Agricultura – AGRICULTURA E MAR ACTUAL http://agriculturaemar.com Portal do mundo rural e da economia do mar Wed, 21 Aug 2019 09:31:33 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.2.2 Tavira: Feira da Dieta Mediterrânica debate turismo gastronómico sustentável http://agriculturaemar.com/tavira-feira-da-dieta-mediterranica-debate-turismo-gastronomico-sustentavel/ http://agriculturaemar.com/tavira-feira-da-dieta-mediterranica-debate-turismo-gastronomico-sustentavel/#respond Wed, 21 Aug 2019 09:00:48 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43294 A VII Feira da Dieta Mediterrânica decorre de 5 a 8 de Setembro em Tavira. E, esta Feira promovida pela Câmara Municipal de Tavira, recebe, logo no primeiro dia,  no Convento da Graça, a Conferência Internacional sobre Turismo Gastronómico Sustentável. Um evento que reunirá em Portugal especialistas e organizações de oito países da Europa Mediterrânica, …

O post Tavira: Feira da Dieta Mediterrânica debate turismo gastronómico sustentável aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A VII Feira da Dieta Mediterrânica decorre de 5 a 8 de Setembro em Tavira. E, esta Feira promovida pela Câmara Municipal de Tavira, recebe, logo no primeiro dia,  no Convento da Graça, a Conferência Internacional sobre Turismo Gastronómico Sustentável.

Um evento que reunirá em Portugal especialistas e organizações de oito países da Europa Mediterrânica, apostadas no reforço da sustentabilidade do sector turístico através da valorização do estilo de vida mediterrânico, património cultural imaterial da humanidade (UNESCO).

Organizado no âmbito do projecto Interreg Medfest, esta conferência debaterá os elementos fundamentais do turismo gastronómico enquanto actividade geradora de equilíbrio territorial, de valorização local e de afirmação da identidade cultural das comunidades.

A mesa de abertura contará com testemunhos de entidades nacionais e comunitárias de referência, antes de Greg Richards lançar o tema do turismo gastronómico sustentável.

Ferramentas e metodologias

Serão também partilhadas as ferramentas e metodologias desenvolvidas durante os últimos três anos e apresentadas oito experiências de turismo gastronómico sustentável que deverão inspirar as políticas públicas para este sector e o surgimento de novas iniciativas empresariais nesta área.

Uma mesa redonda debaterá as estratégias de integração do Turismo Gastronómico Sustentável nas agendas públicas e privadas, com a participação dos consultores Davor Šišović (Croácia), Vitor Sobral (Portugal), Domenico Lizzi (Itália), Murielle Bousquet (França), Silvia Aulet Serrallonga (Espanha), Em Koudoumas (Grécia), Savvas Maliotis (Chipre).

Estratégia europeia

A apresentação de uma proposta de estratégia europeia para a promoção do turismo gastronómico sustentável antecede a cerimónia de encerramento, pelas 17 horas, seguida de um momento de convívio mediterrânico, ainda no convento da Graça.

Pode consultar o programa da Conferência aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post Tavira: Feira da Dieta Mediterrânica debate turismo gastronómico sustentável aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/tavira-feira-da-dieta-mediterranica-debate-turismo-gastronomico-sustentavel/feed/ 0
Empresa polaca procura produtores e distribuidores de vinho http://agriculturaemar.com/empresa-polaca-procura-produtores-e-distribuidores-de-vinho/ http://agriculturaemar.com/empresa-polaca-procura-produtores-e-distribuidores-de-vinho/#respond Wed, 21 Aug 2019 08:00:47 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43284 Uma empresa com sede na Polónia, especializada na importação e distribuição de vinhos embalados em caixas de big bag, procura cooperação com fornecedores desses produtos no exterior (produtores de vinho, distribuidores de vinho, produtores de alimentos). A empresa está também interessada em vinhos biológicos. Segundo a secção de Oportunidades de Negócio da Enterprise Europe Network, …

O post Empresa polaca procura produtores e distribuidores de vinho aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Uma empresa com sede na Polónia, especializada na importação e distribuição de vinhos embalados em caixas de big bag, procura cooperação com fornecedores desses produtos no exterior (produtores de vinho, distribuidores de vinho, produtores de alimentos). A empresa está também interessada em vinhos biológicos.

Segundo a secção de Oportunidades de Negócio da Enterprise Europe Network, a empresa pretende estabelecer cooperação baseada em agência comercial, serviços de distribuição ou acordos com fornecedores.

Como contactar

Para mais informações, procurar pela referência PL-2019-252 aqui. Mais informações sobre a empresa aqui.

A Enterprise Europe Network é uma rede de serviços para ajudar as empresas a inovar e a competir melhor no espaço europeu.

Mais de 500 pontos de contacto

Formada por mais de 500 pontos de contacto, espalhados por 40 países na Europa, a rede oferece um conjunto de serviços descentralizados e de proximidade, que apoiam as pequenas e médias empresas (PME) no seu processo de internacionalização e no encontro de parceiros estratégicos para a inovação e o desenvolvimento sustentado dos seus negócios.

Em Portugal, liderada pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, a Enterprise Europe Network é representada por um consórcio que envolve doze entidades públicas e associativas, distribuídas regionalmente por todo o território nacional, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Agricultura e Mar Actual

O post Empresa polaca procura produtores e distribuidores de vinho aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/empresa-polaca-procura-produtores-e-distribuidores-de-vinho/feed/ 0
Plantação de mirtilos: tudo o que tem de saber para começar http://agriculturaemar.com/plantacao-de-mirtilos-tudo-o-que-tem-de-saber-para-comecar/ http://agriculturaemar.com/plantacao-de-mirtilos-tudo-o-que-tem-de-saber-para-comecar/#respond Wed, 21 Aug 2019 07:33:01 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43289 Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola Plantação de mirtilos: como posso começar a produzir? O Mirtilo tem vindo a ganhar cada vez mais apreciadores ao longo dos tempos, quer pelo seu sabor quem pelas suas propriedades. As suas bagas são ricas em substâncias antioxidantes, e por essa razão, …

O post Plantação de mirtilos: tudo o que tem de saber para começar aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Plantação de mirtilos: como posso começar a produzir?

O Mirtilo tem vindo a ganhar cada vez mais apreciadores ao longo dos tempos, quer pelo seu sabor quem pelas suas propriedades. As suas bagas são ricas em substâncias antioxidantes, e por essa razão, ajudam a retardar o envelhecimento. Para além destes benefícios para a saúde enunciados, estudos comprovam que este fruto  possui bastante eficácia na  prevenção de doenças degenerativas,  no tratamento problemas  de visão, problemas linfáticos e inflamatórios,  assim como no fortalecimento dos vasos capilares.  A plantação de mirtilos tem aumentado ao longo dos tempos e se está interessado(a) em saber como produzir este fruto, continue a ler este artigo.

plantação de mirtilos como começar

Informações-chave sobre a plantação de mirtilos

Características da planta: com a forma de um arbustos, possui  flores brancas ou cor-de-rosa no inverno e pode atingir 1,5 a 3 metros de altura. É  um arbusto resistente que se adapta bem a climas temperados e que faz parte da mesma família das azáles.

Luz solar: escolha um local com boa luminosidade solar directa;

Ventos: escolha um local protegido dos ventos fortes antes de iniciar a plantação de mirtilos;

Drenagem: evite fazer a plantação de mirtilos em  áreas baixas e mal  drenadas .

Temperaturas: evite plantar o seu arbusto em locais  propensos à ocorrência de geadas precoces.

Solos: se possível, faça a plantação dos mirtilos num  solo arenoso, com uma boa drenagem e rico em matéria orgânica.  Evite ao máximo solos argilosos e elimine todas as plantas infestantes antes de iniciar a plantação de mirtilos.

pH: teste o pH do seu solo antes de fazer a preparação do mesmo. Os  mirtilos exigem um solo ácido (pH entre 4,5 e 5,5) para que o seu crescimento e desenvolvimento seja garantido.

plantação de mirtilos

Plantação de mirtilos: como, quando e onde

A plantação de mirtilos pode ser feita:

  1. no início do Inverno, em  regiões de clima temperado;
  2. na Primavera, em  regiões de Invernos rigorosos;

Para garantir melhores resultados, opte por adquirir plantas de mirtilos em vaso nos viveiros  uma vez que têm maiores garantias de qualidade.

Como fazer a plantação de mirtilos

  • Em caso de transplante para o solo, adopte um espaçamento entre plantas de 1 a 1,5m e entre linhas de 2 a 2,5m. Depois deste primeiro passo, faça uma cova com o dobro do diâmetro da raiz da sua planta de mirtilo.  Coloque as plantas a uma maior profundidade do que quando estavam no vaso e complete a cova com uma mistura de terra e composto. Não deve usar qualquer  fertilizante durante a etapa da  plantação e após terminada esta tarefa, faça uma boa rega das plantas.
  • Garanta que não existem quaisquer galhos mortos, frágeis, ou partidos e caso existam, elimine-os.

Caso pretenda,coloque  uma camada de palha  ao redor da planta de forma  a conservar  a humidade do solo e a reduzir as variações de temperatura. Esta técnica também é muito útil para controlar o crescimento de plantas infestantes.

Pode considerar uma outra alternativa à palha pode  ser as cascas de pinheiro.

plantação de mirtilos

Plantação de mirtilos: como e quando fertilizar

Deve aplicar o fertilizante para os seus mirtilos pelo menos 1 vez, especialmente  início da primavera. Se quiser obter melhores resultados, aplique metade do fertilizante no início da Primavera e a outra metade até 1 mês e meio depois.

Tenha em atenção que as plantas de mirtilo não necessitam de grandes quantidades de fertilizante e por essa razão, evite aplicá-lo em demasiado. Se tal acontecer, as suas plantas de mirtilo podem crescer de forma precoce e a planta tornar-se-à menos resistente.

A rega das plantas de mirtilo: um passo muito importante

A rega é uma etapa muito importante mas deve ser feita com muito cuidado. As plantas de mirtilos devem ser regadas de forma regular  durante todo o seu período de crescimento. Deve fazer regas frequentes mais não muito abundantes para evitar o apodrecimento das raízes. Em muitos casos, a  água da chuva é ideal e suficiente. Pode também adoptar o sistema de rega gota-a-gota, colocando 2 emissores por vaso, um de cada lado da planta.

Quando é que o meu arbusto vai começar a frutificar?

Esta é uma informação que deve ter em consideração para não se desiludir.  Tenha em atenção que os mirtilos que são plantados recentemente não devem frutificar nos dois primeiros anos após a plantação dos mirtilos. Durante esta fase é fundamental que a planta desenvolva bem as suas raízes e cresça bem vegetativamente, sendo importante que elimine todas as flores da planta na Primavera.

Após o terceiro ano deixe somente algumas flores nas plantas de forma a  produzir uma pequena quantidade de frutos. Depois do quarto ou quinto ano,  a planta deve desenvolver uma produção completa.

plantação de mirtilos

Quando podar os meus arbustos?

Deve  podar os seus arbustos todos os anos de forma a que este produza mais frutos e com boa  qualidade.  A melhor altura para podar as suas plantas é quando estas estão totalmente inactivas, essencialmente no  final do Inverno ou no início da Primavera.

Nos primeiros anos  a poda não é tão específica quanto nos anos seguintes. Nos dois primeiros anos, remover  os galhos mortos ou fracos é suficiente. Após este período e a partir do terceiro ano após a plantação, esta operação cultural deve ser feita de forma distinta, principalmente após os seis anos.

Ramos com mais de seis anos devem ser podados (estes são geralmente os mais grossos, de cor cinzenta) pois tendem a ser menos produtivos. Esta etapa é fundamental para garantir que os ramos mais jovens se desenvolvam correctamente.

O corte dos ramos mais antigos  deve ser feito ao  nível do solo, excepto se os ramos mais recentes sejam escassos.

Aproveite a poda para eliminar também todos os ramos mais fracos e pequenos.

Mirtilos, Verão, Frutas, Saudável, Frescos, Doces

Pragas e doenças nos mirtilos: como resolver

Felizmente os mirtilos não têm ainda muitos problemas de pragas e doenças.  O melhor conselho que pode dar para evitar estes problemas é a prevenção: conhecer as possíveis pragas que os poderão atacar, os seus ciclos de vida, e os danos que causam é fundamental.

Deve garantir que as suas plantas não tenham plantas infestantes, pois, além de competirem por  nutrientes e água, podem também “esconder” pragas de insectos e doenças.

Pelo conhecimento que tenho, um dos principais problemas desta cultura é o ataque dos pássaros. Para minimizar os prejuízos, cubra os arbustos com uma rede anti-pássaro para um controlo eficaz.

Quando colher?

A melhor época para colher os mirtilos é entre meados de Abril e inícios de Setembro, dependendo como é óbvio da altitude, região e das variedades que escolher para plantar. Deve retire os frutos somente quando estes estão totalmente maduros, quando  ficarem azuis.

Agricultura e Mar Actual

O post Plantação de mirtilos: tudo o que tem de saber para começar aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/plantacao-de-mirtilos-tudo-o-que-tem-de-saber-para-comecar/feed/ 0
Produção de cereais inferior a 200 mil toneladas http://agriculturaemar.com/producao-de-cereais-inferior-a-200-mil-toneladas/ http://agriculturaemar.com/producao-de-cereais-inferior-a-200-mil-toneladas/#respond Tue, 20 Aug 2019 19:00:18 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43291 O Instituto Nacional de Estatística (INE), nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho, espera uma produção de cereais inferior a 200 mil toneladas na actual campanha. Explicam os técnicos do INE que as colheitas dos cereais de Outono/Inverno estão maioritariamente concluídas, tendo-se observado uma grande variabilidade nas produções alcançadas em função da aptidão dos …

O post Produção de cereais inferior a 200 mil toneladas aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
O Instituto Nacional de Estatística (INE), nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho, espera uma produção de cereais inferior a 200 mil toneladas na actual campanha.

