Início / Empresas / Casa da América Latina e Santander Totta premeiam investigações de Portugal e Brasil

Casa da América Latina e Santander Totta premeiam investigações de Portugal e Brasil

Diogo Canavarro, Fábio Fernandes, Aziz José de Oliveira Pedrosa e Naldeir Vieira são os vencedores da 8ª edição do Prémio Científico Mário Quartin Graça, uma parceria entre o Banco Santander Totta e a Casa da América Latina. Os quatro investigadores, de origem brasileira e portuguesa, evidenciaram-se pelas suas teses de doutoramento numa das categorias a concurso: Ciências Sociais e Humanas; Ciências Económicas e Empresariais; e Tecnologias e Ciências Naturais. O vencedor de cada categoria recebe um prémio pecuniário de 5 mil euros.

Todas as teses de doutoramento têm como denominador o interesse comum para as Universidades de Portugal ou da América Latina ou resultaram, na sua elaboração, da colaboração entre Universidades dos dois lados do Atlântico.

Diogo Canavarro e Fábio Fernandes, ambos de nacionalidade portuguesa, foram premiados ex-aequo na categoria de Tecnologias e Ciências Naturais.

Diogo Canavarro apresentou na Universidade de Évora a tese “Advances in the design of solar concentrators for thermal applications”, uma dissertação com desenvolvimentos na análise de concentradores solares térmicos.

Por sua vez, Fábio Fernandes defendeu a tese na Universidade de Aveiro, sobre “Análise Biomecânica de impactos com capacetes: novos materiais e geometrias”. Neste trabalho estudou o comportamento da cortiça e avaliou a sua aplicabilidade em equipamentos de segurança pessoal, especialmente capacetes.

Aziz José de Oliveira Pedrosa, de nacionalidade brasileira, destacou-se na categoria de Ciências Sociais e Humanas, com a tese de douramento “A produção da talha joanina na Capitania de Minas Gerais – retábulos, entalhadores e oficinas”, realizada na Universidade Federal de Minas Gerais. O investigador estudou retábulos existentes nas cidades de Caeté, Ouro Preto, Mariana, S. José Del Rei, Tiradentes, Ouro Branco e Santa Bárbara, tendo estudado também os entalhadores de maior destaque no período de 1730 a 1760.

Naldeir Vieira, também de nacionalidade brasileira, venceu na categoria de Ciências Económicas e Empresariais, com a tese “Inovação social e desenvolvimento de competências em organizações da Sociedade sem Fins Lucrativos Brasileiras e Portuguesas”, realizada na Universidade Federal de Minas Gerais. O autor analisou como o desenvolvimento de competências se articula com o desenvolvimento de inovações sociais em organizações da sociedade civil sem fins lucrativos brasileiras e portuguesas.

Menção honrosa para cubano

O júri atribuiu ainda uma menção honrosa a Eduardo Perera Gomez, de nacionalidade cubana, com a tese “Evolución histórica de la politica de la Unión Europea hacia Cuba (1988-2014)”, centrando-se no momento em que a UE se aproxima de Cuba e consegue um acordo de cooperação, abrindo assim a possibilidade do diálogo político.

Esta foi a 8ª edição do Prémio Científico Mário Quartin Graça, que recebeu 50 candidaturas de doutorados de vários países, nomeadamente, Portugal, Brasil, Colômbia, Cuba, Chile, Peru, Equador e México.

Os trabalhos foram avaliados por um júri constituído por Luís Bento dos Santos, administrador do Banco Santander Totta; Arlindo Oliveira, presidente do Instituto Superior Técnico (IST); Manuela Júdice, secretária-geral da Casa da América Latina; João Proença, professor catedrático da Universidade do Porto; e Pedro Cardim, professor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

A cerimónia de entrega do Prémio decorrerá em Dezembro deste ano, em data e local a anunciar.

“Esta iniciativa enquadra-se na política de responsabilidade social do Santander Totta, nomeadamente no apoio ao ensino e ao conhecimento, e pretende estimular a formação de estudantes latino-americanos e portugueses em temas de qualquer natureza de interesse mútuo para Portugal e a América Latina”, refere uma nota de imprensa da instituição bancária.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

APOGER diz que guia electrónica de acompanhamento de resíduos é “abusiva”

  A APOGER — Associação Portuguesa de Operadores de Gestão de Resíduos e Recicladores, opõe-se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *