Início / Agricultura / Açores vai fazer discriminação positiva nos apoios à agricultura biológica

Açores vai fazer discriminação positiva nos apoios à agricultura biológica

O secretário Regional da Agricultura e Florestas dos Açores anunciou a intenção de introduzir discriminações positivas nos apoios referentes aos investimentos feitos ao nível da agricultura biológica no próximo programa de desenvolvimento rural, no âmbito da futura Política Agrícola Comum (PAC) pós 2020.

“Pretendemos, já este ano, na revisão do programa POSEI para 2019, introduzir novas discriminações positivas aos apoios às produções em modo biológico, concretamente na produção de leite e de carne”, afirmou João Ponte, que falava sexta-feira, em Ponta Delgada, na sessão pública de apresentação da proposta de estratégia para a agricultura biológica nos Açores e do plano de acção para a produção e promoção de produtos agrícolas biológicos.

João Ponte adiantou também que pretende introduzir no próximo programa de desenvolvimento rural melhorias nos apoios já existentes à manutenção da agricultura biológica, que devem estar preferencialmente associados à efectiva comercialização de produtos biológicos.

Aumentar o consumo de produtos biológicos

“Estas matérias, que a seu tempo serão debatidas com os parceiros do sector, têm como principal objectivo incentivar a agricultura biológica e aumentar o consumo de produtos biológicos”, afirmou.

Além dos benefícios ambientais, o secretário Regional destacou que a agricultura biológica possibilita uma alimentação mais saudável e sustentável, bem como “uma estimulante oportunidade de negócio, pois este tipo de produção é mais valorizado no mercado”.

Além das produções hortícolas e frutícolas, começam a surgir nas ilhas de São Miguel, Terceira, São Jorge e Faial vários outros projectos de investimento estruturado de produção em modo biológico, nomeadamente ao nível do leite e da carne.

Paralelamente, os Serviços de Desenvolvimento Agrários das várias ilhas têm vindo a promover protocolos de colaboração com diversas entidades, como escolas, e formação com vista ao desenvolvimento deste sector.

“Os Açores têm condições ímpares para liderar a nível nacional em matéria de agricultura biológica, não só pelas condições naturais das ilhas para este tipo de produção, mas também pelo facto de termos cada vez mais jovens agricultores com formação e dispostos a apostar e inovar no sector”, frisou João Ponte, acrescentando que a Região tem actualmente cerca de uma centena de produtores em modo biológico e uma área de produção que tem vindo a crescer.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Selos para marcação de espécies de caça maior abatida à venda no ICNF a partir de 24 de Setembro

O ICNF — Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas informa que os selos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.