade

Em 2015, Diogo Rocha assumiu o papel de embaixador da marca de bacalhau Lugrade. No final do mesmo ano lança um lote de bacalhau com uma cura superior a nove meses, proveniente da Islândia e recentemente lança um novo lote de cachaços de bacalhau demolhados sem espinhas com a mesma origem e processo de cura.

Em Dezembro de 2016, publica o primeiro livro, “Hoje Diogo Rocha”, em que demonstra o carinho pela sua região e o amor que tem aos produtos portugueses. Assumiu ainda a coragem de editar o livro em inglês – “Today Diogo Rocha”. Este foi premiado com o primeiro “1º Prémio Fotografia” para livros sobre gastronomia no concurso organizado pela Portugal CookBook Fair.

Queijos

Em Novembro de 2019 publica o seu segundo livro “Queijaria do Chef” que a acrescentar às características, método de produção, sugestões de petisco e harmonização com vinho, possui mais de 50 receitas de como usar os melhores queijos portugueses. Um guia para descobrir os segredos dos nossos melhores queijos e aventurar-se a comê-los de outras formas que não só a simples fatia. Arrisca novamente na edição do livro em inglês – “Chef´s Dairy”.

A partir de 2017, é nomeado embaixador oficial de Viseu, pertencendo-lhe a promoção e apoio na área da gastronomia da cidade e região com presenças na FITUR, BTL e outros eventos, como o “Viseu Estrela à Mesa”, em que assume o papel de curador. Continua envolvido em diversos projectos na região do Dão e a nível nacional.

Agricultura e Mar Actual

O post Chef Diogo Rocha ganha primeira Estrela Michelin para a Quinta de Lemos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/chef-diogo-rocha-ganha-primeira-estrela-michelin-para-a-quinta-de-lemos/feed/ 0
Hamburgueria DeGema vai abrir novo restaurante no Porto http://agriculturaemar.com/hamburgueria-degema-vai-abrir-novo-restaurante-no-porto/ http://agriculturaemar.com/hamburgueria-degema-vai-abrir-novo-restaurante-no-porto/#respond Tue, 22 Oct 2019 14:02:46 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=45009 É já a partir de amanhã, quarta-feira, 23 de Outubro, que os famosos hambúrgueres DeGema vão estar disponíveis num novo espaço na cidade do Porto. Localizado na Foz do Douro a nova hamburgueria é já o terceiro restaurante da cadeia na Invicta. Milton Araújo, CEO da DeGema, explica que “a nova hamburgueria é resultado do …

O post Hamburgueria DeGema vai abrir novo restaurante no Porto aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
É já a partir de amanhã, quarta-feira, 23 de Outubro, que os famosos hambúrgueres DeGema vão estar disponíveis num novo espaço na cidade do Porto. Localizado na Foz do Douro a nova hamburgueria é já o terceiro restaurante da cadeia na Invicta.

Milton Araújo, CEO da DeGema, explica que “a nova hamburgueria é resultado do sucesso registado nos restaurantes já existentes na Rua do Almada e na Rua Passos Manuel”, e acrescenta que a excessiva procura pelos hambúrgueres artesanais da marca encorajou a nova abertura.

Investimento de 250 mil euros

Resultado de um investimento de 250 mil euros e com disponibilidade para 150 lugares, distribuídos por 220 metros quadrados, o novo espaço conta com os já tradicionais candeeiros em formato de bonecos “cabeçudos”, desenhados exclusivamente para a marca pela designer Madelena Martins. Na entrada da hamburgueria, existe também uma convidativa esplanada interior.

De origem minhota, a Degema conta já com oito espaços no norte do país distribuídos por Braga, Porto, Maia e Vila Nova de Gaia, somando agora mais uma hamburgueria à sua já afamada lista.

Na DeGema além de todos os produtos serem artesanais – o pão, os molhos, as sobremesas e os hambúrgueres, são também todos de fabrico próprio.

“O segredo do sucesso reside na qualidade e frescura de todos os produtos e nas receitas criteriosamente elaboradas por uma equipa que procura sempre arrojar na ementa”, diz um comunicado da empresa.

Agricultura e Mar Actual

O post Hamburgueria DeGema vai abrir novo restaurante no Porto aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/hamburgueria-degema-vai-abrir-novo-restaurante-no-porto/feed/ 0
Bluegrowth junta inovação e gastronomia em campanha de valorização de pescado de aquacultura http://agriculturaemar.com/bluegrowth-junta-inovacao-e-gastronomia-em-campanha-de-valorizacao-de-pescado-de-aquacultura/ http://agriculturaemar.com/bluegrowth-junta-inovacao-e-gastronomia-em-campanha-de-valorizacao-de-pescado-de-aquacultura/#respond Wed, 16 Oct 2019 07:57:59 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44835 Cinco novas criações gastronómicas, assinadas pelo Chef António Alexandre, estiveram na passada semana numa demonstração no segundo painel de prova dedicado à valorização do pescado de aquacultura. A estrela desta edição foi a dourada de aquacultura, produzida pela Marismar, no mar da Ilha da Madeira. Uma organização da Bluegrowth. O evento decorreu no Clara Jardim …

O post Bluegrowth junta inovação e gastronomia em campanha de valorização de pescado de aquacultura aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Cinco novas criações gastronómicas, assinadas pelo Chef António Alexandre, estiveram na passada semana numa demonstração no segundo painel de prova dedicado à valorização do pescado de aquacultura. A estrela desta edição foi a dourada de aquacultura, produzida pela Marismar, no mar da Ilha da Madeira. Uma organização da Bluegrowth.

O evento decorreu no Clara Jardim Restaurante, em Lisboa, onde os presentes puderam degustar cinco pratos inéditos assentes em avançadas técnicas de processamento de pescado.

A degustação, com o objectivo de promover a qualidade do pescado de aquacultura, contou com a explicação detalhada do Chef, relativamente às técnicas de processamento aplicadas em cada um deles, e com uma avaliação final, na qual cada um dos comensais pôde, em quatro parâmetros (aroma, harmonia de sabores, apresentação e factor surpresa), registar a sua opinião.

Valorização de produtos de aquacultura

Esta iniciativa enquadra um conjunto de campanhas de valorização de produtos de aquacultura promovidas pela consultora tecnológica portuguesa para a economia azul – Bluegrowth. Nesta edição, a Bluegrowth e a Marismar – participada do Grupo Jerónimo Martins – procuraram demonstrar o potencial do produto de aquacultura, utilizando técnicas de processamento alimentar assentes em inovações tecnológicas que permitem dar largas à criatividade, alcançando elevados padrões de qualidade e segurança alimentar.

A primeira fase, começou pela escolha da matéria-prima. O principal critério da Bluegrowth para a escolha de um produtor assenta base científica e tecnológica do processo de produção e controlo ambiental seguido pelos produtores. A qualidade da água da Ilha da Madeira e a capacidade da Bluegrowth poder rastrear todo o processo produtivo, incluindo aspecto de qualidade ambiental, foram as razões que levaram à escolha da matéria-prima desta proveniência.

Este peixe, muito apreciado pelos portugueses, é produzido de forma sustentável e respeitando as preocupações do consumidor final que procura, cada vez mais, alimentar-se de uma forma saudável.

A segunda, assentou na preocupação de construir pratos que contemplassem a utilização total da matéria-prima, corroborada pelas palavras do Chef António Alexandre ao referir que “os cinco pratos elaborados permitiram fazer uso total quer da carne quer da pele da dourada. Todo o processo assenta no aproveitamento integral, não havendo lugar para o desperdício”.

A terceira fase, integrou o conhecimento, a técnica e a criatividade do Chef, consubstanciando-se nos cinco pratos apresentados e degustados.

Agricultura e Mar Actual

O post Bluegrowth junta inovação e gastronomia em campanha de valorização de pescado de aquacultura aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/bluegrowth-junta-inovacao-e-gastronomia-em-campanha-de-valorizacao-de-pescado-de-aquacultura/feed/ 0
Galo de Ouro atribuído a 11 restaurantes no 14.º Concurso Galo Assado de Barcelos http://agriculturaemar.com/galo-de-ouro-atribuido-a-11-restaurantes-no-14-o-concurso-galo-assado-de-barcelos/ http://agriculturaemar.com/galo-de-ouro-atribuido-a-11-restaurantes-no-14-o-concurso-galo-assado-de-barcelos/#respond Sat, 12 Oct 2019 17:00:43 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44660 Já são conhecidos os vencedores do 14.º Concurso do Galo Assado que está a decorrer em 13 restaurantes do concelho de Barcelos. Este ano, onze unidades de restauração foram galardoadas com o Galo de Ouro, fruto da avaliação de um júri técnico composto pelos chefes Hernâni Ermida e Feliciano Silva. Por sua vez, nas categorias …

O post Galo de Ouro atribuído a 11 restaurantes no 14.º Concurso Galo Assado de Barcelos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Já são conhecidos os vencedores do 14.º Concurso do Galo Assado que está a decorrer em 13 restaurantes do concelho de Barcelos. Este ano, onze unidades de restauração foram galardoadas com o Galo de Ouro, fruto da avaliação de um júri técnico composto pelos chefes Hernâni Ermida e Feliciano Silva. Por sua vez, nas categorias seguintes apenas uma unidade ficou na categoria de Galo de Prata e Bronze.

“Face ao aparecimento de composições com forte componente de inovação e qualidade apresentada foram ainda distinguidos com composições cénicas, o restaurante Bagoeira com o Prémio da Melhor Figuração alusiva à Lenda do Galo, face à composição apresentada; o Restaurante Pérola com o Prémio Inovação, o Restaurante Manhoso com a menção Honrosa de inovação, o restaurante Galliano com a menção Honrosa pela criatividade e excelência de metodologia de confecção e, o Restaurante Pedra Furada com o Prémio Especial do Júri, pela excelência da peça e qualidade da confecção”, revela fonte da autarquia de Barcelos.

Galo assado

Em termos gerais, os jurados, exaltaram a “qualidade da totalidade das composições, que acabam por ser distinguidas em pormenores em sede de concurso, mas que apresentam uma base comum, elencada nos produtos de excelência da região e que rememoram a tradição do Galo”, acrescenta a autarquia de Barcelos.

O Galo Assado “tem vindo a afirmar-se como um prato de excelência no território e o facto de estar associado a um contexto histórico e simbólico ímpar, Lenda do Galo de Barcelos e a peregrinação a Santiago de Compostela, tem potenciado a sua cada vez maior implementação e aposta por parte das unidades de restauração que têm afirmado o “galo assado à moda de Barcelos” como uma das iguarias chave do território barcelense”, diz a mesma fonte.

O Concurso Galo Assado tem como objectivo principal dinamizar o sector da restauração em época baixa e constitui um argumento estratégico de afirmação de Barcelos no produto “Gastronomia” na região do Porto e Norte. Esta é também uma forma de capitalizar a imagem do galo de Barcelos para o sector da restauração e gastronomia.

Prémios:

Galo de Ouro

  • Restaurante Vera Cruz
  • Restaurante Pérola
  • Restaurante Muralha
  • Restaurante Bagoeira
  • Restaurante Manhoso
  • Restaurante Chuva
  • Restaurante Taberna do Armindo
  • Restaurante Solar Real
  • Restaurante Galliano
  • Restaurante Casa dos Arcos
  • Restaurante Pedra Furada

Galo de Prata

  • Restaurante Babette

Galo de Bronze

  • Restaurante Três Marias

Agricultura e Mar Actual

O post Galo de Ouro atribuído a 11 restaurantes no 14.º Concurso Galo Assado de Barcelos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/galo-de-ouro-atribuido-a-11-restaurantes-no-14-o-concurso-galo-assado-de-barcelos/feed/ 0