Início / Agricultura / 15 árvores europeias em concurso. Só uma pode vencer. Vote na azinheira portuguesa

15 árvores europeias em concurso. Só uma pode vencer. Vote na azinheira portuguesa

São 15 os países que participam este ano na 9.ª edição do concurso europeu Tree of the Year. Durante o mês de Fevereiro, todos podem escolher a sua árvore preferida através de um sistema de votação on-line em que cada votante selecciona duas árvores e confirma o voto através de um link que lhe é enviado para o e-mail.

A representar Portugal está a Azinheira Secular do Monte Barbeiro (ver aqui), que conquistou os portugueses com a grandiosidade da sua sombra e não irá certamente deixar os europeus indiferentes.

Na fase final da votação, entre 22 e 28 de Fevereiro, os votos serão secretos. O vencedor será anunciado no dia 19 de Março na Cerimónia de Entrega de Prémios no Parlamento Europeu em Bruxelas.

As histórias das árvores a concurso e o acesso à votação encontram-se disponíveis aqui.

Azinheira Secular do Monte Barbeiro

No ano passado foram contabilizados 200 mil votos. É esperado um número ainda maior este ano, uma vez que se juntaram ao concurso mais dois países – França e Holanda – fazendo desta iniciativa um dos maiores concursos da Europa, refere uma nota de imprensa da UNAC — União da Floresta Mediterrânica, o parceiro escolhido para organizar o concurso em Portugal.

Árvores com 500 anos

A idade das árvores a concurso varia entre os 500 e os 65 anos. O ancião desta edição é a Tília de Gubec: testemunha da Grande Revolta dos Camponeses de 1573 na República da Croácia.

O mais jovem participante é a Árvore ajoelhada da Polónia, assim nomeada pela sua aparência peculiar. Há ainda outras árvores com formas pouco comuns: a Árvore-pássaro de França, a Tília do Castelo de Raudoné na Lituânia, que tem sete troncos, e a Árvore de Nellie do Reino Unido, com o tronco em forma de N.

Árvores sobreviventes

Estão representadas no concurso várias árvores sobreviventes, incluindo o Carvalho de Estimação da Holanda, que permanece erguido após a construção de uma auto-estrada, a Tília da Liberdade da República Checa que é a única das árvores plantadas em honra da fundação da Checoslováquia que sobreviveu até hoje, e o Imponente Plátano de Câmpeni da Roménia que foi salvo pela comunidade.

Religião e as árvores

Este ano várias árvores estão ligadas a locais religiosos, como a Amendoeira de Snowy Hill em Pécs, na Hungria; a Árvore de Nossa Senhora de Lummen na Bélgica; o Venerável carvalho-da-turquia perto da aldeia de Rani Lug que cresce perto da Igreja de S. Nicolau na Bulgária ou o Guardião dos Segredos da Grande Morávia que protege uma das mais antigas igrejas da Eslováquia.

Entre outras histórias fascinantes partilhadas este ano está o Carvalho Abramstevo da Federação Russa que se cruzou com vários artistas importantes e o Ulmeiro de Navajas, orgulho de uma pequena aldeia em Espanha.

Agricultura e Mar Actual

loading...

Verifique também

BPI e John Deere renovam parceria para financiamento de máquinas agrícolas

A parceria apoiou, nos últimos cinco anos, a aquisição de 1.734 tractores, num montante global …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.