Explicam os técnicos do INE que as colheitas dos cereais de Outono/Inverno estão maioritariamente concluídas, tendo-se observado uma grande variabilidade nas produções alcançadas em função da aptidão dos solos onde foram instaladas e da época de sementeira.

Duma maneira geral, as searas de sequeiro encontravam-se rasteiras, consequência das elevadas temperaturas e escassa precipitação do mês de Março (que interromperam os processos de desenvolvimento vegetativo e induziram um espigamento precoce).

Menos trigo e cevada

A estimativa das produções aponta para diminuições, face à campanha anterior, no trigo (essencialmente devido à redução de área), no triticale e cevada (em resultado de uma menor área instalada e de menor produtividade) e na aveia (devido à menor produtividade).

O centeio, por ser produzido maioritariamente no interior Norte e Centro e não ter sido sujeito a condições meteorológicas tão adversas, deverá manter o nível de produção de 2018.

“De referir que, a confirmar-se este cenário, registar-se-á a quarta mais baixa produção destas culturas (depois dos registos de 2005, 2011 e 2012), com um valor abaixo das 200 mil toneladas, muito distante das produções alcançadas nas décadas de oitenta e noventa do século passado, anteriores ao desligamento das ajudas às culturas arvenses (entre 1986 e 1998, a produção média anual de cereais de Outono/Inverno foi de 1.551 mil toneladas)”, realça o INE.

Agricultura e Mar Actual

O post Produção de cereais inferior a 200 mil toneladas aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/producao-de-cereais-inferior-a-200-mil-toneladas/feed/ 0
Como resolver os problemas de má drenagem do solo da sua horta/pomar http://agriculturaemar.com/como-resolver-os-problemas-de-ma-drenagem-do-solo-da-sua-horta-pomar/ http://agriculturaemar.com/como-resolver-os-problemas-de-ma-drenagem-do-solo-da-sua-horta-pomar/#respond Tue, 20 Aug 2019 18:00:30 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43286 Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola Problemas de má drenagem do solo são frequentes em hortas, jardins e pomares.  Para além de afectarem o crescimento e desenvolvimento das culturas, os solos alagados impedem o fornecimento de oxigénio tanto às raízes como aos microorganismos. Por outro lado, solos com uma  drenagem …

O post Como resolver os problemas de má drenagem do solo da sua horta/pomar aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Problemas de má drenagem do solo são frequentes em hortas, jardins e pomares.  Para além de afectarem o crescimento e desenvolvimento das culturas, os solos alagados impedem o fornecimento de oxigénio tanto às raízes como aos microorganismos. Por outro lado, solos com uma  drenagem acentuada são tendencialmente mais  secos e mais pobres em nutrientes. Nestas condições, são poucas as árvores de fruto e culturas que se adaptam, excepto as  ameixoeiras bravas e as cerejeiras arbustivas que se dão bem nestas condições. Neste artigo,  vai aprender dicas úteis de como resolver os problemas de má drenagem do solo da sua horta/pomar. Curioso(a)? Então não perca este artigo pois certamente vai interessar-lhe.

drenagem do solo

drenagem do solo consiste num processo de remoção natural ou artificial, do excesso de água que se encontra no/ou sobre o solo. Os drenos colocados no solo consistem em tubos especializados, valas ou fossos especializados para drenar.

O processo de drenagem consiste no processo de escoar e “enxugar” a água de terrenos agrícolas  encharcados ou alagados bem como outro tipo de terrenos que tenham excesso de água. A drenagem do solo pode ser feita através  de tubos, canais, valas e túneis podendo também serem utilizados motores para auxiliar o escoamento,o que pode tornar todo o processo mais dispendioso.

O processo de drenagem começa primeiramente com a verificação da origem do excesso de água no local que será drenado e logo após esse procedimento é   feito um levantamento topográfico do local para elaborar um projecto mais efectivo de escoamento da água.

Todos os tipos de solo estão sujeitos à drenagem natural cuja intensidade depende das suas características edáficas.  No entanto, apenas os solos que apresentem uma capacidade de drenagem insuficiente para a tolerância hídrica da cultura é que devem ser submetidos a drenagem artificial, desde que os custos justifiquem (na maioria dos casos, os custos associados a  este processo são elevados,pelo que deve ponderar bem e avaliar todas as condicionantes).

