Azeite – AGRICULTURA E MAR ACTUAL http://agriculturaemar.com Portal do mundo rural e da economia do mar Tue, 15 Oct 2019 12:21:43 +0000 pt-PT hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.2.4 Empresa romena procura produtores de presunto, lacticínios, nozes e azeite http://agriculturaemar.com/empresa-romena-procura-produtores-de-presunto-lacticinios-nozes-e-azeite/ http://agriculturaemar.com/empresa-romena-procura-produtores-de-presunto-lacticinios-nozes-e-azeite/#respond Tue, 15 Oct 2019 11:00:59 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44779 Uma empresa romena está à procura de produtores de produtos alimentares, como carnes e presuntos, lacticínios, frutas e nozes, azeitonas, azeite e outros produtos de nicho. A empresa é especializada no comércio intra-comunitário e na exportação de produtos romenos e procura parcerias de longo prazo com fabricantes de alimentos especializados de alta qualidade. A empresa …

O post Empresa romena procura produtores de presunto, lacticínios, nozes e azeite aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Uma empresa romena está à procura de produtores de produtos alimentares, como carnes e presuntos, lacticínios, frutas e nozes, azeitonas, azeite e outros produtos de nicho.

A empresa é especializada no comércio intra-comunitário e na exportação de produtos romenos e procura parcerias de longo prazo com fabricantes de alimentos especializados de alta qualidade. A empresa deseja actuar como agente e representar produtos alimentícios produzidos principalmente de países da UE.

Segundo a secção de Oportunidades de Negócio da Enterprise Europe Network, a empresa pretende estabelecer acordo de agência comercial.

Como contactar

Para mais informações, procurar pela referência RO-2019-314 aqui. Mais informações sobre a empresa aqui.

A Enterprise Europe Network é uma rede de serviços para ajudar as empresas a inovar e a competir melhor no espaço europeu.

Mais de 500 pontos de contacto

Formada por mais de 500 pontos de contacto, espalhados por 40 países na Europa, a rede oferece um conjunto de serviços descentralizados e de proximidade, que apoiam as pequenas e médias empresas (PME) no seu processo de internacionalização e no encontro de parceiros estratégicos para a inovação e o desenvolvimento sustentado dos seus negócios.

Em Portugal, liderada pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, a Enterprise Europe Network é representada por um consórcio que envolve doze entidades públicas e associativas, distribuídas regionalmente por todo o território nacional, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira.

Agricultura e Mar Actual

O post Empresa romena procura produtores de presunto, lacticínios, nozes e azeite aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/empresa-romena-procura-produtores-de-presunto-lacticinios-nozes-e-azeite/feed/ 0
Comissão publica lista de 20 pragas de combate prioritário. Xylella fastidiosa é a que tem maior impacto na agricultura http://agriculturaemar.com/comissao-publica-lista-de-20-pragas-de-combate-prioritario-xylella-fastidiosa-e-a-que-tem-maior-impacto-na-agricultura/ http://agriculturaemar.com/comissao-publica-lista-de-20-pragas-de-combate-prioritario-xylella-fastidiosa-e-a-que-tem-maior-impacto-na-agricultura/#respond Fri, 11 Oct 2019 16:30:14 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44673 A Comissão publicou hoje, 11 de Outubro, uma lista de 20 pragas de quarentena regulamentadas consideradas como pragas prioritárias, incluindo a Xylella fastidiosa, o escaravelho japonês, o escaravelho asiático, o enverdecimento dos citrinos e o ponto preto dos citrinos, cujo impacto económico, ambiental e social no território da UE é de maior gravidade. Selecção de …

O post Comissão publica lista de 20 pragas de combate prioritário. Xylella fastidiosa é a que tem maior impacto na agricultura aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Comissão publicou hoje, 11 de Outubro, uma lista de 20 pragas de quarentena regulamentadas consideradas como pragas prioritárias, incluindo a Xylella fastidiosa, o escaravelho japonês, o escaravelho asiático, o enverdecimento dos citrinos e o ponto preto dos citrinos, cujo impacto económico, ambiental e social no território da UE é de maior gravidade.

Selecção de pragas

A selecção de pragas baseia-se na avaliação efectuada pelo Centro Comum de Investigação da Comissão e pela Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos, que tem em conta a probabilidade de propagação, o estabelecimento e as consequências dessas pragas para a União. Foram também tidos em conta os pontos de vista de um grupo especifico de peritos e as reacções do público transmitidas através do portal Legislar Melhor.

Xylella fastidiosa, a praga com maior impacto

A nova metodologia mostra, por exemplo, que a bactéria Xylella fastidiosa, a praga com maior impacto nas culturas agrícolas, incluindo os frutos, poderia causar perdas anuais de produção de 5,5 mil milhões de euros, afectando 70% do valor de produção da UE das oliveiras mais velhas (com mais de 30 anos) e 35 % das mais jovens, num cenário de propagação da bactéria por toda a UE.

Além dos impactos directos na produção, as pragas têm efeitos indirectos significativos numa vasta gama de sectores económicos a montante ou a jusante. Por exemplo, a eventual propagação por toda a UE do escaravelho asiático (Anoplophora glabripennis) poderia resultar na perda directa de mais de 5% das árvores em crescimento de várias espécies florestais da UE, tais como o amieiro, o freixo, a faia, a bétula, o ulmeiro, o bordo ou o plátano.

Estas árvores estão avaliadas em 24 mil milhões de euros e o impacto económico no sector florestal a montante poderia ascender a 50 mil milhões de euros.

Estados-membros obrigados a lançar campanhas de informação

Os Estados-membros terão de lançar campanhas de informação junto do público, realizar prospecções anuais e preparar planos de contingência, exercícios de simulação e planos de acção para a erradicação destas pragas.

Congratulando-se com a adopção desta lista, o comissário Vytenis Andriukaitis, responsável pela Saúde e Segurança dos Alimentos, afirmou que “a fitossanidade tem ocupado um lugar importante na ordem de trabalhos do meu mandato nos últimos cinco anos. É por esta razão que me congratulo particularmente com esta definição de prioridades, que ajudará a UE e os Estados-membros a aumentar o grau de preparação e a tomar medidas rápidas contra pragas de vegetais muito perigosas, bem como a contribuir para o acordo ecológico europeu, protegendo a nossa biodiversidade, os ecossistemas naturais e a agricultura da UE”.

Por sua vez, Tibor Navracsics, comissário da Educação, Cultura, Juventude e Desporto, responsável pelo Centro Comum de Investigação, afirmou que “para proteger eficazmente as nossas plantas e a qualidade de vida dos nossos cidadãos, precisamos, em primeiro lugar, de ter em conta o impacto nocivo na nossa economia, no ambiente e na sociedade provocado por pragas como o escaravelho japonês ou a mancha negra dos citrinos. Graças a um novo indicador concebido pelo Centro Comum de Investigação, podemos agora estimar os danos causados por estas pragas em vários domínios, incluindo os menos tangíveis, como o património paisagístico e cultural ou a biodiversidade e os ecossistemas. Foi-nos assim possível identificar as 20 pragas mais agressivas nas quais devemos concentrar os nossos esforços”.

Lista de pragas prioritárias:

  • Agrilus anxius Gory
  • Agrilus planipennis Fairmaire
  • Anastrepha ludens (Loew)
  • Anoplophora chinensis (Thomson)
  • Anoplophora glabripennis (Motschulsky)
  • Anthonomus eugenii Cano
  • Aromia bungii (Faldermann)
  • Bactericera cockerelli (Sulc.)
  • Bactrocera dorsalis (Hendel)
  • Bactrocera zonata (Saunders)
  • Bursaphelenchus xylophilus (Steiner et Bührer) Nickle et al.
  • Candidatus Liberibacter spp., agente causal da doença de Huanglongbing dos citrinos/enverdecimento dos citrinos
  • Conotrachelus nenuphar (Herbst)
  • Dendrolimus sibiricus Tschetverikov
  • Phyllosticta citricarpa (McAlpine) Van der Aa
  • Popillia japonica Newman
  • Rhagoletis pomonella Walsh
  • Spodoptera frugiperda (Smith)
  • Thaumatotibia leucotreta (Meyrick)
  • Xylella fastidiosa (Wells et al.)

Para mais informações clique aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post Comissão publica lista de 20 pragas de combate prioritário. Xylella fastidiosa é a que tem maior impacto na agricultura aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/comissao-publica-lista-de-20-pragas-de-combate-prioritario-xylella-fastidiosa-e-a-que-tem-maior-impacto-na-agricultura/feed/ 0
Desafios do sector do azeite e PAC pós 2020 debatidos em Murça http://agriculturaemar.com/desafios-do-sector-do-azeite-e-pac-pos-2020-debatidos-em-murca/ http://agriculturaemar.com/desafios-do-sector-do-azeite-e-pac-pos-2020-debatidos-em-murca/#respond Wed, 09 Oct 2019 11:09:33 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44602 A Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça (CAOM) e a Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas organizam, no próximo dia 20 de Outubro, em Murça, um Seminário para debater “Os desafios do sector do azeite e a PAC pós 2020 em Trás-os-Montes”. O Seminário que terá lugar no Auditório Municipal de Murça, tem início …

O post Desafios do sector do azeite e PAC pós 2020 debatidos em Murça aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça (CAOM) e a Confagri — Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas organizam, no próximo dia 20 de Outubro, em Murça, um Seminário para debater “Os desafios do sector do azeite e a PAC pós 2020 em Trás-os-Montes”.

O Seminário que terá lugar no Auditório Municipal de Murça, tem início às 10 horas. A participação é livre, mas sujeita a inscrição através do email geral@caom.pt.

Segundo o presidente da CAOM, Francisco Vilela Ribeiro, “este é o momento para, em colaboração com os nossos parceiros, definirmos estratégias para assegurar a sustentabilidade do sector e ultrapassar os desafios que o futuro nos apresenta. Já não é novidade que produzimos cada vez mais azeite e de melhor qualidade, o que se pode constatar pelo aumento dos níveis de exportação e pelos Prémios Internacionais que temos conquistado. Ainda recentemente fomos a única cooperativa nacional a conquistar três medalhas de ouro no segundo maior concurso internacional, Olivinus na Argentina, com apenas três lotes que submetemos a concurso, onde um dos quais obteve uma classificação de 94 pontos”.

Denominação de Origem Protegida

Mas, a região ainda não consegue valorizar convenientemente os produtos de qualidade que coloca no mercado, razão pela qual a CAOM, em parceria com autarquias, cooperativas e empresas, decidiu fundar a Associação – CEPAD (Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Douro), com o objectivo de diferenciar a região demarcada do Douro na produção de azeites de excelência e de reconhecer o seu azeite como produto de Denominação de Origem Protegida (DOP).

Cerca de 80% do olival da região é tradicional, centenário, de sequeiro e em bordadura das vinhas, ou seja, a falta de condições para modernização aliada aos constrangimentos climatéricos da falta de água colocam obstáculos à expansão da sua actividade o que compromete a fixação de pessoas no interior das povoações e a coesão territorial.

Programa

Este Seminário que terá lugar no Auditório Municipal de Murça, tem início às 10 horas com abertura a cargo do presidente da Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça, Francisco Vilela Ribeiro, seguido do presidente da Fenazeites, Aníbal Martins e do presidente da Câmara Municipal de Murça, Mário Lopes.

Seguir-se-á o 1.º Painel, às 10h30, moderado por Francisco Silva, onde serão abordadas as “Boas práticas do Olival”, “A PAC PÓS 2020 – Perspectiva para o sector Olivícola” e o “Enquadramento fiscal e contributivo da Actividade Agrícola”, a cargo do José Gouveia, Arlindo Cunha e Albino Alves, respectivamente.

Na parte da tarde, terá lugar o 2.º Painel, às 14h30, onde se irá dar a “Conhecer os Azeites”, com o Prof. José Gouveia e será anunciado o “Plano de Contingência para a Xylella Fastidiosa”, por Ana Paula Cruz de Carvalho. Este painel será moderado por Patrícia Falcão Duarte.

Às 16 horas haverá lugar para um “debate e provas” e às 17 horas a sessão de encerramento. No decorrer da sessão, lugar também a um almoço convívio com os participantes com momento musical.

Agricultura e Mar Actual

O post Desafios do sector do azeite e PAC pós 2020 debatidos em Murça aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/desafios-do-sector-do-azeite-e-pac-pos-2020-debatidos-em-murca/feed/ 0
AgroGes espera aumento de produção média anual de azeitona no Alentejo nos próximos anos http://agriculturaemar.com/agro-ges-espera-aumento-de-producao-media-anual-de-azeitona-no-alentejo-nos-proximos-anos/ http://agriculturaemar.com/agro-ges-espera-aumento-de-producao-media-anual-de-azeitona-no-alentejo-nos-proximos-anos/#respond Sat, 05 Oct 2019 17:00:03 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44461 A área de olivais de azeitona para azeite, em Portugal, ao longo dos últimos 20 anos, cresceu, em média, à taxa de 0,2% ao ano. Na região do Alentejo, esse crescimento foi de 1,1%/ano. Entre 2010 e 2018, o crescimento de área no Alentejo foi de 7%, beneficiando do desenvolvimento das infra-estruturas de Alqueva, tendo …

O post AgroGes espera aumento de produção média anual de azeitona no Alentejo nos próximos anos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A área de olivais de azeitona para azeite, em Portugal, ao longo dos últimos 20 anos, cresceu, em média, à taxa de 0,2% ao ano. Na região do Alentejo, esse crescimento foi de 1,1%/ano. Entre 2010 e 2018, o crescimento de área no Alentejo foi de 7%, beneficiando do desenvolvimento das infra-estruturas de Alqueva, tendo crescido 5% em termos nacionais.

E tudo indica que o Alentejo vai continuar a liderar a produção de azeitona e de azeite. “A expansão da área de olival em Portugal ao logo dos últimos anos tem ocorrido essencialmente na região de Alqueva (Alentejo), com recurso ao regadio e à instalação de sistemas de olival intensivo e em sebe (olival super-intensivo)”, refere a  AgroGes — Sociedade de Estudos e Projectos, na primeira edição do Millennium Agro News, dedicada à fileira do olival e do azeite.

E para a Agroges, “existe uma área muito significativa destes novos olivais que ainda não entrou em velocidade cruzeiro, pelo que é esperado um aumento de produção média anual ao longo dos próximos anos. Embora o ritmo de plantação de novos olivais tenda a abrandar, são ainda esperados acréscimos de áreas deste tipo de plantações ao longo dos próximos dez anos”.

 

Considerando as perspectivas de crescimento sustentado do mercado à escala global e as “excelentes condições naturais que Portugal apresenta para a produção de azeitonas e azeite, é de esperar que os preços médios anuais para a azeitona oscilem entre os 0,30 e os 0,45€/kg de azeitona”, acrescenta a consultora.

Produtividade do olival alentejano cresce 9,4%/ano

Acrescenta a AgroGes, no Millennium Agro News, patrocinado pelo Millennium bcp, que as produtividades do olival têm apresentado uma progressão muito significativa nos últimos 20 anos (5,8%/ano em Portugal e 9,4%/ano no Alentejo), mais evidente ao longo desta última década. “O crescimento da produtividade média fica a dever-se à adopção das novas tecnologias mais intensivas e à opção por novas variedades com maior potencial”.

Os valores de produtividade média actual (2.058 kg/ha em Portugal e 3.075 kg/ha no Alentejo) “são ainda muito reduzidos, quando comparam com as produtividades dos novos olivais intensivos e super-intensivos – cerca de 12.000 kg/ha – fruto da área ainda muito relevante de olivais tradicionais de muito baixas produtividades”, realça a AgroGes.

E salienta que o volume de produção de azeitona tem seguido a tendência do aumento das áreas de olival e da sua produtividade, tendo sido alcançados máximos dos últimos 20 anos em 2017 (858 mil toneladas em Portugal e 540 toneladas no Alentejo).

Estes valores resultam de taxas de crescimento médio anual de 6%/ano em termos nacionais e de 11%/ano na região do Alentejo.

 

O preço médio da azeitona, após atingir mínimos no ano 2011, tem evoluído em alta, com um máximo no ano de 2017 – 0,49 €/kg.

Pode ler a Millennium Agro News completa aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post AgroGes espera aumento de produção média anual de azeitona no Alentejo nos próximos anos aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/agro-ges-espera-aumento-de-producao-media-anual-de-azeitona-no-alentejo-nos-proximos-anos/feed/ 0
Vinhos e azeites portugueses escapam às novas taxas aduaneiras dos EUA http://agriculturaemar.com/vinhos-e-azeites-portugueses-escapam-as-novas-taxas-aduaneiras-dos-eua/ http://agriculturaemar.com/vinhos-e-azeites-portugueses-escapam-as-novas-taxas-aduaneiras-dos-eua/#respond Fri, 04 Oct 2019 16:00:31 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44418 Os Estados Unidos vão impor taxas alfandegárias, de 10% e 25% (na agricultura), sobre vários produtos da União Europeia, a partir de 18 de Outubro. A medida já tem a decisão favorável da Organização Mundial de Comércio (OMC). Os vinhos e azeites portugueses salvaram-se às novas taxas. Os lacticínios são os mais afectados. Segundo a …

O post Vinhos e azeites portugueses escapam às novas taxas aduaneiras dos EUA aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Os Estados Unidos vão impor taxas alfandegárias, de 10% e 25% (na agricultura), sobre vários produtos da União Europeia, a partir de 18 de Outubro. A medida já tem a decisão favorável da Organização Mundial de Comércio (OMC). Os vinhos e azeites portugueses salvaram-se às novas taxas. Os lacticínios são os mais afectados.

Segundo a lista divulgada pelo Gabinete de Comércio Internacional dos EUA (aqui) as novas taxas vão recair sobre queijos, carne de porco, derivados de leite como iogurtes e manteigas, frutas como cereja, limões e pêssegos e diferentes tipos de moluscos oriundos de Portugal vão ser sujeitos a uma taxa adicional de 25% quando importados pelos EUA.

Relembre-se, no início de Abril, a lista inicial incluía a possibilidade de taxar também o vinho português. Uma decisão que afecta o agronegócio nacional. E tudo por causa de ajudas públicas da União Europeia à Airbus.

UE calcula impacto

A Comissão Europeia já está a calcular o impacto destas tarifas adicionais. Na conferência de imprensa diária do executivo comunitário, em Bruxelas, o porta-voz para a área do comércio, Daniel Rosário, informou que “a Comissão está, neste momento, a analisar esta lista para calcular o impacto em vários sectores”.

Na área das frutas, Portugal pertence ao grupo de países que verá vários produtos com taxas aumentadas em 25%, como citrinos (laranjas, limões, tangerinas, clementinas, frescas ou desidratadas), cerejas (secas), pêras (secas ou desidratadas).

A OMC autorizou os Estados Unidos a aplicar tarifas adicionais de 7,5 mil milhões de dólares (quase sete mil milhões de euros) a produtos europeus, em retaliação pelas ajudas da UE à fabricante francesa de aeronaves, a Airbus.

As penalizações recaem principalmente sobre a França, Alemanha, Espanha e Reino Unido.

Espanha

Em Espanha, o director-geral da Federação Espanhola do Vinho, José Luís Benítez, lamentou que “novamente, o vinho espanhol está sujeito a uma retaliação num conflito comercial internacional com o qual não tem nada a ver”.

Após manter várias conversas com as autoridades espanholas, José Luís Benítez pediu ao governo espanhol e à Comissão Europeia que redobrassem os seus esforços para alcançar uma solução negociada com os Estados Unidos, que evitasse medidas muito prejudiciais ao sector vinícola espanhol, num dos seus mercados mais importantes.

Para o director da Federação Espanhola do Vinho, é uma decisão “arbitrária e injusta” que afecta não apenas as vinícolas espanholas e europeias, mas também os importadores e consumidores dos EUA que serão afectados pelas novas tarifas.

As novas taxas deverão ter um grande impacto na economia espanhola que exportou para o mercado norte-americano, até Julho de 2019, quase 73 milhões de litros de vinho, no valor de 301,4 milhões de euros, a um preço médio de 4,14 euros por litro.

Agricultura e Mar Actual

O post Vinhos e azeites portugueses escapam às novas taxas aduaneiras dos EUA aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/vinhos-e-azeites-portugueses-escapam-as-novas-taxas-aduaneiras-dos-eua/feed/ 0
União Europeia adopta normas do Conselho Oleícola Internacional para o azeite http://agriculturaemar.com/uniao-europeia-adopta-normas-do-conselho-oleicola-internacional-para-o-azeite/ http://agriculturaemar.com/uniao-europeia-adopta-normas-do-conselho-oleicola-internacional-para-o-azeite/#respond Thu, 03 Oct 2019 14:07:44 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44453 A Comissão Europeia actualizou o Regulamento comunitário de 1991 que definia as características físico-químicas e organoléticas dos azeites e dos óleos de bagaço de azeitona e os métodos para as determinar. O novo Regulamento garante a adopção das últimas normas internacionais do Conselho Oleícola Internacional, explica a CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal. A …

O post União Europeia adopta normas do Conselho Oleícola Internacional para o azeite aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
A Comissão Europeia actualizou o Regulamento comunitário de 1991 que definia as características físico-químicas e organoléticas dos azeites e dos óleos de bagaço de azeitona e os métodos para as determinar. O novo Regulamento garante a adopção das últimas normas internacionais do Conselho Oleícola Internacional, explica a CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal.

A partir de agora cabe aos Estados-membros verificar se as amostras de azeite correspondem à categoria declarada.

O Regulamento (UE) 2019/1604 da Comissão Europeia, de 27 de Setembro (aqui), altera o Regulamento (CEE) nº2568/91 relativo às características dos azeites e dos óleos de bagaço de azeitona, bem como os métodos de análise relacionados.

Esses métodos, assim como os valores-limite das características dos azeites e dos óleos de bagaço de azeitona, são actualizados regularmente com base no parecer dos peritos químicos e em consonância com os trabalhos realizados no âmbito do Conselho Oleícola Internacional (COI).

As alterações

Para garantir que são aplicadas na União Europeia as últimas normas internacionais do COI, é necessário actualizar determinados métodos de análise estabelecidos no Regulamento (CEE) nº2568/91.

Numa perspectiva de coerência com os valores de precisão do método analítico, a norma do COI sofreu alterações no tocante à expressão do limite da acidez livre, do índice de peróxidos, da avaliação organolética (mediana dos defeitos e mediana do atributo “frutado”) e da diferença entre o NCE42 determinado por HPLC e o NCE42 obtido por cálculo teórico.

Agricultura e Mar Actual

O post União Europeia adopta normas do Conselho Oleícola Internacional para o azeite aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/uniao-europeia-adopta-normas-do-conselho-oleicola-internacional-para-o-azeite/feed/ 0
Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 23 a 29 Setembro 2019 http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-e-azeitona-informacao-semanal-23-a-29-setembro-2019/ http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-e-azeitona-informacao-semanal-23-a-29-setembro-2019/#respond Mon, 30 Sep 2019 11:00:37 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44288 Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Azeite: Conjuntura semanal Na semana em análise, não foram registadas cotações de azeite a granel. A campanha 2018-2019 é dada por encerrada. A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro. Espanha Em Espanha as cotações do azeite virgem extra …

O post Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 23 a 29 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Azeite: Conjuntura semanal

Na semana em análise, não foram registadas cotações de azeite a granel. A campanha 2018-2019 é dada por encerrada.

A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro.

Espanha

Em Espanha as cotações do azeite virgem extra a granel mantiveram-se estáveis, em relação à semana anterior (Olimerca):

  • Jaén – 2,10€/kg;
  • Extremadura – 2,15€/kg.

Azeitona de mesa

Foi dada por iniciada a campanha 2019-2020 de comercialização de azeitona de mesa, na área de mercado Algarve, onde nesta campanha há mais oferta do que na anterior.

A cotação mais frequente da azeitona de mesa da variedade maçanilha foi de 1,00€/kg.

Em Espanha, a cotação da azeitona de mesa manzanilla foi de 0,90€/kg (Olimerca).

Comércio internacional

Nos primeiros 9 meses da campanha 2018-2019 (Outubro – Junho), tanto as exportações como as importações portuguesas de azeite virgem extra e virgem aumentaram em volume, relativamente ao período homólogo da campanha anterior, mas diminuíram em valor, o que reflectirá a baixa do preço do azeite no mercado mundial.

O nosso saldo comercial em azeite aumentou ligeiramente : +1,6%%.

SIMA

O SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas tem como objectivos o acompanhamento do mercado de produtos agrícolas, recolhendo os dados que permitam:

  • Informar os decisores políticos, que têm a missão de acompanhar as políticas de mercado (nacionais ou comunitárias)
  • Informar o próprio mercado e os seus agentes, prestando um serviço público de regulação

Tipo de Informação disponibilizada:

  • Preços de produtos agrícolas
  • Análises de mercados agrícolas
  • Documento Metodológico

Saiba mais sobre o SIMA aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 23 a 29 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-e-azeitona-informacao-semanal-23-a-29-setembro-2019/feed/ 0
Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 16 a 22 Setembro 2019 http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-e-azeitona-informacao-semanal-16-a-22-setembro-2019/ http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-e-azeitona-informacao-semanal-16-a-22-setembro-2019/#respond Mon, 23 Sep 2019 15:10:06 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=44157 Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Conjuntura semanal Na semana em análise, não foram registadas cotações de azeite a granel. A campanha aproxima-se do fim. A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro. Espanha Em Espanha, as transacções continuaram escassas e as cotações desceram: Jaén …

O post Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 16 a 22 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Conjuntura semanal

Na semana em análise, não foram registadas cotações de azeite a granel. A campanha aproxima-se do fim.

A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro.

Espanha

Em Espanha, as transacções continuaram escassas e as cotações desceram:

  • Jaén – Virgem extra – granel – 2,10€/kg;
  • Extremadura – Virgem extra – granel – 2,15€/kg.

Azeitona de mesa

Foi dada por iniciada a campanha 2019-2020 de comercialização de azeitona de mesa na área de mercado Algarve.

A cotação mais frequente da azeitona de mesa da variedade maçanilha foi de 1,00€/kg.

Comércio internacional

Nos primeiros 9 meses da campanha 2018-2019 (Outubro – Junho), tanto as exportações como as importações portuguesas de azeite virgem extra e virgem aumentaram em volume, relativamente ao período homólogo da campanha anterior, mas diminuíram em valor, o que reflectirá a baixa do preço do azeite no mercado mundial.

O nosso saldo comercial em azeite aumentou ligeiramente : +1,6%%

SIMA

O SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas tem como objectivos o acompanhamento do mercado de produtos agrícolas, recolhendo os dados que permitam:

  • Informar os decisores políticos, que têm a missão de acompanhar as políticas de mercado (nacionais ou comunitárias)
  • Informar o próprio mercado e os seus agentes, prestando um serviço público de regulação

Tipo de Informação disponibilizada:

  • Preços de produtos agrícolas
  • Análises de mercados agrícolas
  • Documento Metodológico

Saiba mais sobre o SIMA aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post Cotações – Azeite e Azeitona – Informação Semanal – 16 a 22 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-e-azeitona-informacao-semanal-16-a-22-setembro-2019/feed/ 0
Cotações – Azeite – Informação Semanal – 9 a 15 Setembro 2019 http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-informacao-semanal-9-a-15-setembro-2019/ http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-informacao-semanal-9-a-15-setembro-2019/#respond Tue, 17 Sep 2019 14:00:48 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43951 Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Conjuntura semanal Na semana em análise, não foram registadas cotações de azeite a granel. A campanha aproxima-se do fim. A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro. Espanha Em Espanha, as transacções continuaram escassas e as cotações baixas: Jaén …

O post Cotações – Azeite – Informação Semanal – 9 a 15 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Conjuntura semanal

Na semana em análise, não foram registadas cotações de azeite a granel. A campanha aproxima-se do fim.

