Início / Agenda / Apresentação da Estratégia Nacional para Promoção da Produção de Cereais muda de local

Apresentação da Estratégia Nacional para Promoção da Produção de Cereais muda de local

A Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais vai ser apresentada a 15 de Maio, em Elvas, tal como estava previsto. Mas o local da apresentação teve de ser alterado. O evento conta o Seminário Dia do Agricultor e com a presença do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

“Tendo em conta o elevado número de participantes no Dia do Agricultor que supera largamente a capacidade do auditório da Estação Nacional de Melhoramento de Plantas, o INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária viu-se forçado a alterar a sessão da manhã para o Centro de Negócios Transfronteiriço de Elvas (CNTE)”, explica fonte da ANPROMIS – Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo.

O Centro de Negócios situa-se junto à Estação Experimental. Quem se desloca na A6 deve optar pela saída Elvas/Campo Maior/Portalegre, e seguir em direcção a Elvas, até encontrar uma rotunda. O CNTE fica mesmo junto à rotunda).

As inscrições são obrigatórias até dia 14 de Maio, aqui.

Aumentar o grau de auto-aprovisionamento de cereais

A Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais pretende aumentar o grau de auto-aprovisionamento de cereais em Portugal até 38%, no período de 5 anos e reforça o papel das Organizações de Produtores, além de propor a criação de um Organismo Inter-profissional dos Cereais.

Portugal é historicamente dependente da importação de cereais, mas hoje em dia apresenta um dos mais baixos níveis de auto-aprovisionamento do mundo (cerca de 25%), constituindo uma preocupante singularidade. Na União Europeia, apenas Chipre, Malta e Holanda têm valores inferiores.

Apenas 260 mil hectares em 2017

A superfície cultivada com cereais, que ocupava cerca de 900 mil hectares, aproximadamente 10% do território nacional, no final dos anos 80, tem vindo gradualmente a diminuir, a maior parte convertida em pastagens. Em 2017, a área cultivada com cereais foi de 260 mil hectares.

A produção também diminuiu, embora de modo menos pronunciado: de 1,65 milhões de toneladas, na década de 80, passou para 1,1 milhões, em 2017. “A inovação tecnológica que os agricultores introduziram permitiu multiplicar por 2,5 a produtividade média das culturas cerealíferas, o que constitui um marco assinalável”, acrescenta a ANPROMIS.

Programa

9h30 – Recepção dos participantes

10h00 – Sessão de Abertura – José Palha (Presidente da ANPOC) – Joaquim Cabeça (Presidente da AOP) – José Luís Lopes (Presidente da ANPROMIS) – Nuno Canada (Presidente do INIAV, I.P.) – Benvindo Maçãs (Director da UEIS – Biotecnologia e Recursos Genéticos – INIAV, I.P.)

10h30 – Painel “Adaptação às Alterações Climáticas”
Orador – Miguel Miranda (Presidente do IPMA)
Comentadores: José Nuncio (Presidente da Fenareg e Irrigants d’Europe) – João Paulo Crespo (Presidente da Fertiprado) – Benvindo Maçãs (Diretor da UEIS – Biotecnologia e Recursos Genéticos – INIAV, I.P.)

11h15 – Apresentação da “Estratégia Nacional para a Promoção da Produção de Cereais”
Orador: Luís Souto Barreiros (Coordenador do Grupo de Trabalho para a Promoção da Produção de Cereais)
Moderadora: Isabel Martins (Directora da Revista Vida Rural)
Comentadores: António Madaleno (Presidente da Orivárzea) – Fernando Carpinteiro Albino (Presidente da Procereais) – Jaime Piçarra (Secretário-geral da IACA) – Luís Bulhão Martins (Presidente da Cersul) – Ondina Afonso (Presidente do Clube de Produtores Sonae)

12h30 – Sessão de Assinatura do Protocolo de Cooperação INIAV– Câmara de Elvas para implementação do CoLab InnovProtectPlant
– Nuno Canada (Presidente do INIAV, I.P.)
– João Sàágua (Reitor da Universidade Nova de Lisboa)
– Nuno Mocinha (Presidente da C.M.Elvas)

13h00 – Sessão de Encerramento – Luís Capoulas Santos (Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural) – Manuel Heitor (Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior)

13h30 – Almoço

15h00 – Visita aos campos experimentais do INIAV

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Produção de kiwi em 2017 alcançou as 35,4 mil toneladas, a maior de sempre

A produção de kiwi alcançou as 35,4 mil toneladas, a maior de sempre, resultado quer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.