Início / Agricultura / Alerta: embalagens de vacinas para galinhas Avinew NEO têm defeito de qualidade

Alerta: embalagens de vacinas para galinhas Avinew NEO têm defeito de qualidade

A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária alerta para um defeito de qualidade das embalagens de vacinas em comprimidos efervescentes da marca Avinew NEO, destinados a galinhas; frangos, futuras poedeiras e futuras reprodutoras de frangos. Mas, o produto pode continuar a ser comercializado.

Foi detectada na folha de alumínio dos blisters de 10 comprimidos efervescentes, de 7 lotes, uma marca mais, ou menos visível. Esta marca “poderá fazer com que o alvéolo em causa perca a impermeabilidade, levando à ausência de efervescência do comprimido correspondente na altura da preparação”, diz a DGAV.

A empresa produtora da vacina, a Merial, informou que “a causa deste defeito está identificada e corrigida ao nível da produção. Os novos lotes comerciais serão vendidos em perfeitas condições, sem qualquer blister danificado”.

De forma a assegurar que não decorrerá nenhuma interrupção nos programas vacinais com aquele medicamento veterinário imunológico, a DGAV autorizou que estes lotes continuem a ser comercializados tanto pela Merial Portuguesa como pelos distribuidores.

O defeito

Mas, alerta que os médicos veterinários e clientes finais que detectem algum defeito desta natureza devem reportá-lo à Merial Portuguesa. Em quaisquer reclamações sobre este medicamento veterinário deve ser mencionado o seguinte: o número do lote em causa; o número de blisters que apresentam este defeito e a posição da marca na folha de alumínio; e, se possível, uma fotografia do blister antes e depois de aberta a folha de alumínio.

A DGAV explica que o defeito geralmente só se verifica num comprimido por blister, na posição 4, e que quando o “operador abrir o blister deste medicamento veterinário, deverá ter atenção à forma e aparência do comprimido”. Caso o comprimido tenha uma cor e aparência normais, idênticas às dos restantes comprimidos do blister, a marca não afectou a qualidade da vacina. Caso o comprimido tenha “uma cor azul mais escura, uma dimensão maior ou esteja deformado, a sua efervescência aquando da preparação e qualidade não estão asseguradas. Este comprimido não deve ser utilizado e deve ser substituído por outro com uma cor e aparência normais”, refere uma nota da DGAV.

Contactos da Merial Portuguesa:

Merial Portuguesa – Saúde Animal
Avenida de Pádua, n.º 11
1800-294 Lisboa

Tel. (+351) 219 169 340
Fax: (+351) 219 164 250

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Porto de Viana do Castelo cresce 19% na movimentação de mercadorias

O movimento de mercadorias no Porto de Viana do Castelo registou um crescimento de 19% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.