A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro.

Espanha

Em Espanha, as transacções continuaram escassas e as cotações baixas:

  • Jaén – Virgem extra – 2,20€/kg;
  • Extremadura – Virgem extra – 2,20€/kg.

As cotações podem ser consultadas aqui.

Comércio internacional

Nos primeiros 9 meses da campanha 2018-2019 (Outubro – Junho), tanto as exportações como as importações portuguesas de azeite virgem extra e virgem aumentaram em volume, relativamente ao período homólogo da campanha anterior, mas diminuíram em valor, o que reflectirá a baixa do preço do azeite no mercado mundial.

O nosso saldo comercial em azeite aumentou ligeiramente : +1,6%%.

SIMA

O SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas tem como objectivos o acompanhamento do mercado de produtos agrícolas, recolhendo os dados que permitam:

  • Informar os decisores políticos, que têm a missão de acompanhar as políticas de mercado (nacionais ou comunitárias)
  • Informar o próprio mercado e os seus agentes, prestando um serviço público de regulação

Tipo de Informação disponibilizada:

  • Preços de produtos agrícolas
  • Análises de mercados agrícolas
  • Documento Metodológico

Saiba mais sobre o SIMA aqui.

Agricultura e Mar Actual

O post Cotações – Azeite – Informação Semanal – 9 a 15 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-informacao-semanal-9-a-15-setembro-2019/feed/ 0
Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Setembro 2019 http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-informacao-semanal-2-a-8-setembro-2019/ http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-informacao-semanal-2-a-8-setembro-2019/#respond Thu, 12 Sep 2019 10:55:11 +0000 http://agriculturaemar.com/?p=43843 Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Conjuntura semanal Na semana em análise, foram novamente registadas cotações de azeite a granel na área de mercado Trás-os-Montes: azeite virgem extra a granel – 2,22€/kg. A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro. Espanha Em Espanha, as transacções …

O post Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Conjuntura semanal

Na semana em análise, foram novamente registadas cotações de azeite a granel na área de mercado Trás-os-Montes: azeite virgem extra a granel – 2,22€/kg.

A cotação mais frequente do azeite virgem extra em garrafão variou entre 4,00€/litro e 4,90€/litro.

Espanha

Em Espanha, as transacções continuaram escassas e as cotações baixas:

  • Jaén – Virgem extra – 2,20€/kg;
  • Extremadura – Virgem extra – 2,20€/kg.

As cotações podem ser consultadas aqui.

Comércio internacional

Nos primeiros 9 meses da campanha 2018-2019 (Outubro – Junho), tanto as exportações como as importações portuguesas de azeite virgem extra e virgem aumentaram em volume, relativamente ao período homólogo da campanha anterior, mas diminuíram em valor, o que reflectirá a baixa do preço do azeite no mercado mundial.

O nosso saldo comercial em azeite aumentou ligeiramente : +1,6%%.

SIMA

O SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas tem como objectivos o acompanhamento do mercado de produtos agrícolas, recolhendo os dados que permitam:

  • Informar os decisores políticos, que têm a missão de acompanhar as políticas de mercado (nacionais ou comunitárias)
  • Informar o próprio mercado e os seus agentes, prestando um serviço público de regulação

Tipo de Informação disponibilizada:

  • Preços de produtos agrícolas
  • Análises de mercados agrícolas
  • Documento Metodológico

Agricultura e Mar Actual

 

O post Cotações – Azeite – Informação Semanal – 2 a 8 Setembro 2019 aparece primeiro no AGRICULTURA E MAR ACTUAL.

]]>
http://agriculturaemar.com/cotacoes-azeite-informacao-semanal-2-a-8-setembro-2019/feed/ 0