Início / Agricultura / Açores “apoio decisivo” da UE às regiões afectadas pela crise no sector leiteiro

Açores “apoio decisivo” da UE às regiões afectadas pela crise no sector leiteiro

O subsecretário Regional da Presidência para as Relações Externas, Rodrigo Oliveira, defendeu, em Bruxelas, a necessidade de a União Europeia “apoiar decisivamente” as regiões, como os Açores, com vocação para a produção leiteira, alertando para a “grave crise” que se vive neste sector.

“A União Europeia tem que apoiar decisivamente aqueles sectores mais tradicionais em que regiões, como os Açores, têm vocação, neste caso para a produção leiteira”, afirmou Rodrigo Oliveira, considerando que “as respostas da União Europeia à crise do sector leiteiro têm sido, acima de tudo, insuficientes e mal direccionadas”.

Rodrigo Oliveira, numa intervenção quarta-feira no plenário do Comité das Regiões, durante o debate do projecto de parecer sobre ‘Inovação e Modernização da Economia Rural”, que tem como relator Randel Lants, membro do Conselho Municipal de Viljandi, na Estónia, alertou para a “grave crise” que atravessa o sector leiteiro.

Para o subsecretário Regional, não se pode falar em inovação nas zonas rurais se não houver condições para que “exista uma economia rural”, permitindo que as regiões “desenvolvam as suas actividades onde têm a sua vocação territorial”.

“As regiões ultra-periféricas, por definição, têm muito poucas alternativas a esta vocação territorial”, frisou Rodrigo Oliveira, salientando que, “se não tivermos a União Europeia a apoiar estas actividades, não teremos uma economia rural para diversificar, para inovar”.

61% das regiões da UE são rurais

As regiões predominantemente rurais ou intermédias constituem 91% do território da União Europeia e 60% da sua população, representando 43% do valor acrescentado bruto e 56% dos postos de trabalho da União.

Nesse sentido, o parecer sobre ‘Inovação e Modernização da Economia Rural’ tem por objectivo chamar a atenção para a importância das zonas rurais enquanto pólos de desenvolvimento e salientar o seu contributo decisivo para a Estratégia Europa 2020.

Na 116.ª sessão plenária do Comité das Regiões, que decorreu esta semana em Bruxelas e na qual Rodrigo Oliveira participou em representação do Presidente do Governo, foram ainda aprovados pareceres sobre indicadores de desenvolvimento territorial, recolha de dados no sector das pescas, cooperação no domínio da juventude e turismo adaptado, entre outros.

Agricultura e Mar Actual

Verifique também

Porto de Viana do Castelo cresce 19% na movimentação de mercadorias

O movimento de mercadorias no Porto de Viana do Castelo registou um crescimento de 19% …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.