Início / Agricultura / Biaut. Empresa portuguesa prepara-se para produzir frangos em São Tomé e Príncipe

Biaut. Empresa portuguesa prepara-se para produzir frangos em São Tomé e Príncipe

A empresa portuguesa Biaut – Automação Industrial está a negociar com as autoridades de São Tomé e Príncipe a instalação de uma unidade de produção de frangos com uma capacidade anual de 30 toneladas de carne. O investimento inicial previsto é de 18 milhões de euros.

Pedro Garcia, director da Sistema Técnico do Comércio (STC), empresa criada em São Tomé e Príncipe pela Biaut – Automação Industrial, esteve no fim-de-semana na capital do arquipélago onde se encontrou com o secretário de Estado do Comércio, Eugénio Graça, e com o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus.

1,6 milhões de frangos por ano

Segundo a Lusa, citada no site Macauhub, no final da audiência concedida pelo primeiro-ministro, o director da STC disse que o projecto visa tanto a satisfação do consumo local bem como a exportação, sendo que a produção em termos unitários está estimada em 1,6 milhões de frangos por ano.

Pedro Garcia disse ainda que o investimento inicial previsto de 18 milhões de euros “é rentável”, facto que foi determinado com a realização de um estudo de viabilidade económica.

A Biaut

A Biaut – Automação Industrial, em actividade desde 2000, pretende ir além do fornecimentos de peças e acessórios electro-pneumáticos, quer ser vista como um parceiro com capacidade de inovar e desenvolver soluções técnicas que vão de encontro às necessidades das empresas.

A empresa, sediada na Moita, actua em várias áreas tais como as de salas compressoras e redes de ar comprimido; execução de transportadores em perfil de alumínio de tela ou rolos; execução de estruturas, bancadas e postos de trabalho; desenvolvimento de software em várias marcas, tais como, Omron, Siemens e Allen Bradley; e eficiência energética e auditorias.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

SIMAB estuda implantação de Plataforma Agroalimentar em Cabo Verde

A SIMAB — Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores conclui até final de Julho o estudo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.