Início / Apoios e Oportunidades / Aicep disponibiliza ficha de mercado sobre a Tailândia
Bangkok tailandia

Aicep disponibiliza ficha de mercado sobre a Tailândia

A Aicep – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal acaba de disponibilizar a “Ficha de Mercado da Tailândia”, onde faz uma análise da economia da Tailândia, das relações económicas Portugal-Tailândia e das condições legais de acesso ao mercado, apresentando também um conjunto de informações úteis para exportadores e investidores nacionais.

Com uma população de cerca de 68,1 milhões de habitantes e um PIB per capita estimado em 5 950 USD, segundo dados do EIU – The Economist Intelligence Unit relativos a 2016, a Tailândia representa a segunda maior economia do Sudeste Asiático.

Em anos recentes, o crescimento económico da Tailândia foi impulsionado pelos produtos de alta tecnologia, tais como, componentes referentes a computadores e veículos a motor e suas partes. No período 2013-2015, registou-se um abrandamento do crescimento da economia, em virtude, da fraca procura global, que se reflectiu ao nível das exportações.

Recuperação económica como prioridade

O Governo tailandês definiu como prioridade a recuperação económica e está a desenvolver políticas para impulsionar o consumo e o investimento público direccionado para infraestruturas, em paralelo, com o aumento do investimento privado, através de isenções fiscais e do pagamento de direitos de importação.

Estima-se, com estas medidas, que o produto interno bruto (PIB) tenha registado um incremento de 3,2% em 2016, prevendo o EIU um acréscimo de 3,3% para 2017. A Tailândia foi o 21º exportador mundial, o 22º importador e o 31º receptor de IDE em 2015.

Em termos do relacionamento económico entre Portugal e a Tailândia, esse país ocupou a 76ª posição no ranking de clientes das exportações portuguesas em 2016, situando-se no 42º lugar enquanto fornecedor. As exportações portuguesas de bens para a Tailândia registaram uma taxa média de crescimento anual, nos últimos cinco anos, de 2,2%. O valor das exportações foi de 22,6 milhões de euros em 2016, ficando aquém do montante do ano anterior (23,6 milhões de euros).

O número de empresas portuguesas exportadoras de produtos para a Tailândia tem vindo a aumentar, situou-se em 274 em 2015, verificando-se um crescimento de cerca de 49% face ao ano de 2011.

Ao nível das trocas comerciais, como regra, a maioria dos bens pode ser importada livremente na Tailândia, sem necessidade de autorização ou licenciamento. No entanto, para alguns deles, constantes de lista específica do Ministry of Commerce é obrigatória a obtenção de licença junto do referido organismo e apenas para um número reduzido de produtos a entrada é proibida.

Pode consultar o documento aqui.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

carne venda 01 vaca

DGAV ajuda a fazer códigos nacionais de boas práticas no sector alimentar

As empresas, associações ou outras organizações do sector alimentar podem elaborar Códigos Nacionais de Boas …

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *