Início / Agricultura / Campanha de comercialização de cereais praganosos encerra no Ribatejo e Oeste

Campanha de comercialização de cereais praganosos encerra no Ribatejo e Oeste

A campanha de comercialização de cereais praganosos foi dada por encerrada nas áreas de mercado do Ribatejo e Oeste.

Segundo a análise semanal do SIMA – Sistema de Informação de Mercados Agrícolas, referente ao período de 1 a 7 de Agosto, prosseguiu a campanha de comercialização de cereais praganosos, sem alteração nas cotações mais frequentes, em relação à semana anterior.

As cotações mais frequentes foram as seguintes:
Aveia – 165€/ton, na a.m. Alentejo;
Centeio panificável – 200€/ton, na a.m. Trás-os-Montes;
Cevada dística – 190€/ton, na a.m. Alentejo;
Cevada hexástica – 190€/ton na a.m. Alentejo;
Trigo duro – 235€/ton, na a.m. Alentejo;
Trigo mole forrageiro – 165€/ton, na a.m. Alentejo;
Trigo mole panificável – 165€/ton, 170€/ton e 200€/ton, nas áreas de mercado Ribatejo e Oeste, Alentejo e Trás-os-Montes, respectivamente.

Em termos gerais, Portugal é importador líquido de cereais, pois não produz o que consome. Nos primeiros 5 meses de 2016, o volume de cereais importados foi superior ao do período homólogo de 2015 (+15%). As importações de milho aumentaram 20% e as importações de trigo mole aumentaram 8%, em volume. O deficit saídas-entradas de cereais aumentou 14%.

Nos primeiros 5 meses de 2016, o deficit comercial português em cereais aumentou 3%, relativamente ao período homólogo de 2015, atingindo o valor de 298 milhões de euros.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

11 de Dezembro: lançamento do Pacto Ecológico Europeu em Lisboa

A Comissão von der Leyen, no dia 11 de Dezembro, apresenta em Bruxelas a grande …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.