Início / Apoios e Oportunidades / Apoios Comunitários / Apoios 2020: Novo Rumo a Norte avança com ciclo de sessões de apresentação da plataforma

Apoios 2020: Novo Rumo a Norte avança com ciclo de sessões de apresentação da plataforma

A Associação Empresarial de Portugal (AEP) inicia nesta quarta-feira, 30 de Novembro, em Felgueiras, um ciclo de apresentações descentralizadas da plataforma electrónica que criou para facultar aos empresários e empreendedores da região Norte “informação com valor estratégico” e “respostas em 48 horas” às dúvidas suscitadas pela utilização dos diferentes instrumentos comunitários de apoio à actividade económica disponíveis até 2020.

A criação da plataforma, de utilização gratuita mediante registo, constitui uma das acções de maior interesse do projecto Novo Rumo a Norte (NRN), promovido e dinamizado pela AEP para estimular o empreendedorismo, a inovação empresarial e a cooperação inter-associativa na região. Aos utilizadores registados, assegura várias funcionalidades e serviços, estando acessível em novorumoanorte.pt.

A operacionalização do NRN está a cargo de uma rede colaborativa que aglutina já quase 100 entidades com actividade na região Norte, de onde saem 39% das exportações nacionais. Dela fazem parte associações empresariais (locais, regionais e sectoriais), órgãos da Administração Local, universidades e institutos politécnicos, centros do sistema científico e tecnológico nacional, incubadoras e organizações da sociedade civil.

“A plataforma é um instrumento de grande utilidade para as empresas e os empreendedores da região, porque responde às suas necessidades práticas, seja qual for o negócio ou o território em que estejam”, sustenta Luis Miguel Ribeiro, vice-presidente da AEP e director do projecto. Entre outras virtualidades, sublinha, “agrega informação com valor estratégico e à medida” das empresas sediadas nos 86 municípios nortenhos. Simultaneamente, “reforça a cooperação e valoriza o interface de proximidade” das associações com o tecido empresarial que servem, permitindo-lhes “oferecer um serviço de ‘helpdesk’ que responde em 48 horas a quaisquer dúvidas ou necessidades” das empresas, sejam elas associadas ou não, ainda candidatas ou já promotoras de projectos de investimento enquadráveis nos diferentes programas regionais, nacionais e europeus em vigor até ao fim do actual ciclo de fundos estruturais da União Europeia.

Apresentações nas 8 sub-regiões nortenhas

Ora, é para familiarizar os empresários e empreendedores da região com a plataforma novorumoanorte.pt, estimulando a sua utilização, que a mesma será apresentada, nas próximas três semanas, nas oito sub-regiões NUT III da região Norte.

A primeira sessão realiza-se amanhã, 30 de Novembro, à tarde, na Casa das Torres, em Felgueiras, e é especialmente dirigida aos empresários e empreendedores do Tâmega e Sousa, cujo Conselho Empresarial (CETS) é parceiro do projecto. A última tem lugar a 16 de Dezembro, no Instituto Católico de Viana do Castelo, e destina-se, primordialmente, aos empresários e empreendedores do Alto Minho.

Nas oito sessões, o programa é o mesmo. Começa sempre às 14 horas e está dividido em duas partes. Na primeira, é apresentada a plataforma electrónica e caracterizados os serviços disponíveis, através da explicação do processo de registo, identificação dos conteúdos, tipificação dos eventos e actividades referenciados, descrição das parcerias existentes e funcionamento do serviço de ‘helpdesk’. Estão previstas intervenções de Cláudia Guterres, da AEP Projectos e membro da equipa que está a operacionalizar o NRN, e de três especialistas em marketing digital e tecnologias da informação e comunicação: Alexandre Mendes, João Costa e Tiago Gomes Sequeira.

Numa segunda fase, de experimentação, os participantes entram em contacto directo com a plataforma do NRN, podendo explorar, com apoio técnico individualizado, as suas múltiplas funcionalidades. A segunda sessão, com o mesmo formato e horário, realiza-se em Chaves, a 6 de Dezembro, na sede da Associação Empresarial do Alto Tâmega (ACISAT). No dia seguinte, será a vez da Póvoa de Lanhoso, com o encontro a realizar-se na Quinta do Fernando, em parceria com o Conselho Empresarial da Região do Ave e do Cávado (CEDRAC).

No Porto e no dia 12, realizar-se-á a quarta sessão deste ciclo de apresentações, promovida pela AEP no UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. No dia seguinte, será a NERVIR – Associação Empresarial de Vila Real a acolher empresários e empreendedores do Douro, numa sessão que terá lugar na Quinta do Paço Hotel. Bragança é a capital de distrito que consta a seguir no roteiro das apresentações da plataforma do NRN, com a sessão a decorrer, no dia 14, na sede do NERBA – Associação Empresarial do Distrito de Bragança.

Depois será em Vila Verde, no dia 15, no Instituto Empresarial do Minho, numa organização que conta com o envolvimento de outra entidade parceira, a AIMinho – Associação Empresarial. A última apresentação acontecerá no dia 16, em Viana do Castelo, numa realização em que a AEP tem como parceira a Confederação Empresarial do Alto Minho (CEVAL).

Cooperação do movimento associativo

Na activação da plataforma, tem tido papel relevante a NOS Empresas, parceiro tecnológico escolhido pela AEP, sendo de registar que as oito sessões integram o programa da “Semana Europeia das PME”.

“É com grande satisfação que estamos a concluir esta etapa de um projecto que está a marcar o associativismo empresarial da região, por ser um exemplo muito positivo de cooperação, e que, estou confiante, vai potenciar a competitividade, o empreendedorismo e a capacidade de inovação das empresas nortenhas”, dá conta Luis Miguel Ribeiro, para quem a plataforma novorumoanorte.pt “tem tudo” para promover o espírito empresarial, incentivando a criação de novas empresas nos territórios abrangidos e o crescimento das existentes.

Nessa medida, afirma o vice-presidente AEP, a economia real e as associações empresariais nortenhas estão a contribuir para “a coesão da região e a melhoria dos seus indicadores socio-ecónomicos”.

O NRN é um projecto da AEP que conta com o apoio de uma rede de parceiros com actividade nas oito sub-regiões NUTS III nortenhas. É co-financiado pelo NORTE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, contando com o apoio do Banco BIC.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Beer Party leva mais de 100 cervejas para prova em Lisboa

O melhor do mundo das cervejas estará reunido no Lisbon Marriott Hotel, este sábado, a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.