Início / Agricultura / Aprenda como as contas de cultura podem fazer toda a diferença na sua exploração agrícola

Aprenda como as contas de cultura podem fazer toda a diferença na sua exploração agrícola

Artigo de opinião de Rosa Moreira, Eng.ª Agrónoma, promotora do site A Cientista Agrícola

Contas de cultura: peça-chave para o sucesso de uma exploração agrícola

 processo de produção agrícola consiste numa sucessão de decisões sobre o modo de funcionamento das diferentes componentes da empresa agrícola ou exploração agrícola. O eficiente funcionamento da estrutura exige que se faça planeamento eficaz da empresa agrícola. Por essa razão, hoje decidi falar sobre contas de cultura. Sabia por exemplo, que as contas de cultura são instrumentos de planeamento muito eficazes e imprescindíveis para atingir o sucesso no sector agrícola? Continue a ler este artigo para saber mais.

contas de cultura exploração agrícola
Estrutura de uma conta de cultura (Desculpem a resolução da imagem- é só para terem uma ideia da complexidade das operações envolvidas e da diversidade de factores incluídos).

Contas de cultura = “orçamento”

As contas de cultura podem também serem vistas como uma espécie de orçamento em que estão incluídos todas as despesas/custos de uma exploração agrícola assim como todos os proveitos/lucros associados à mesma. Estes factores, estão organizados de forma a conseguir realçar os diferentes aspectos dos resultados das actividades da exploração agrícola em análise.É importante referir que as culturas que se produzem e o modo de produção são decisões humanas provenientes do gestor agrícola e que dependem também da utilidade dos produtos, custos de produção e risco envolvido nos processos.

Como começar a preencher uma conta de cultura?

Inicialmente aconselho a começar esta tarefa através da enumeração das diferentes categorias de proveitos e ao seu total subtrairmos os custos classificados de forma a apurar os diferentes indicadores de resultado. Podemos então distinguir duas categorias:

  • Categorias dos proveitos/lucros (aqui deve incluir o valor das produções, subsídios, ajudas e outras compensações, etc…)
  • Categorias dos custos/despesas (aqui deve incluir o custo referente a máquinas agrícolas, mão-de-obra, custos intermédios como por exemplo consumíveis, etc).

Pode optar por outras formas de organização dos dados da sua conta de cultura. Por exemplo, pode organizar por actividade(cultura + modo de produção) e aqui incluir a preparação do solo, os tratamentos fitossanitários, ou tudo o que envolva a colheita, etc… Pode organizar a informação também por factor de produção ou seja: mão-de-obra, máquinas, material vegetal, energia, etc…

contas de cultura exploração agrícola
Exemplo de práticas culturais e outras tarefas importantes incluídas num conta de cultura.

O que importa reter é que  esta espécie de orçamento que estamos a fazer (contas de cultura) é  útil nos mais diversos pontos do ciclo da gestão agrícola, por exemplo no planeamento da exploração agrícola  que normalmente é designado por “Orçamento Previsional” ou simplesmente “Orçamento”, ou no controlo do seu agronegócio em que normalmente é designado por “Orçamento Real” ou “Conta”.

contas de cultura exploração agrícola
Resultados finais obtidos através de uma conta de cultura. Imagem meramente ilustrativa.

Gestão da exploração agrícola: porque utilizamos contas de cultura?

As contas de cultura tem um sem fim de utilidades para agricultor, engenheiro agrónomo ou qualquer outro técnico que desempenhe funções no sector agrícola.

Um dos principais factores que tornam as contas de cultura tão importantes para qualquer exploração agrícola é que estas são fundamentais  para a gestão dos factores de produção do seu agronegócio.  Assim, as contas de cultura permitem prever o consumo/aprovisionamento ao longo do ano e são uma ferramenta eficaz para organizar os seus trabalhos agrícolas.

Estas, permitem também estimar os limiares de rendibilidade (ou seja, avaliar se compensa mais comprar ou alugar um determinado produto e/ou serviço agrícola) assim como gerir toda a contratação de mão-de-obra(trabalhadores fixos, a tempo parcial ou trabalhadores sazonais).

contas de cultura exploração agrícola
O planeamento da empresa agrícola consiste nos principais objectivos que pretendemos alcançar com a nossa empresa agrícola e que sejam sequencialmente ordenados no tempo e os meios necessários sejam previstos e estejam disponíveis para serem utilizados quando a operação se realize. Dever-se-á recordar sempre que o Planeamento é apenas o primeiro estágio de uma política que vise atingir plenamente os objectivos, definidos. O planeamento fornece linhas de orientação para a acção. Se não for correctamente implementado, o plano tem pouco ou nenhum valor. As contas de cultura são uma óptima ferramenta para planear “acções e reacções” numa exploração agrícola.

Um outra utilização das contas de cultura é planeamento dos fluxos de caixa ao longo do ano da sua exploração agrícola e isso implica uma previsão das receitas/despesas de forma mais simples e eficaz.

Por outro lado, as contas de cultura de uma exploração agrícola são fundamentais para avaliar e gerir as disponibilidades de capital que o seu agronegócio dispõe.

Este tipo de ficheiros permite seleccionar as actividades mais interessantes para a sua exploração agrícola bem como quais os melhores investimentos.

Como tal, uma conta de cultura avalia:

  • rendibilidade de uma actividade (cultura+ modo de produção) em tecnologias de produção diferentes ou semelhantes;
  • O estudo da variação da rendibilidade de actividades face a diferentes cenários de alteração nos preços de produtos e factores.Como as contas de culturas normalmente apresentam-se como ficheiros Excel, facilmente consegue-se perceber qual o impacto das mudanças de algum dos parâmetros envolvidos (custos de produção, custos de venda do produto, preço ao produtor, custos relacionados com o aluguer, etc).

Se quiserem ter acesso às contas de cultura das mais diversas culturas, indico o site GPP (Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral) nomeadamente este link que apresenta a secção Publicações. Se quiser, deixo no próximo link a pasta zipada com todas as contas de cultura possíveis para as mais diversas culturas: Contas de Cultura das Actividades Vegetais: Modelo de Base Microeconómica – 1997  GPPAA,2001.

Nesta pasta  pode encontrar quais os tipos de factores a considerar consoante a cultura em análise! Embora sejam publicações antigas, sempre dá para ter uma ideia.

Nesta pasta existem contas de cultura para as seguintes actividades:

  • Cereais de sequeiro;
  • Cereais de regadio;
  • Oleaginosas;
  • Proteaginosas;
  • Horto-industriais;
  • Horticultura ar livre;
  • Horticultura e floricultura em estufa;
  • Forragens;
  • Prados e pastagens;
  • Frutos secos;
  • Frutos frescos;
  • Olivicultura;
  • Viticultura;

E vocês? Já usaram contas de cultura? Acham benéficas? Digam-me a vossa opinião nos comentários.

A Cientista Agrícola

Verifique também

3.ª fase da expansão do Terminal XXI avança com investimento privado de 547 M€

O Ministério do Mar, liderado por Ana Paula Vitorino, informa que foi dado mais “um …

Um comentário

  1. Aprendiz de Agricultor

    Muito interessante!
    Muito obrigado pela preciosa informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.