Início / Agricultura / Capoulas Santos: “Governo está empenhado em atenuar crise na suinicultura”

Capoulas Santos: “Governo está empenhado em atenuar crise na suinicultura”

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural “tem estado, e continuará a estar, solidário com os produtores portugueses de carne de porco e empenhado na busca de soluções, tanto no plano nacional como no plano comunitário, que possam contribuir para atenuar os efeitos da crise, que infelizmente atinge o sector a nível europeu”, refere uma nota do gabinete de Luís Capoulas Santos.

Segundo a mesma nota, o empenho do ministro na atenuação da crise do sector tem-se traduzido em:

  • Desde que tomou posse, no dia 26 de Novembro de 2015, o ministro reuniu-se diversas vezes e em diversas circunstâncias com os representantes do sector (10-12-2015; 13-12-2015; 22-12-2015; 23-02-2016);
  • O ministro constituiu um Gabinete de Crise para os Sectores de Produção de Leite e de Carne de Suíno, que junta todas as entidades representativas das respectivas fileiras;
  • Este Gabinete de Crise permitiu alcançar resultados positivos no que respeita à evolução do preço da carne de porco, tendo igualmente contribuído para algum escoamento do excesso de oferta;
  • O ministro desenvolveu um conjunto de iniciativas, tanto na frente interna como na frente externa, designadamente em Bruxelas e Moscovo, com o objectivo de contribuir para a elaboração de soluções comunitárias para a crise que se estende a todo o sector, a nível europeu;
  • O ministro apresentará na próxima segunda-feira, na reunião do Conselho de Ministros da Agricultura que decorrerá em Bruxelas, um conjunto de propostas com vista à resolução do problema, algumas das quais baseadas em sugestões apresentadas pelas organizações representativas do próprio sector;
  • No plano nacional, e no âmbito do debate sobre o Orçamento do Estado para 2016, o Governo tem vindo a trabalhar com a Assembleia da República no sentido de inscrever no Orçamento do Estado a possibilidade de isentar os suinicultores do pagamento de 50% do valor da TSU.

A nota assinala ainda que “a exclusão do sector da carne de suíno dos apoios comunitários atribuídos em Setembro de 2015 foi uma decisão do Governo da altura, tendo o actual Governo tomado posse, como se sabe, no dia 26 de Novembro de 2015”.

Esta nota surge depois de um grupo de suinicultores se ter queixado de que não foi recebido pelo ministro e ter bloqueado a segunda circular, em Lisboa, com cerca de 250 camiões.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Cotações – Bovinos – Informação Semanal – 11 a 17 Novembro 2019

Análise SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas As cotações médias nacionais dos novilhos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.