Início / Agricultura / Açores. João Ponte: “não faz sentido subsidiar abate de vacas leiteiras”

Açores. João Ponte: “não faz sentido subsidiar abate de vacas leiteiras”

O secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje, 22 de Abril, em São Miguel, que o abate de bovinos nos Açores é uma decisão individual de cada produtor.

No que diz respeito à criação de subsídios públicos para o abate, João Ponte salientou que, “para o Governo Regional, não faz sentido pagar para reduzir os efectivos bovinos nas explorações leiteiras”, alegando que não cabe ao Executivo subsidiar o abate de bovinos, salvo em questões sanitárias.

O governante, que falava à margem de uma reunião com o presidente da Federação Agrícola dos Açores, referiu que este tipo de decisão compete, como sempre competiu, a cada agricultor, retirando o mesmo o rendimento originado pela carcaça e dependendo da gestão que faz e do contrato de produção de leite com a respectiva indústria.

Explorações abatem entre 18% a 22% do total de vacas

Além disso, João Ponte revelou que, anualmente, todas as explorações abatem entre 18% a 22% do total de vacas leiteiras para renovação normal do seu efectivo.

Apesar da posição do Governo Regional, João Ponte destacou que tal não impede que estejam a ser trabalhadas, em conjunto com a Federação Agrícola dos Açores, medidas no âmbito das propostas de alteração que serão apresentadas para o POSEI 2020, que permitem reduzir o número de vacas leiteiras, mantendo-se, contudo, o mesmo nível de apoio comunitário.

Reduzir efectivo até 20%

“O que está em cima da mesa neste momento é a possibilidade de se reduzir até 20% do efectivo, mantendo-se os mesmos montantes da ajuda à vaca leiteira e prémio aos produtores de leite”, afirmou João Ponte, acrescentando que a proposta já foi apresentada à Unidade de Gestão do POSEI, da Comissão Europeia, que manifestou total abertura à concretização desta proposta, que produzirá efeito a 1 de Janeiro de 2020.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

Ana Paula Vitorino defende Porto de Sines como peça-chave na relação Portugal-China

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, esteve esta quarta-feira, 22 de Maio, na Conferência …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.