A má drenagem do solo: um problema recorrente

Uma drenagem do solo insuficiente pode ser originada por muitas causas, entre elas:

  •  uma grande proporção de argila em relação à de areia e/ou limo;
  • compactação devido ao trânsito frequente de pessoas ou de máquinas pesadas;
  • camada impermeável causada por cultivo rotativo frequente em condições húmidas;
  • retenção superficial de água ou acumulação de escoamento de uma encosta ou de um edifício;
  • entre outros factores;

Como evitar problemas com má drenagem do solo

  • No caso do seu solo ser argiloso, este pode ser  melhorados ao longo do tempo caso utilize  culturas de cobertura e/ou se lhe acrescentar composto. As plantas rasteiras, como a batata-doce, o melão, a abóbora, o feijão ou as ervilhas, podem ser utilizadas como plantas de cobertura,ajudando a evitar que o solo seja levado pelas águas da chuva.  .

Evite ao máximo plantar fruteiras em zonas onde as pessoas tendem a passar a pé ou de carro. Se pretender restaurar a sua horta e pensa  em plantar fruteiras num antigo caminho, é aconselhável  construir um canteiro elevado.

drenagem do solo

Os canteiros elevados conseguem resolver bastantes problemas.  Por essa razão, use canteiros para melhorar a drenagem, melhorar o solo ou contrair a compactação.  Opte por canteiros elevados se pensa em cultivar fruteiras em solos argilosos, sobre uma camada impermeável ou num local de passagem de escoamento.

Caso a retenção de água seja muito superficial, um canteiro mais elevado pode ajudar às vezes. No entanto, aconselho-o a renunciar ao cultivo de fruteiras com raízes mais profundas e preferir fruteiras mais arbustivas como os mirtilos, que possuem raízes mais superficiais.

drenagem do solo

Fazer caleiras de drenagem ou valas para ajudar no escoamento, evacuação e coleta das águas pluviais, domésticas e efluentes.

Para evitar a erosão, plante relva nas margens do seu terreno por exemplo e revista o fundo com pedras. Desvie a água do seu quintal para o esgoto da rua ou para um reservatório natural, certificando-se que não está a desviá-la para o terreno do vizinho ao para cima do passeio.

No caso de drenagem do solo excessiva, causada por solos com partículas grossas, de gravilha ou arenosos, deve tomar outro tipo de medidas. Um bom exemplo de medida é aumentar o nível de húmus no solo através da adição de composto por exemplo.

Pode também optar pelo uso de palha (empalhamento) que vai conservar a humidade.

Síntese: soluções para problemas de drenagem do solo

  • Canteiros elevados: nesta situação, as raízes têm espaço para crescer por cima de uma camada impermeável ou de retenção superficial da água. Pode também facilitar a limpeza das plantas infestantes.
  • Vasos: são bons para cultivar fruta. Neles, podemos usar solos com misturas especiais (substratos por exemplo).
  • Valas de drenagem: afastam o escoamento da superfície das plantas que não suportam ter “os pés molhados”.
  • Culturas de cobertura: são uma fonte de matéria orgânica e conseguem suavizar as camadas impermeáveis do solo.

Agricultura e Mar Actual

O post Como resolver os problemas de má drenagem do solo da sua horta/pomar aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/como-resolver-os-problemas-de-ma-drenagem-do-solo-da-sua-horta-pomar/feed/ 0
COTHN leva 10 Grupos Operacionais à Feira dos Frutos nas Caldas da Rainha http://agriculturaemar.com/cothn-leva-10-grupos-operacionais-a-feira-dos-frutos-nas-caldas-da-rainha/ http://agriculturaemar.com/cothn-leva-10-grupos-operacionais-a-feira-dos-frutos-nas-caldas-da-rainha/#respond Tue, 20 Aug 2019 17:00:34 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43298 A Feira dos Frutos — Feira Nacional de Hortofruticultura, organizada pela Câmara Municipal das Caldas da Rainha, realiza-se entre 16 e 25 de Agosto de 2019, no Parque D. Carlos I. E o  COTHN — Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional estará presente na Feira dos Frutos com a apresentação de 10 Grupos Operacionais sob …

O post COTHN leva 10 Grupos Operacionais à Feira dos Frutos nas Caldas da Rainha aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Feira dos Frutos — Feira Nacional de Hortofruticultura, organizada pela Câmara Municipal das Caldas da Rainha, realiza-se entre 16 e 25 de Agosto de 2019, no Parque D. Carlos I.

E o  COTHN — Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional estará presente na Feira dos Frutos com a apresentação de 10 Grupos Operacionais sob a forma de posters, no seu stand, localizado na área institucional.

Oportunidade para conhecer o trabalho que está a ser desenvolvido na fileira da fruticultura, actividades já decorridas e até mesmo alguns resultados preliminares.

10 Grupos

Os 10 Grupos Operacionais que estão representados neste III Roteiro Inovação, realizado no âmbito do projecto AgroInov, são os seguintes: – Optimal – Macfertiqual – Proenergy – Safeapple – Prunus-pós – Prunus-bot – FruitFyprotec – Polimax – Gofigo produção – Protecestenfilio.

Feira dos Frutos

A Feira dos Frutos, para além da venda de produtos hortícolas da região, é um momento de animação com mostra da gastronomia local e nacional, artesanato, actividades lúdicas para os mais pequenos, espectáculos musicais, restauração, sessões temáticas entre outras coisas.

Promover os produtos frutícolas da região

Os visitantes da Feira dos Frutos, poderão contar com o espaço de restauração e bares no decorrer da feira, e também com um espaço de “Fruta Viva”, tendo como objectivo promover os produtos frutícolas da região, provas sensoriais, venda e exposição de produtos DOP e IGP.

Ver também:

Feira dos Frutos. Quem comprar bilhete electrónico recebe grátis uma Ecobox

Agricultura e Mar Actual

O post COTHN leva 10 Grupos Operacionais à Feira dos Frutos nas Caldas da Rainha aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/cothn-leva-10-grupos-operacionais-a-feira-dos-frutos-nas-caldas-da-rainha/feed/ 0
Quinta do Portal convida a fazer piqueniques no meio das suas vinhas http://agriculturaemar.com/quinta-do-portal-convida-a-fazer-piqueniques-no-meio-das-suas-vinhas/ http://agriculturaemar.com/quinta-do-portal-convida-a-fazer-piqueniques-no-meio-das-suas-vinhas/#respond Tue, 20 Aug 2019 14:00:35 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43280 Uma refeição ao ar livre, no meio das vinhas, é uma proposta que a Quinta do Portal está a promover para quem quer tomar contacto directo com a realidade da vinha. O programa, pensado para os hóspedes da quinta, está também acessível a passantes, através de marcação prévia. Fora do ambiente formal e requintado do …

O post Quinta do Portal convida a fazer piqueniques no meio das suas vinhas aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Uma refeição ao ar livre, no meio das vinhas, é uma proposta que a Quinta do Portal está a promover para quem quer tomar contacto directo com a realidade da vinha. O programa, pensado para os hóspedes da quinta, está também acessível a passantes, através de marcação prévia.

Fora do ambiente formal e requintado do restaurante da quinta, situada em Sabrosa, pelo Alto Douro Vinhateiro, também é possível degustar uma refeição de qualidade harmonizada com os vinhos do Portal.

Ementa

Salada de frango com limão e ervas aromáticas, salada de salmão fumado, tomate e abacate e salada de legumes da horta são algumas das opções, acompanhadas de uma selecção de enchidos típicos durienses e queijos nacionais.

Nas sanduíches, existem opções com pão de sementes com mozarela, tomate e molho de ervas aromáticas, focaccia com legumes assados e queijo pavia ou sande cogumelos salteados, com presunto e rúcula.

Bolo de chocolate, bolo de cenoura e especiarias bolo de vinho tawny e salada de frutas compõem as opções para sobremesas, tudo acompanhado de vinhos e espumante da quinta.

35 euros por pessoa

O preço é de 35 euros por pessoa, sendo que cada cliente poderá escolher três opções de pratos e duas de bebidas. A Quinta do Portal e duas outras quintas, propriedade da empresa (Confradeiro e Manuelas), são os locais onde é possível realizar os piqueniques, sendo que a montagem e o transporte têm um custo adicional.

Os participantes deste programa podem ainda, quando o calor apertar, refrescarem-se na piscina da Casa das Pipas.

Quinta do Portal

A Quinta do Portal é uma empresa que se dedica desde 1990 à produção de vinhos generosos e de mesa de elevada qualidade.

Situada em Sabrosa, porta de entrada para a majestosa paisagem do Alto Douro Vinhateiro, Património Mundial da Humanidade, a Quinta do Portal desenvolveu uma política de internacionalização com participação regular nos maiores certames da especialidade, onde a qualidade dos seus vinhos e adega têm sido premiadas.

O enoturismo é outra das apostas da quinta, com a afamada unidade hoteleira da Casa das Pipas e a já célebre adega gizada pelo arquitecto Álvaro Siza Vieira, a constituírem pólos de atracção na paisagem do Douro.

