Início / Mar / Ambiente / Cachalote dá costa na Praia do Pópulo. Universidade dos Açores verifica se foi por ingestão de plásticos

Cachalote dá costa na Praia do Pópulo. Universidade dos Açores verifica se foi por ingestão de plásticos

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O cadáver de um cachalote fêmea deu ontem, 29 de Março, à costa na Praia do Pópulo, em São Miguel, nos Açores. O animal, com “cerca de 10 metros de comprimento e peso superior a sete toneladas, encontrava-se em avançado estado de decomposição e não apresentava ferimentos exteriores que pudessem indicar a causa de morte”, refere uma nota do Governo Regional dos Açores.

O Parque Natural de Ilha de São Miguel, em parceria com a Câmara Municipal de Ponta Delgada, procedeu à remoção do animal e a Universidade dos Açores, irá realizar, esta quinta-feira, uma necropsia a fim de averiguar se a causa de morte do cachalote terá sido a ingestão de plásticos.

“A recolha sistematizada de dados científicos aquando dos arrojamentos de cetáceos é um contributo importante para o conhecimento dos fenómenos naturais do meio marinho, à escala regional e global”, adianta a mesma nota.

Rede de Arrojamentos de Cetáceos

A Região tem implementada uma Rede de Arrojamentos de Cetáceos (RACA) que actua nestas situações, sendo coordenada pela Direcção Regional dos Assuntos do Mar e operacionalizada pelos Parques Naturais de Ilha, contando com o apoio de vários parceiros locais e ainda com o apoio científico da Universidade dos Açores.

A RACA, implementada em 1999, tem como objectivos minimizar as possíveis ameaças dos arrojamentos de mamíferos para a segurança e saúde humanas, minimizar a dor e o sofrimento de animais arrojados vivos e obter o máximo de benefícios científicos e educacionais de animais arrojados vivos ou mortos.

Agricultura e Mar Actual

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Verifique também

Comissário dos Oceanos escreve a 22 ministros a pedir solução para a morte acidental de golfinhos

Partilhar            O Comissário Europeu, Virginijus Sinkevičius, responsável pelo Ambiente, Oceanos e Pescas, escreveu a 22 ministros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.