Início / Apoios e Oportunidades / Angola vai ter Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Logística

Angola vai ter Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Logística

O Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Logística de Angola vai ser submetido ao governo para aprovação no início do segundo semestre, anunciou quinta-feira em Luanda o ministro dos Transportes, avança o portal Macauhub.

O ministro Ricardo Viegas de Abreu, que falava na abertura do XI Conselho Consultivo do Ministério, entende ser viável conseguir inserir a economia angolana no contexto regional, continental e global através de parcerias público-privadas e das concessões a entidades internacionais com capacidade financeiro, conhecimento e credibilidade internacional.

Vários projectos em curso

Informou aquele governante estarem em curso vários projectos, como o lançamento da bilhética electrónica, cujo programa piloto foi já executado, melhoria da mobilidade na província de Luanda, criação da Empresa Nacional de Infra-estruturas Ferroviárias e projecto integrado da Baía do Namibe.

Ricardo Viegas de Abreu disse que o plano, que foi objecto de consulta pública nos últimos 12 meses, contém a visão de longo prazo para o desenvolvimento do sector, o seu papel estratégico, para assegurar uma crescente contribuição para o desenvolvimento sustentável da economia, proporcionando investimento e criação de empregos para a juventude.

A reactivação do Corredor do Lobito e a preparação do lançamento de concurso internacional para concessões aeroportuárias e dos terminais portuários do porto do Lobito são outros dos projectos em curso.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

XIII Congresso da Agricultura dos Açores debate campanhas de contra-informação na pecuária

O XIII Congresso da Agricultura dos Açores, evento promovido pela Federação Agrícola dos Açores, decorrer …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.