Agricultura e Mar Actual

O post Quinta do Portal convida a fazer piqueniques no meio das suas vinhas aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/quinta-do-portal-convida-a-fazer-piqueniques-no-meio-das-suas-vinhas/feed/ 0
INE prevê aumento de produtividade da vinha de 10% face à última vindima http://agriculturaemar.com/ine-preve-aumento-de-produtividade-da-vinha-de-10-face-a-ultima-vindima/ http://agriculturaemar.com/ine-preve-aumento-de-produtividade-da-vinha-de-10-face-a-ultima-vindima/#respond Tue, 20 Aug 2019 13:30:29 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43275 O Instituto Nacional de Estatística (INE) prevê um aumento de produtividade da vinha de 10% face à última vindima, segundo avança nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho. Na uva de mesa, a produtividade deverá registar uma redução de 5%. Explicam os técnicos do INE que, para as vinhas, as condições meteorológicas ao longo …

O post INE prevê aumento de produtividade da vinha de 10% face à última vindima aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
O Instituto Nacional de Estatística (INE) prevê um aumento de produtividade da vinha de 10% face à última vindima, segundo avança nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho. Na uva de mesa, a produtividade deverá registar uma redução de 5%.

Explicam os técnicos do INE que, para as vinhas, as condições meteorológicas ao longo da campanha foram, em geral, favoráveis.

Inverno e Primavera secos

O Inverno seco contribuiu para a destruição de muitos oósporos do míldio, sendo que na Primavera, também seca, as condições não promoveram o surgimento de infecções primárias graves.

A floração e a alimpa decorreram sem incidentes e o desenvolvimento dos cachos foi pontualmente condicionado por situações meteorológicas anómalas: escaldões provocados pelo pico de temperatura e vento quente e seco do dia 11 de Julho, principalmente no Vale do Tejo e Alentejo; destruição dos bagos/cachos pelo granizo em Trás-os-Montes, no dia 13 de Julho.

Acrescentam os técnicos do INE que os arrefecimentos nocturnos têm contribuído para avançar com o processo de maturação das uvas, estimando um aumento de produtividade de 10% face à vindima de 2018.

Julho seco

Acrescentam as previsões agrícolas do INE que o mês de Julho caracterizou-se como seco, com um valor médio da precipitação de 5,9 mm, cerca de 43% da normal (1971-2000).

Quanto à temperatura do ar, Julho classificou-se como normal, com picos de temperatura máxima acima da média entre os dias 10 e 12 e na semana de 17 a 24. De notar que este mês foi também caracterizado pela ocorrência de vento, em particular na segunda quinzena e no litoral a sul do Cabo da Roca e zonas altas.

Agricultura e Mar Actual

O post INE prevê aumento de produtividade da vinha de 10% face à última vindima aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/ine-preve-aumento-de-produtividade-da-vinha-de-10-face-a-ultima-vindima/feed/ 0
Produtividade das macieiras em níveis historicamente elevados. Pêra mantém produtividade http://agriculturaemar.com/produtividade-das-macieiras-em-niveis-historicamente-elevados-pera-mantem-produtividade/ http://agriculturaemar.com/produtividade-das-macieiras-em-niveis-historicamente-elevados-pera-mantem-produtividade/#respond Tue, 20 Aug 2019 12:00:26 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43272 A floração/vingamento nas macieiras decorreu com condições meteorológicas bastante favoráveis, avança o Instituto Nacional de Estatística (INE), nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho. O estado vegetativo é em geral bom, com uma considerável amostra de frutos de bom calibre e coloração, estando a colheita para breve nas principais regiões produtoras. Beira Douro e …

O post Produtividade das macieiras em níveis historicamente elevados. Pêra mantém produtividade aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A floração/vingamento nas macieiras decorreu com condições meteorológicas bastante favoráveis, avança o Instituto Nacional de Estatística (INE), nas suas previsões agrícolas, a 31 de Julho.

O estado vegetativo é em geral bom, com uma considerável amostra de frutos de bom calibre e coloração, estando a colheita para breve nas principais regiões produtoras.

Beira Douro e Távora

Na Beira Douro e Távora, face ao elevado número de frutos por árvore que permaneceram mesmo após a monda química, foi necessário recorrer à monda manual e ao reforço das regas por forma a obter maçãs de calibre comercializável, realça o INE.

Também no Alto Oeste, o rendimento unitário deverá aumentar relativamente a 2018. A única excepção aos aumentos generalizados de produtividade deverá ser a zona do Planalto Mirandês, assolada por uma trovoada, acompanhada de chuva intensa e forte queda de granizo (dia 13 de Julho), que provocou avultados prejuízos nas culturas instaladas.

“Globalmente, prevê-se que a campanha de 2019 seja uma das mais produtivas de sempre, com um rendimento unitário de 23,9 toneladas por hectare, 30% acima da campanha anterior”, avançam as previsões agrícolas do INE.

