Início / Agricultura / Castanheiro de Vales eleita a Árvore Portuguesa do ano de 2020

Castanheiro de Vales eleita a Árvore Portuguesa do ano de 2020

Os portugueses escolheram a “Árvore Portuguesa do ano de 2020” e o vencedor do concurso nacional foi conhecido hoje. O “Castanheiro de Vales” de Tresminas, em Vila Pouca de Aguiar ganhou o concurso com 1.848 votos, seguido da “Oliveira do Mouchão” de Abrantes (1.493 votos) e da “Canforeira de Bencanta” em Coimbra (1.250 votos).

Foram 35 as árvores que se apresentaram a concurso tendo o júri, composto por Bagão Félix, Rui Queirós (ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas) e António Gonçalves Ferreira (UNAC — União da Floresta Mediterrânica), seleccionado as 10.

Organização da UNAC

A organização do concurso nacional está entregue à UNAC – União da Floresta Mediterrânica. Quanto ao evento Árvore Europeia do Ano irá decorrer entre Fevereiro e Abril do próximo ano, com uma final constituída pelos vencedores dos diferentes concursos nacionais.

concurso surgiu em 2011 e foi inspirado no popular concurso checo Árvore do Ano, organizado pela Czech Environmental Partnership Foundation em que participam 13 países sob a organização da EPA – Environmental Partnership Association.

Castanheiro de Vales

O Castanheiro de Vales é uma árvore majestosa e milenar, localizada em propriedade privada, por onde se chega atravessando paisagens agrícolas e florestas de encantar. Trata-se de uma das mais grossas árvores do nosso país, cuja cavidade do tronco guarda muitas histórias dos tempos em que o castanheiro era o ponto de referência das brincadeiras de muitas crianças e se tornou memória de gerações de adultos.

Pelo terceiro ano consecutivo uma espécie autóctone e da família das fagáceas ganha o concurso nacional da árvore do ano, expressando o reconhecimento dos portugueses pelas suas raízes rurais e pelos sistemas agro-florestais mediterrânicos, onde a produção florestal, agrícola e animal se complementam e se completam.

Soutos e castinçais ocupam cerca de 48.300 ha

Os soutos e castinçais ocupam cerca de 48.300 ha, a maioria dos quais localizados em áreas de minifúndio no norte de Portugal. Têm na castanha a sua principal produção, mas são ecossistemas multi-funcionais de elevado valor social e ambiental como os montados a Sul do Tejo.

O Castanheiro de Vales representará Portugal no concurso europeu Tree of the Year. Durante o mês de Fevereiro de 2020, todos poderão escolher a sua árvore preferida a nível Europeu através de um sistema de votação online.

O público decidiu entre 10 árvores candidatas, num total de votos registados de 9.871.

Para além dos 3 primeiros lugares, os resultados da votação foram:

4. Azinheira das Furnas | Lagoa das Furnas | Ilha de São Miguel
5. Carvalho de Calvos | Póvoa do Lanhoso
6. Carvalho de Viseu| Viseu
7. O Prior de Tibães | Mire de Tibães | Braga
8. Elemento notável do Jardim Botânico do Porto | Porto
9. Oliveira de Pedras D’El Rey | Tavira
10. Quercus do Instituto Superior de Agronomia | Tapada da Ajuda | Lisboa

O Castanheiro de Vales, juntamente com as árvores dos outros países europeus participantes no concurso, será o candidato a suceder ao Sobreiro Assobiador e à Azinheira Secular do Monte Barbeiro, vencedores das edições nacionais de 2018 e 2019.

As histórias das dez árvores nacionais a concurso encontram-se disponíveis aqui. Pode consultar os resultados do concurso nacional aqui.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Governo dos Açores promove formação a colaboradores do projecto Life Vidalia

A Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo dos Açores, através da Direcção Regional do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.