Pêra mantém produtividade

Na pêra, a produtividade deverá ser semelhante à observada na campanha anterior. Com cerca de 85% dos pomares situados no Oeste, a pêra tende a evidenciar anualmente esta concentração, sobretudo por reflectir as condições meteorológicas e as pressões fitossanitárias que afectam esta zona, sendo muito residual o impacto das variações de produtividade das restantes regiões produtoras.

Assim, acrescenta o INE, após um vingamento irregular, devido às baixas temperaturas nocturnas e à precipitação registadas naquela região em Abril e à ocorrência de focos de estenfiliose no Baixo Oeste, a produtividade deverá manter-se próxima das 13,0 toneladas por hectare (-0,8 toneladas por hectare, face à média das últimas cinco campanhas).

Carga de frutos muito elevada nos pessegueiros

Por outro lado, referem ainda as previsões do INE, já se iniciou a apanha nos pomares de variedades precoces de pessegueiros. A carga de frutos é superior à da campanha anterior e a qualidade média é boa.

Confirmam-se as previsões que apontam para que esta campanha seja a mais produtiva dos últimos trinta e três anos (13,8 toneladas por hectare).

Quanto à amêndoa, com a entrada em produção dos pomares instalados nos últimos três/quatro anos e a aproximação da produção cruzeiro dos plantados há seis/sete anos, regista-se um forte aumento da produtividade global, face à campanha anterior (+60%).

Agricultura e Mar Actual

O post Produtividade das macieiras em níveis historicamente elevados. Pêra mantém produtividade aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/produtividade-das-macieiras-em-niveis-historicamente-elevados-pera-mantem-produtividade/feed/ 0
Produtividade da batata de regadio aumenta 10%. Tomate para a indústria com boas perspectivas http://agriculturaemar.com/produtividade-da-batata-de-regadio-aumenta-10-tomate-para-a-industria-com-boas-perspectivas/ http://agriculturaemar.com/produtividade-da-batata-de-regadio-aumenta-10-tomate-para-a-industria-com-boas-perspectivas/#respond Tue, 20 Aug 2019 11:00:00 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43269 A apanha da batata de regadio está a decorrer e confirmam-se os aumentos de produtividade face à campanha anterior (+10%), estimando-se que se possa ultrapassar as 24 toneladas por hectare, avançam as previsões agrícolas, a 31 de Julho,do Instituto Nacional de Estatística (INE). Os tratamentos fitossanitários preventivos, nomeadamente para combater o míldio, foram eficazes, tendo …

O post Produtividade da batata de regadio aumenta 10%. Tomate para a indústria com boas perspectivas aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A apanha da batata de regadio está a decorrer e confirmam-se os aumentos de produtividade face à campanha anterior (+10%), estimando-se que se possa ultrapassar as 24 toneladas por hectare, avançam as previsões agrícolas, a 31 de Julho,do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os tratamentos fitossanitários preventivos, nomeadamente para combater o míldio, foram eficazes, tendo sido possível obter tubérculos de bom calibre e qualidade.

Para a batata de sequeiro, as previsões do INE apontam para um aumento da produção em 5%, face a 2018. De notar que o escoamento da produção tem decorrido sem dificuldades.

Campanha de tomate para a indústria com boas perspectivas

A plantação do tomate para a indústria concluiu-se no início de Junho e as primeiras colheitas iniciaram-se na semana 31 (29 de Julho a 4 de Agosto).

O desenvolvimento vegetativo foi regular e apesar de alguns focos localizados de míldio e de ácaros, que obrigaram à realização de tratamentos já na fase final do ciclo, não se registaram prejuízos anormais causados por problemas fitossanitários.

A amostra de frutos, em quantidade e com boa cor, permite antever um aumento de 10% na produtividade face a 2018, para valores próximos dos alcançados em 2015 (que, recorde-se, foi a campanha mais produtiva desde que há registos estatísticos sistemáticos), salienta o INE.

Girassol

Quanto ao girassol, o ano tem decorrido favoravelmente em termos meteorológicos. Nas últimas campanhas o cultivo tem vindo a concentrar-se em áreas de regadio, com elevado potencial para esta cultura, o que tem promovido um aumento sustentável do rendimento unitário alcançado.

Os técnicos do INE estimam que a produtividade se possa situar próxima das 1,9 toneladas por hectare, 5% acima da alcançada em 2018 e 33% superior à dos últimos cinco anos.

Agricultura e Mar Actual

O post Produtividade da batata de regadio aumenta 10%. Tomate para a indústria com boas perspectivas aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/produtividade-da-batata-de-regadio-aumenta-10-tomate-para-a-industria-com-boas-perspectivas/feed/ 0